Postagens populares

Pesquisar este blog

quinta-feira, 14 de setembro de 2017

BRASIL: FUCK MBL! WE ARE FREEDOM

HELLO FRIENDS FROM MARINA DA SILVA BLOG


I WANT TO EXTERNAL MY REJECTION
  TO THE MBL GROUP
FOR THE ATTEMPT TO PREVENT, CENSURING ART IN BRAZIL BY INTIMIDATING SANTANDER BANK AND THE ARTS CURATOR
THROUGH THE

Queer Museum Exhibition at Santander Cultural in Porto Alegre (RS)
www.google.com.br/images


MBL- GROUP OF IDIOTS ARE CONTRARY TO FREEDOM, ARE FAVORABLE TO ARMAMENTISM (LOBBISTS INDUSTRY ARMAMENTISTA USA), DEFEND LIBERTARIANISM, WITHOUT KNOWING WHAT IT MEANS.
www.google.com.br/images


A GANG of dilettantes, very low spiritual and intellectual and educational development that were made at the expense of the PASSE-FREE MOVEMENT and REVOLT OF THE BUS IN 2013.
www,google.com.br/images. MBL: THESE YOUNG PEOPLE ARE SO STUPID THAT
DO NOT REALIZE THAT YOU COULD HAVE CREATED A POLITICAL PARTY. IT'S TIME TO GO BACK TO SCHOOL!

In addition to opportunism, these fraudsters, profiteers, are at the service and receiving financial "help" from national and foreign businessmen (KOCH brothers, billionaires of the armaments industry), and from colonelist, right-wing and conservative parties that manipulate the MBL patridiot: corrupt politicians of

 PP, PMDB, PSDB, DEM, PR, PRB, all involved in crimes of corruption and misappropriation of public funds in the crimes of LAVA JATO.
www.google.com.br/images. MBL are said to be nonpartisan and receive an allowance from parties; denounced are now supra-party, the same as zero left. idiots, ops, agents of state, made to obey corrupt authorities.


They were used to mobilize the Coxinhas, defenders of the indefensible, in the coup that deposed the legitimate elected president, Dilma Rousseff.
www.google.com.br/images

Fallen in oblivion after 2015, the MBL troupe wants to appear boycotting an exhibition that began on August 15, because they are Christians, Marians, defenders of morals, good customs. kkkkKKK

SHOT IN THE FOOT! WE BRAZILIANS WE REPRESENT! WE ARE 207 MILLION PEOPLE FOR FREEDOM, EQUALITY, FRATERNITY, LOVE!
The BLOG www.marinasdasilva.blogspot.com.br SUPPORTS UNCONDITIONALLY The Queer Museum Exhibition at Santander Cultural in Porto Alegre (RS)

IRRESTRIAL SUPPORT TO FREE EXPRESSION! CENSORSHIP EVER AGAIN!

FUCK MBL!




terça-feira, 12 de setembro de 2017

BRASIL: FUCK MBL! NÓS SOMOS A LIBERDADE!

HELLO AMIGOS E AMIGAS DO BLOG MARINA DA SILVA


QUERO EXTERNAR MEU REPÚDIO AO GRUPELHO MBL POR TENTAR TOLHER, IMPEDIR, CENSURAR A ARTE NO BRASIL AO INTIMIDAR O BANCO SANTANDER E O CURADOR DE ARTES 
PELA 

Exposição Queer Museu no Santander Cultural em Porto Alegre (RS)
www.google.com.br/images


MBL-seja lá o que isto signifique, SÃO CONTRÁRIOS À LIBERDADE, PREGAM ARMAMENTISMO, DEFENDEM O LIBERTARIANISMO, SEM SEQUER SABER O QUE ISTO SIGNIFIQUE.
www.google.com.br/images


Um grupo de rapazes diletantes, de baixíssimo desenvolvimento espiritual e intelectual e educacional que se fizeram às custas do MOVIMENTO PASSE-LIVRE e REVOLTA DO BUSÃO EM 2013.
www,google.com.br/images. MBL: SÃO TÃO ESTÚPIDOS QUE SEQUER PERCEBERAM QUE PODERIAM TER CRIADO UM PARTIDO POLÍTICO. ESTÁ NA HORA DE VOLTAR ÀS AULAS!

Além de oportunismo, estes moleques falsários, aproveitadores, estão à serviço e recebendo "ajuda" financeira de empresários nacionais e estrangeiros (irmãos KOCH,  bilionários da indústria armamentistas), e de partidos coronelistas, direitistas, conservadores, que manipulam os patridiotas MBL:

 PP, PMDB, PSDB, DEM, PR, PRB,  todos envolvidos em crimes de corrupção e desvio de verbas públicas nos crimes da LAVA JATO). 
www.google.com.br/images. MBL se dizem apartidários e recebem mesada de partidos; denunciados são agora suprapartidários, o mesmo que zero à esquerda.

