Postagens populares

Pesquisar este blog

Carregando...

quarta-feira, 25 de maio de 2016

BRAZIL: RUMOREJANDO COM JOSÉ ZOKNER, O JUCA!

RUMOREJANDO

http://rimasprimas.blogspot.com.br/

PEQUENAS CONSTATAÇÕES, NA FALTA DE MAIORES.
Constatação I
Mais de 45.000 pessoas estiveram presentes na Arena do Clube Atlético 
Paranaense, cá em Curitiba, para assistir o UFC 198. Inclusive, até então,
 amigos meus. A Humanidade é insolúvel. Dentre ela, ex-amigos meus. 
Não posso ser amigo de quem vai ver luta de qualquer espécie. Tampouco
 de touradas, de briga de galo e por aí afora. Tenho lamentavelmente dito!

Constatação II (Taí mais uma notícia de transcendental importância
 para o futuro da Humanidade).
Deu na mídia, mais precisamente no site da Globo: “Sósia fará plástica 
no nariz para ficar mais parecida com a ‘diva Anitta’”. Data vênia, como
 diriam nossos juristas, mas Rumorejando acha que a cidadã já poderia 
aproveitar e fazer uma plástica também no cérebro. Vige!

Constatação III (Nada a ver com a frase de Maria Antonieta, que
 perdeu a cabeça quando contestou quando lhe disseram que o povo
 não tinha pão com a seguinte resposta: “Se eles não têm pão que
 comam brioche”.).
Não se pode confundir brioche* com broche**, até por que, quem, num 
assalto, ficar com o broche da assaltada corre o risco, se for pego, ir para
 a cadeia com nenhuma probabilidade de ser servido, por mordomo de libré, 
com caviar, brioche, champanhe veuve cliquot e outros quitutes e bebidas 
consideradas nobres.
*Brioche
 [Do fr. brioche.]
Substantivo masculino.
1. Culinária. Pãozinho muito fofo, feito de farinha de trigo, fermento, 
manteiga, sal e ovos (Aurélio).
**Broche = Substantivo masculino.
1. Adorno de metal e/ou pedraria, provido de alfinete e fecho, que as 
mulheres usam como joia, geralmente ao peito, em lapela, ou para 
prender peças de vestuário (Aurélio).

Constatação IV
Na USP – Universidade de São Paulo, alguém escreveu um grafite*: 
“Se você quer aumentar as vagas no vestibular, mate um oriental”,
fazendo alusão à inteligência de japonês, chinês, coreano, etc. que são
 em grande número de aprovados. Há muitos que dizem algo semelhante, 
dizendo: “Japonês burro e/ou vagabundo nasce morto”. Data vênia, como
 dizem nossos juristas, mas Rumorejando acha que, em certos países, 
político honesto também nasce morto. Vige!

*Grafite =2. Palavra, frase ou desenho, geralmente de caráter jocoso,
 informativo, contestatório ou obsceno, em muro ou parede de local
 público (Aurélio).

Constatação V
Deu na mídia, mais precisamente no site da Globo: “Henrique Meirelles
 quer idade mínima de 65 anos para aposentadoria do INSS”. Data vênia
 como diriam nossos juristas, mas Rumorejando acha que seria melhor 
que, ao invés de 65 anos, o ideal para o país seria de 100 anos para os 
homens e 90 para as mulheres. Concomitantemente, seria de bom alvitre
 que os senadores obtivessem a aposentadoria vitalícia deles, ao invés de 
8 anos, como é o caso que está vigendo para eles agora, que passe para 4 
ou menos. Quanto a CPMF, a sua adoção se faz necessária imediatamente, 
porquanto a carga tributária em nosso país não está alta. Com relação ao 
imposto de renda, a Receita Federal não envia ao banco que o usuário
 escolheu para fazer o pagamento em parcelas e depois quer cobrar juros 
e multa, alegando que o usuário tinha de ir checar se a parcela havia sido
 enviada ao banco ou não. Provavelmente uma maneira de cobrir o rombo
 deixado pelo governo da presidente. Em tempo: Viva “nóis”.

Constatação VI
Em 15 de março de 1998, este assim chamado escriba publicou no jornal
 O Estado do Paraná, na coluna Rumorejando a seguinte constatação: 
“O palavrão bem aplicado, igualmente ao jogo de truco, é antiestressante”.
 Estava publicando aquilo que efetivamente sente. Eis que os cientistas 
revelaram agora que o palavrão ajuda a aliviar a dor. Quanto ao truco nada
 foi revelado. Ainda.

