Postagens populares

Pesquisar este blog

segunda-feira, 26 de março de 2018

BRAZIL: SEGUNDA PESSOA

TU
Marina da Silva

Sem tu
Segunda pessoa
A vida não tem graça
Perde o sentido primeiro
De estar junto
O eu não se completa
E se comporta como um sujeito
Passivo e indeterminado.
A oração perde a coordenação
E os conectivos
 Absolutiza-se
E subordina-se
À rotina vazia, estranha, fria.
Eu e tu
Sujeitos compostos
Dilacerados pela distância
No tempo indefinidos
Eu sem chão só
Sem conjugação de carne e cerne
O presente
O subjuntivo
Imperativo de solidão
 Uma rotina pobre, só minha, possessiva.