Foram usados para mobilizar os Coxinhas, defensores do indefensável, no golpe de Estado que destituiu a legítima presidenta eleita, Dilma Rousseff. 

www.google.com.br/images

Caídos no esquecimento após 2015, a trupe quer aparecer boicotando uma exposição que começou em 15 de agosto, por que são cristão, marianos, defensores da moral, bons costumes. kkkkKKK

TIRO NO PÉ! NÓS BRASILEIROS NOS REPRESENTAMOS! NÓS SOMOS 207 MILHÕES DE PESSOAS PELA LIBERDADE, IGUALDADE, FRATERNIDADE, AMOR!
O BLOG www.marinasdasilva.blogspot.com.br APOIA INCONDICIONALMENTE A Exposição Queer Museu no Santander Cultural em Porto Alegre (RS)

APOIO IRRESTRITO À LIVRE EXPRESSÃO! CENSURA NUNCA MAIS!

FUCK MBL!



domingo, 10 de setembro de 2017

BRAZIL: TEMA ENEM REDAÇÃO BULLYING

 13 RAZÕES PORQUE
www.google.com.br/images. Série Netflix sobre BULLYING nas escolas. tema universal:  Bullying com bullying se paga? Qual o mistério por trás das 13 razões que levaram Hanna Baker a cometer suicídio?

Marina da Silva



13 REASONS WY é o título de uma série Netflix (maio-2017) que aborda o tema bullying e que deu e dá o que falar nas redes sociais. Cometendo spoiler (estragando) e me desculpando...13 REASONS WY  é uma adaptação do livro de Jay Asher: Trirteen reasons wy, um drama evolvendo bullying entre estudantes adolescentes e se inicia com Clay Jensen (Dylan Minnete) recebendo uma caixa de sapatos com 13 fitas cassetes de Hannah Baker (Katherine Langford) a garota por quem Clay curtia uma paixão platônica e que se suicidou, aparentemente, sem nenhuma razão. Não conto mais nada!
Geralmente se associa bullying ao ambiente escolar e às crianças e adolescentes. Mas...
Assunto sério e complexo exige carinho, comprometimento e dedicação cientifico-filosófico e principalmente histórico-geográfica na busca para entender compreender e lidar com "bullying" em quaisquer relações humanas (econômica-política-social-religiosa-cultural-folclórica, etc, etc) sem cair no maniqueísmo bom-mau; bem-mal ou em apropriação chula de Maquiavel que, como outros pensadores clássicos, parte do princípio de que a natureza humana é sempre má.
Feitas as considerações iniciais necessárias voltemos ao tema: bullying deriva da palavra inglesa bully (valentão) e se refere à toda espécie de intimidação, isto é, atitudes e práticas violentas, físicas e/ou psicológicas que indivíduo(s), de qualquer sexo, raça, cor, crença, opção sexual, pratica(m)  rotineira e repetidamente contra outro(s) indivíduo(s) causando sofrimento mental e até auto-aniquilação, ressentimento e vingança.
https://pt.wikipedia.org/wiki/Massacre_de_Columbine. 1999. ESTADOS UNIDOS.
"Eric Harris (à esquerda) e Dylan Klebold (à direita) pegos pelas câmeras de segurança da escola na lanchonete, 11 minutos antes de seus suicídios.(...)mataram 12 alunos e um professor. Eles também feriram outras 21 pessoas, e mais outras três ficaram feridas enquanto tentavam fugir da escola. A dupla cometeu suicídio.(...)O incidente provocou debates sobre leis de controle de armas, gangues do ensino médio, subculturas e bullying."


Chatear, encher o saco, importunar, sacanear humilhar, exposição ao ridículo, ameaças e agressões verbais e/ou físicas, fofocas, detrações, mentiras, maledicências, perjúrio, difamação, prisão (em salas, banheiro, vestiário, etc), cárcere privado, revista (pessoa, materiais na escola, trabalho, casa, etc).

Uma pausa necessária...
Hodiernamente, mentir, sacanear, espalhar boatos deixou de ser vício e tornou-se discurso e prática daqueles que apoiam e se curvam e curtem a balela dos libertarianos1 e seu discurso politicamente incorreto que vai contra todos os pensamentos clássicos sobre formas de governo, estado,  e tudo o que é desejável e salutar como os princípios e valores morais que uma sociedade humana deve ter/cultivar/manter para evitar a corrupção e corrosão do governo, instabilidade social e política, enfim, sua ruína e desaparecimento. O culto e adoração ao ódio, aos vícios contra valores morais, éticos, crenças, cultura, folclore, diz Maquiavel, só é permitido para aqueles que querem controlar e dominar a riqueza, o mesmo que poder e só no momento da fundação ou instauração de um "novo poder", por exemplo, o atual culto do "charme da burguesia e o neoliberalismo em suas formas que vão do anarco-capitalismo ao libertarismo ou libertarianismo passando pelo híbrido capitalismo-comunista sanguinário! 
O exemplo mais atual de ódio e mentiras aconteceu na campanha eleitoral dos Estados Unidos 2016, quando, o partido republicano tradicional (ricos antigos), vendo o risco eminente da perpetuação dos democratas por mais dois mandatos com Hillary Clinton e exposição do que realmente é a República norte americana, permitiram a candidatura do bilionário "deplorável" (termo usado por Hillary) e o "marketing politiqueiro Trump"2 de baixíssimo nível; isto considerando os Estados Unidos, um país de primeiro mundo e a mais importante potência econômica e bélica do planeta, exemplo para muitos países, Brasil incluso! 
Resultado de imagem para donald trump frases de intolerancia
www.google.com.br/images. Racista, misógino, xenofóbico, islamofóbico, homofóbico, grosso, estúpido, burro, deplorável, tosco, bizarro, são alguns dos adjetivos  usados para classificar Donald Trump e sua trupe/tropa. Os republicanos  se garantiram no poder e o planeta ri do atual presidente americano. Até os venezuelanos, ameaçados de invasão para entregar o país à América,  morrem de rir das palhaçadas de Trump. 



Voltando...
Na Língua Portuguesa a palavra que mais se aproxima do conceito simples de bullying é bulir: verbo transitivo direto, transitivo indireto 1(prep. com) mover (-se), agitar (-se) de leve; 2 (prep. em) pôr as mãos; tocar 3 (prep. com) fig aborrecer, incomodar, bulimento.3
No significado amplo podemos lançar mão de: discriminação, intolerância, assédio, crime de ódio.
No Brasil a palavra bullying tem história recente, principalmente após os ataques às escolas norte americanas, que se tornaram um fenômeno de preocupação pública e de intervenção do Estado, no final dos anos Noventa, século XX. A maioria da população brasileira não sabe de onde veio e o que significa a palavra. Muitos a associam com discriminação e intolerância e humilhação; grande parte da população "estudada", culta, diplomada, concorda com a banalização e naturalização do bullying e até reconhece que sofreu e/ou praticou bullying, sem saber que estava fazendo isto, e o restringe apenas ao ambiente escolar e à uma fase da vida: infância e adolescência.
http://hojeemdia.com.br/horizontes/alunos-são-vítimas-frequentes-do-bullying-mas-debate-é-incipiente-nas-escolas-. A VIDA E O VIVER A VIDA NÃO COMEÇA NA ESCOLA!


Colocar apelidos,  puxar cabelos, bater, destruir material escolar e vestuário de colegas, dar encontrões; empurrar de escadas, jogar dentro da piscina, dar boladas e chutes nos exercícios de educação física; espetar, chuchar (lápis, canetas, réguas, estojos, etc), unhar, beliscar, morder, cortar cabelos ou colocar cola ou substâncias nojentas nas pessoas e seus pertences; assustar com insetos e outros bichos (reais ou brinquedos), encurralar, encarcerar, atirar bolinhas e outros objetos; roubar materiais e celulares; escravizar, o mesmo que obrigar colegas a carregar material e fazer atividades escolares; cobrar pedágio para recreio, entrar e sair da escola; afanar a merenda, tomar o dinheiro; ameaçar em espalhar mentiras, fofocas para toda a escola e família. E ainda: levantar saias das meninas, tocar seios e nádegas, abaixar calças e até estuprar (ambos os sexos); usar soco inglês nas brigas, canivetes e facas e mesmo revólveres. É uma perseguição contínua e implacável que pode começar no ensino básico e perpetuar até a faculdade!


Bullying...dentro da escola. 07-12-2010. Belo Horizonte, Minas Gerais.


"Terça-feira, dia 7 de dezembro de 2010, ao passar pelo corredor do Instituto Metodista Izabela Hendrix, centro universitário tradicional de Belo Horizonte, o professor Kassio Vinicius Castro Gomes, 39 anos, casado e com dois filhos, foi covardemente surpreendido com duas facadas, uma no peito e outra no tórax, por um de seus alunos de Educação Física, sem haver condição de defesa. O autor do crime, Amilton Loyola, fugiu em seguida."
https://buritieduca.wordpress.com/tag/aluno-mata-professor-em-bh- 2010.


Bullying fora da escola....30 DE AGOSTO DE 2017.

 "Mulher estava dormindo e foi acordada pelos movimentos do homem, que estava se masturbando e ejaculou em seu pescoço. Passageiros se revoltaram e queriam bater no agressor, que foi detido pela polícia.https://www.brasil247.com/

30 

Foto Marina da Silva. Esta é a forma "animal" que cidadãos e cidadãs em Belo Horizonte suportam várias vezes ao dia usando o transporte público; concedido às empresas terceirizadas, contratos suspeitos de malversação do Erário e contratos longos que incentivam o descumprimento das normas e fiscalização da precariedade do serviço prestado, em BH, pela BHTRANS. Bulinar meninas, mulheres...ordem do dia! O mesmo vale para o metrô de BH.


30 DE AGOSTO DE 2017. "Justiça solta homem que ejaculou em passageira de ônibus.Juiz José Eugenio do Amaral Souza Neto entendeu que não houve estupro, nem violência ou grave ameaça contra a vítima"http://www.em.com.br



Brasil, continuando... 
A maioria das pessoas considera tais atitudes "normais", testes de aprendizagem para "viver a vida", ensinamentos salutares que crianças, pré-adolescentes e adolescentes devem passar; um rito de iniciação para viver em sociedade ci-vi-li-za-da! Quem não enfrentou ou agiu em algum momento "bulindo" com os outros que atire a primeira pedra!
E lá vai a primeira pedra filosofal (pedra mesmo, esqueça Harry Potter) para iniciar a discussão: bullying não acontece somente  no ambiente escolar e nem é exclusividade de crianças e adolescentes nestes ambientes. O bullying pode ocorrer em qualquer momento da vida do indivíduo: nas famílias, nas escolas, nas igrejas, nos clubes diversos, no TRABALHO, condomínios classe média alta ou baixa-renda; nas comunidades, ruas, bairros, cidades,  estados, países; nos eventos esportivo como futebol, Copa do Mundo, Olimpíadas; em festas, shows e...escolas!  
Os Estados Unidos faz bullying planetário: invadindo e destruindo economias no mundo; invadindo e tomando riquezas como no caso do petróleo do povo árabe, ora apoiando  grupos extremistas ora o governo estabelecido como aconteceu no Afeganistão, Paquistão, Iraque; ora atuando e derrubando economias de parceiros das Américas Central e do Sul e recentemente, fazendo bullying contra imigrantes muçulmanos e latinos; principalmente mexicanos, na campanha eleitoral 2016 de Trump,  o deplóravel libertário e extremamente bilionário. Até hoje pergunta-se aos governos Bushes: Onde estão as armas químicas?

Imagem relacionada
http://nehandaradio.com/2017/01/07/donald-trump-actually-started-planning-build-wall/  Um muro para barrar os mexicanos?

"Quando México envia pessoas para cá, ele não está enviando o que tem de melhor. Estão enviado pessoas cheias de problemas que os trazem junto para cá. Eles estão trazendo drogas. Eles estão trazendo crimes. Eles são estupradores. E alguns, eu admito, são boas pessoas." Donald Trump em discurso durante campanha eleitoral.



A complexidade do bullying acaba por ser esvaziada quando associada e restrita somente ao ambiente escolar e às crianças e adolescentes, sem nexo fora deste encarceramento. Então fica extremamente fácil fazer a defesa do bulluying lançando mão do "discurso politicamente incorreto libertariano" que prega que vale tudo. E realmente vale tudo: você pode fazer e falar o que quiser e der na telha, se você, o assediador, perseguidor, agressor, estuprador, assassino, for rico, milionário e bilionário e dominar o poder político! Para demais mortais, o bullying é crime! E, antes de chegarmos à legislação, voltemos ao significado.
www.google.com.br



Observe que na Língua Inglesa bullying tem um significado complexo para abarcar um "fenômeno social" que, na mídia brasileira, restrito apenas ao ambiente escolar, é banalizado e naturalizado, perdoável, elevando os assediadores (crianças e adolescentes e adultos) de agressores à vítimas de perseguição! Bullying não tem idade, qualquer um pode se tornar um "bulinador"!


OPORTUNISTA, LOUCO OU ANTI-CRISTO?
www,google.com.br/images. Se o Legislativo, Executivo e principalmente o Judiciário não estivessem imersos em crimes de corrupção denunciados pela lava jato, este ser execrável, anti-cristo, estaria preso ou internado em hospício.



Jair Bolsonaro, deputado federal racista, homofóbico, misógino, contrário aos direitos humanos para pobres, pretos, favelados é tão deplorável quanto Donald Trump. A diferença entre eles é que Trump é super bilionário e Bolsonaro é reles político que se beneficia da impunidade e imunidade parlamentar, de um Congresso composto por mais de 60% de criminosos, corruptos, bandidos (dados da Transparência Internacional). É acusado de caixa-2 na campanha que o elegeu.

***

Segunda "pedrada filosofal" para quebrar e estilhaçar a defesa do indefensável  bullying é lançar mão do amparo legal e constitucional sobre a vida em sociedade, a organização do Estado, administração e sistemas judiciais de resolução de conflitos em todas as esferas das relações humanas. A Constituição brasileira [CF/1988], conhecida como a constituição cidadã, tem nos seus fundamentos basilares a dignidade da pessoa humana, um dos pequenos passos rumo à civilização, dentro de uma nação racista, escravagista, intolerante, "abençoada por Deus" e com "o povo mais feliz do mundo"!


www.google.com.br/images. Ataques nas redes sociais, o cyberbullying.

A banalização de violências contra pessoas de qualquer idade, grupos vulneráveis (negros, mestiços, miseráveis, pobres,  crianças, idosos, mulheres, gays, etc), demonstra apenas o quão arraigado está no imaginário popular os resquícios cruéis dos colonizadores europeus e séculos de escravidão, patriarcalismo e cultura machista, ou melhor, crimes em nome do machismo! Ferir, humilhar, denegrir, ataques de ódio, intolerância, discriminação ganharam uma força sem precedentes com o advento da internet e das redes sociais como: orkut, twitter, Facebook, What's Up (citando alguns exemplos), potencializando o bullying cibernético ou cyberbullying, mas permitindo a visibilidade do agressor e a possibilidade de punição dentro das leis. 

Resultado de imagem para constituição federal de 1988
www.google.com.br/images.

Se você não conhece a Lei Máxima de seu país, CF/88, a Constituição Federal de 1988, está passando da hora de descobri-la e cumpri-la e zelar por ela; mesmo que - desde 2015 - estejamos vivendo um golpe de Estado e  graves vícios no Legislativo, Executivo e Judiciário; todos imiscuídos em crimes de corrupção e desvios do dinheiro público, investigados na quase paralítica Operação Lava jato, da Polícia Federal. Eis o principal trecho e fundamentos basilares da nossa CF/1988:


"Art. 1º A República Federativa do Brasil, formada pela união indissolúvel dos Estados e Municípios e do Distrito Federal, constitui-se em Estado Democrático de Direito e tem como fundamentos:
I - a soberania;
II - a cidadania
III - a dignidade da pessoa humana;
IV - os valores sociais do trabalho e da livre iniciativa;
V - o pluralismo político.
Parágrafo único. Todo o poder emana do povo, que o exerce por meio de representantes eleitos ou diretamente, nos termos desta Constituição.
Art. 2º São Poderes da União, independentes e harmônicos entre si, o Legislativo, o Executivo e o Judiciário.
Art. 3º Constituem objetivos fundamentais da República Federativa do Brasil:
I - construir uma sociedade livre, justa e solidária;
II - garantir o desenvolvimento nacional;
III - erradicar a pobreza e a marginalização e reduzir as desigualdades sociais e regionais;
IV - promover o bem de todos, sem preconceitos de origem, raça, sexo, cor, idade e quaisquer outras formas de discriminação."4 grifos meus

LEGISLAÇÃO DE COMBATE AO BULLYING.(idem)



Em 2015 foi sancionada pela presidenta Dilma Rousseff a " LEI Nº 13.185, DE 6 DE NOVEMBRO DE 2015. Institui o programa de Combate à Intimidação Sistemática (Bullying)."
www.google.com.br/images. Presidenta Dilma Rousseff.: feia, gorda, sapatão, assaltante, guerrilheira, burra, grossa, mulher. A mídia e detratores políticos e Coxinhas  fizeram bullying com a presidenta eleita, impunemente, desde sua indicação para ser candidata à presidência pelo PT em 2010.


Dilma, eleita por dois mandatos consecutivos[2010-214 e 2014-2018],além de bullying diário na mídia global e redes sociais, teve o mandato usurpado em 31-08-2015, por políticos criminosos envolvidos no maior crime de corrupção de todos os tempos, investigados na Lava jato. Impeachment por pedaladas fiscais? Bullying? NÃO, GOLPE DE ESTADO!

PAUSA PARA RESPIRAR E...
***

Terceira pedrada filosófica, um enorme calhau: para desmistificar o bullying é preciso abandonar os achismos e o que nos diz a mídia brasileira e suas respostas prontas!
Para entender o bullying no Brasil é -condição necessária- estudar os aspectos históricos complexos de como ele acontece aqui no nosso país sem compará-lo, como faz a mídia, com o fenômeno vivido pelos habitantes dos Estados Unidos e outros países, porque cada um e cada qual  tem características próprias.
Para o Brasil é necessário compreender qual o papel histórico da nação dentro das Revoluções comercial e marítima que culmina com o "Descobrimento em 1500" pelos colonizadores portugueses, século XVI e com a escravidão dos negros africanos a partir de 1560 até 1888. O Brasil com sua imensidão territorial, suas inumeráveis riquezas vegetais, animais e principalmente minerais [pau-brasil, cana-de-açúcar, café, borracha, ouro, prata, diamantes, pedras preciosas, ferro, alumínio, petróleo e gás natural, citando algumas riquezas] foi, é, e será sempre espaço vital tanto para a "acumulação primitiva de capitais"5 para o nascente sistema capitalista como para seu desenvolvimento, ascensão, expansão e domínio do planeta nos séculos seguintes e atual!
 O navio negreiro

"Ontem plena liberdade,
A vontade por poder...
Hoje...cúmulo de maldade
Nem são livres pra...morrer...
Prende-os a mesma corrente
_Férrea, lúgubre serpente _
Nas rocas da escravidão.
E assim roubados à morte,
Dança lúgubre coorte
Ao som do açoite...Irrisão!..."6 Castro Alves


http://www.vitruvius.com.br. Pintura de Jean Baptiste Debret.


O modo como os colonizadores impõem sua cultura, crenças e forma de governo sobre os nativos e estrangeiros que para aqui vieram de livre e espontânea vontade, desterrados e/ou escravizados como os negros, imprimirá no coração e mente da jovem nação, o mito de subdesenvolvimento, submundo, país  inferior e de quinta categoria. Os negros africanos, desterrados, negociados como mercadoria, sempre foram tratados como bichos, inumanos, sem alma; um produto para ser consumido à exaustão, sodomizados cruelmente por brancos, mestiços e/ou outros negros senhores, como a mestiça Chica da Silva, "a Chica que manda"[1732-1796], que virou tema de livros, filmes e novelas.7


www.google.com.br/images.


"Desde os cinco anos merecera eu a alcunha de "menino diabo.( ...) um dia quebrei a cabeça de uma escrava, porque me negara uma colher do  doce de côco ( eu tinha apenas seis anos.
(...)Prudêncio, um moleque de casa, era o meu  cavalo de todos os dias; punha as mãos no chão, recebia um cordel nos queixos, à guisa de freio, eu trepava-lhe ao dorso, com uma varinha na mão e o fustigava-o, dava mil voltas a um e outro lado, e ele obedecia _ algumas vezes gemendo, _ mas obedecia sem dizer uma palavra, ou, quando muito, um _ "ai, nhonhô!" _ ao que eu retorquia: _ Cala a boca, besta"!  (...) meu pai tinha-me em grande admiração; e se as vezes me repreendia, a vista de gente, fazia-o por simples formalidade; em particular dava-me beijos. Memórias póstumas de Brás Cubas 8



Sub-humano, povo  de caráter inferior, miscigenado, desvalorizado, uma nação de macacos e vira-latas, racista, descaradamente escravocrata, intolerante, desumana com negros, pobres, favelados, trabalhadores baixa-renda, nordestinos, hipócrita, eis o povo brasileiro, para a nata da elite abastada, ricos falidos, classe média mestiça de pele clara; cujos políticos tratam a coisa pública como patrimônio particular e cumprem seu papel geopolítico de prostração às potências estrangeiras, principalmente aos Estados Unidos, também conhecido como República Goldman Sachs!9
Uma nação de macacos! Eis a imagem petrificada no imaginário geral pelo folclore, costumes, propaganda e que influencia e imprime o caráter, psicologicamente forjado de que negros não são gente, não prestam para nada e "se não caga na entrada na saída é certeiro; e negro parado é suspeito e correndo é ladrão". Viva o povo brasileiro, preto, mestiço, miscigenado, usado e abusado pelas elites econômicas nacionais e/ou estrangeiras.
https://som13.com.br/."Leandro Roque de Oliveira (São Paulo, 17 de agosto de 1985), mais conhecido pelo seu nome artístico EMICIDA é um rapper, repórter e produtor musical brasileiro. É considerado uma das maiores revelações do hip hop do Brasil nos últimos anos."

"O Brasil não tem educação para falar de racismo. Existe uma estrutura racista que independe da sua e da minha atitude. Uma pessoa não gostar de preto, tudo bem, o problema é dela. A treta é quando o policial, o juiz e o médico tem um esteriótipo  de pessoa com pele escura que pode prejudicar essa pessoa." EMICIDA

É o magistral Machado de Assis, um dos maiores autores da literatura clássica brasileira que nos expõe, com ironia e sarcasmo, o caráter da formação do povo brasileiro e porque achamos tão normal, natural, ingênuo até, cometer bullying:

"Outrossim, afeiçoei-me à contemplação da injustiça humana, inclinei-me a atenuá-la, a explicá-la, a classificá-la por partes, (...)O que importa é a expressão geral do meio doméstico, e essa aí fica indicada, _ vulgaridade de caracteres, amor das aparências rutilantes, do arruído, frouxidão da vontade, domínio do capricho, e o mais. Dessa terra e desse estrume é que nasceu esta flor."(Brás Cubas, idem)

RICOS X POBRES: SÉCULO XXI.


https://www.pragmatismopolitico.com.br/2017/08/. "O tenente-coronel Ricardo Augusto Nascimento de Mello Araújo, de 46 anos, defende que um PM não se comporte em um bairro rico da mesma maneira que o faz em uma comunidade pobre, já que isto ‘poderia assustar’ o indivíduo rico."
24-08-2017. “É uma outra realidade. São pessoas diferentes que transitam por lá. A forma dele abordar tem que ser diferente. Se o policial for abordar uma pessoa na periferia da mesma forma que ele for abordar uma pessoa aqui nos Jardins [região nobre de São Paulo], ele vai ter dificuldade. Ele não vai ser respeitado”, afirmou em entrevista ao portal UOL."
***

 Se você não conhece a História de seu próprio país... corre um grande risco de escrever uma redação ENEM eivada de equívocos (estou sendo boazinha).
É da nossa História, da formação da nação e do povo brasileiro  [brancos, amarelos, vermelhos, pardos,   morenos em cinquenta tons de miscigenação e negros] que nos vem a naturalidade incutida pelos dominadores, donos das riquezas, as elites escravocratas e seus herdeiros; que se dão o direito de achar que humilhar, tratar o próximo como lixo, inferior, sub-humano e que a eles podemos tudo, inclusive matar, o que é totalmente aceitável!

" _ A que diabo de povinho você se refere? Para você, todo mundo é povinho, com exceção dos quatro ou cinco gatos pingados que você julga estarem a sua altura. Que povinho? Todos? Porque são todos,, realmente todos os brasileiros, a que você se refere com esse desprezo. Eu não quero dizer que seus benditos privilégios devam ser tomados, fiquem com eles, mas veja que para isso não é necessário escravizar o povo, mantê-lo na miséria, na ignorância e na doença. Não está vendo que não pode haver um pais decente, um país forte, como você diz, cujo povo seja de escravos, miseráveis,, doentes e famintos?" 10(Viva...p.555)

No século XX, a propaganda assumirá um papel primordial em forjar e expandir o mito do viralatismo do Brasil, ganhando força total com a televisão e suas novelas e shows de humor, fazendo o povo brasileiro humilde, pobre, vira-lata, rir de si mesmo. As organizações Globo terão papel relevante neste quesito enquadramento da população, estratificando e mantendo cada um no seu quadrado tanto nas novelas como em programas como Chico City ou Casseta & planeta.11

www.google.com.br/images. SOMOS TODOS BRASILEIROS! Boa leitura!

"Não temos armas que vençam a opressão e jamais teremos, embora devamos lutar sempre que a nossa sobrevivência e a nossa honra tenha de ser defendida. Mas a nossa arma há de ser a cabeça, a cabeça de cada um e de todos, que não pode ser dominada e tem de se afirmar-se. Nosso objetivo não é a igualdade, é mais a justiça, a liberdade, o orgulho, a dignidade, a boa convivência.(...) O povo não sabe de si, não tem consciência e tudo o que faz não é visto e só lhe ensinam desprezo por si mesmo, por sua fala, por sua aparência, pelo que come, pelo que veste, pelo que é." VIVA O POVO BRASILEIRO! SALVE JOÃO UBALDO!






Fontes:

1. LIBERTARIANISMO, NEOLIBERALISMO, LIBERALISMO ECONÔMICO. SUGIRO UM RETORNO AOS CLÁSSICOS PARA ENTENDER A BASE DO LIVRE MERCADO, CONCORRÊNCIA, COMPETIÇÃO, PROTECIONISMO, DESREGULAMENTAÇÃO E FLEXIBILIZAÇÃO DO MERCADO. ECONOMISTAS, TEÓRICOS E PENSADORES E CRÍTICOS QUE SE DEBRUÇARAM SOBRE O MODO DE PRODUÇÃO CAPITALISTA E SEU FUNDAMENTO BASILAR: LAISSEZ-FAIRE, LAISSEZ-PASSÉ:  ADAM SMITH, DAVID RICARDO, STUART MILL, JEAN-BAPTISTE SAY, KARL MARX, F. ENGELS, MILTON FRIEDMAN, FREDERICK HAYEC, KEYNES. É UM BOM COMEÇO PARA ATERRIZAR A PARTIR DO FINAL DA DÉCADA DE SESSENTA, SÉCULO XX, COM UM BOM APORTE PARA ENFRENTAR O CAPITALISMO FLEXÍVEL, COMO O DENOMINA DAVID HARVEY E O RETORNO AO NEOLIBERALISMO E LIBERTARIANISMO.

2. Get me Roger Stone. Netflix, 2017. Roger se auto-proclama o "Maquiavel" de todos os homens...que foram presidentes republicanos dos Estados Unidos e a peça fundamental no espalhamento do ódio e mentiras contra a candidata democrata Hillary Clinton levando assim Donald Trump à Casa Branca.


3. HOWAISS, Antônio. Dicionário da Língua Portuguesa.


4. Conheça a CF/88. Visite o site http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/constituicao/constituicaocompilado.htm;  
LEI Nº 13.185, DE 6 DE NOVEMBRO DE 2015.Lei de combate à intimidação sistemática (bullying). LEIA ABAIXO A LEI NA ÍNTEGRA.


5. MARX. Karl. Acumulação primitiva de capitais.

6. 
ALVES, Castro. Os escravos. Coletânea.

7.Sobre Chica da Silva.Ver https://www.ebiografia.com/chica_da_silva/;
https://www.youtube.com/watch?v=326IhxmCmCk filme Xica da Silva; https://pt.wikipedia.org/wiki/Xica_da_Silva_(filme).Xica da Silva "é um filme brasileiro, dirigido por Carlos Diegues, baseado no livro homônimo de João Felício dos Santos em 1976, com Zezé Motta e Walmor Chagas nos papéis principais."

8.  ASSIS, Machado. Memórias póstumas de Brás Cubas. Belo Horizonte: Editora Itatiaia, 1970.

9. República Goldman Sachs e capitalismo financeiro (especulação). Sobre o tema assistir filme A big short e documentário Capitalism: a love story de Michel Moore. 2017

10.UBALDO. João. Viva o povo brasileiro. Rio de Janeiro: editora Objetiva, 2011.

11. SOBRE CHICO CITY E CASSETA E PLANETA VER: http://memoriaglobo.globo.com/programas/entretenimento/humor/chico-city.


*************************************************************


LEI ANTI-BULLYING
LEI Nº 13.185, DE 6 DE NOVEMBRO DE 2015.




Institui o Programa de Combate à Intimidação Sistemática (Bullying).
A PRESIDENTA DA REPÚBLICA Faço saber que o Congresso Nacional decreta e eu sanciono a seguinte Lei:

Art. 1o  Fica instituído o Programa de Combate à Intimidação Sistemática (Bullying) em todo o território nacional.
§ 1o  No contexto e para os fins desta Lei, considera-se intimidação sistemática (bullying) todo ato de violência física ou psicológica, intencional e repetitivo que ocorre sem motivação evidente, praticado por indivíduo ou grupo, contra uma ou mais pessoas, com o objetivo de intimidá-la ou agredi-la, causando dor e angústia à vítima, em uma relação de desequilíbrio de poder entre as partes envolvidas.
§ 2o  O Programa instituído no caput poderá fundamentar as ações do Ministério da Educação e das Secretarias Estaduais e Municipais de Educação, bem como de outros órgãos, aos quais a matéria diz respeito.
Art. 2o  Caracteriza-se a intimidação sistemática (bullying) quando há violência física ou psicológica em atos de intimidação, humilhação ou discriminação e, ainda:
I - ataques físicos;
II - insultos pessoais;
III - comentários sistemáticos e apelidos pejorativos;
IV - ameaças por quaisquer meios;
V - grafites depreciativos;
VI - expressões preconceituosas;
VII - isolamento social consciente e premeditado;
VIII - pilhérias.
Parágrafo único.  Há intimidação sistemática na rede mundial de computadores (cyberbullying), quando se usarem os instrumentos que lhe são próprios para depreciar, incitar a violência, adulterar fotos e dados pessoais com o intuito de criar meios de constrangimento psicossocial.
Art. 3o  A intimidação sistemática (bullying) pode ser classificada, conforme as ações praticadas, como:
I - verbal: insultar, xingar e apelidar pejorativamente;
II - moral: difamar, caluniar, disseminar rumores;
III - sexual: assediar, induzir e/ou abusar;
IV - social: ignorar, isolar e excluir;
V - psicológica: perseguir, amedrontar, aterrorizar, intimidar, dominar, manipular, chantagear e infernizar;
VI - físico: socar, chutar, bater;
VII - material: furtar, roubar, destruir pertences de outrem;
VIII - virtual: depreciar, enviar mensagens intrusivas da intimidade, enviar ou adulterar fotos e dados pessoais que resultem em sofrimento ou com o intuito de criar meios de constrangimento psicológico e social.
Art. 4o  Constituem objetivos do Programa referido no caput do art. 1o:
I - prevenir e combater a prática da intimidação sistemática (bullying) em toda a sociedade;
II - capacitar docentes e equipes pedagógicas para a implementação das ações de discussão, prevenção, orientação e solução do problema;
III - implementar e disseminar campanhas de educação, conscientização e informação;
IV - instituir práticas de conduta e orientação de pais, familiares e responsáveis diante da identificação de vítimas e agressores;
V - dar assistência psicológica, social e jurídica às vítimas e aos agressores;
VI - integrar os meios de comunicação de massa com as escolas e a sociedade, como forma de identificação e conscientização do problema e forma de preveni-lo e combatê-lo;
VII - promover a cidadania, a capacidade empática e o respeito a terceiros, nos marcos de uma cultura de paz e tolerância mútua;
VIII - evitar, tanto quanto possível, a punição dos agressores, privilegiando mecanismos e instrumentos alternativos que promovam a efetiva responsabilização e a mudança de comportamento hostil;
IX - promover medidas de conscientização, prevenção e combate a todos os tipos de violência, com ênfase nas práticas recorrentes de intimidação sistemática (bullying), ou constrangimento físico e psicológico, cometidas por alunos, professores e outros profissionais integrantes de escola e de comunidade escolar.
Art. 5o  É dever do estabelecimento de ensino, dos clubes e das agremiações recreativas assegurar medidas de conscientização, prevenção, diagnose e combate à violência e à intimidação sistemática (bullying).
Art. 6o  Serão produzidos e publicados relatórios bimestrais das ocorrências de intimidação sistemática (bullying) nos Estados e Municípios para planejamento das ações.
Art. 7o  Os entes federados poderão firmar convênios e estabelecer parcerias para a implementação e a correta execução dos objetivos e diretrizes do Programa instituído por esta Lei.
Art. 8o  Esta Lei entra em vigor após decorridos 90 (noventa) dias da data de sua publicação oficial.
Brasília,  6  de novembro de 2015; 194o da Independência e 127o da República.

DILMA ROUSSEFF
Luiz Cláudio Costa
Nilma Lino Gomes