Constatação VII
No ano de 2001, os líderes do G-8 (Os sete países mais ricos do mundo + a Rússia), 
em comunicado conjunto no final de encontro em Genova, afirmaram que iriam incentivar “o aumento da cooperação e solidariedade com os países em desenvolvimento, baseados em principio de responsabilidade mútua, para
 combate à pobreza e promoção de desenvolvimento sustentável”. Recentemente 
foi encerrada a reunião do G8 + Rússia e, novamente, o blablablá* e
 o nhenhenhém** foram a tônica da reunião. E viva “nóis”.
*Blablablá = “1. conversa oca, sem conteúdo; conversa fiada; 2. exposição 
longa ou série de afirmações, por vezes de cunho mentiroso, de que se 
lança mão para mascarar o vazio do pensamento, para enganar alguém 
ou iludir sua vigilância”. (Houaiss).
**Nhenhenhém = “Repetição fastidiosa”. (Houaiss)

Constatação VIII (De um pseudo-soneto).

  Coitado de mim!

Durante o feriadão
Fui até a praia
Que decepção
Neca de rabo-de-saia.

Só marmanjo,
Andando de cá pra lá,
Ali não havia anjo
Tava mais pra boitatá.

Dei meia-volta
E voltei pra cidade
Cheio de revolta.

Era praia de nudista
Não havia vontade,
De ver triste vista.

Constatação IX
Em 16 de março de 2003 Rumorejando publicou na coluna o seguinte:
“Qualquer que tenha sido o tempo do seu mandato, um ex-senador e 
seus dependentes terão direito, até o fim da vida, a atendimento médico”. 
O ex também terá direito a R$10 mil por ano para tratamento dentário. 
Dúvida crucial: Será que esse pessoal todo não fica com nem um pingo
 de vergonha de gozar dessas benesses à custa do dinheiro público?”
 (Ver Constatação V). Agora tal excrescência, juntamente com outros 
fatos, está sendo novamente denunciada pela mídia. Tem gente apostando
 que, como sempre, passado 13 anos, vai tudo continuar como acabou: 
Em pizza. Pena!

Constatação X
“Data vênia”, como diz um grande amigo advogado, “mas quem quiser 
conhecer e entender a eternidade basta ter um processo para ser julgado”.

Constatação XI (De diálogos mercantis).
Freguesa: “Este aipim cozinha fácil?”
Feirante: “Em dez minutos ele está tão bem cozido que vai derreter na
 sua boca”.
Freguesa: “A semana passada o senhor me disse a mesma coisa e depois 
de cozinhar duas horas, o aipim que o senhor me vendeu estava mal cozido 
e só a panela foi que derreteu”.

Constatação XII
Deu na mídia: 'Dor da discriminação ainda é sentida na América',
 falou o presidente Barak Obama na centésima convenção da Associação
 Nacional para o Progresso dos Negros (NAACP, na sigla em inglês).  
Aqui no Brasil também. Lamentavelmente. Data vênia, como dizem nossos
 juristas, mas Rumorejando acha que todo racista é um filho daquilo. 
Tenho dito!

Constatação XIII
Cada vez que os argentinos ganham do Brasil recebo de um conhecido 
argentino uma gozação. De nada adianta eu jamais agir que a recíproca 
seja verdadeira quando o Brasil ou um time brasileiro ganha da Argentina 
ou de um time deles. Um dia, com a vitória dos Estudiantes sobre o Cruzeiro 
foi a mesma coisa. Me deu vontade de tomar  um chá-argentino. Não um 
chimarrão, como a erva-mate, dentro de seus inúmeros nomes é conhecida 
COMO chá-mate, chá-do-Paraguai, chá-do-Brasil, chá-dos-jesuítas, chá-das-missões, congonha, congonha-das-missões, congonheira, erva, mate-legítimo, mate-verdadeiro e tantos outros, mas um chá de picadinho do tal conhecido argentino mesmo... Vige!

Constatação XIV
Segundo o dicionário Houaiss churchilliano é “que lembra o estilo de Sir Winston Churchill de governar, especialmente seu modo de se comunicar com o povo, 
autoritário e humano ao mesmo tempo”. Nas ditaduras, fica mais difícil da
 maneira autoritária e humana ao mesmo tempo. Aí, o lado humano vai para 
a cucuia. Fica só o autoritário principalmente para se manter no cargo por
 muitos e muitos anos...
Constatação XV

 Relacionamento Matrimonial

Ela achava o seu “sócio”
Um grandíssimo beócio
Um maior ainda capadócio
Que só queria viver no ócio.

De fato ela tinha toda razão.
O sujeito virou um poltrão
Aproveitando-se da ocasião
Em participar de uma união.

Verdade que ela era muito rica
Com cara de quem tomou arnica
E ele um pobretão, um fubica.

Com certeza ele não era jacu.
Que quis dar o golpe do baú
Pelas meiguices dela e do seu tutu...

Constatação XVI
Deu na mídia: “Pesquisa em São Paulo: Quanto maior a renda e o grau
 de escolaridade, menor a confiança da população na Justiça brasileira”. 
Inversamente proporcional, portanto. Dúvida não necessariamente crucial: 
Precisava fazer a pesquisa ou estava na cara o resultado?

Constatação XVII
Ela tem problema de osteoporose. O médico recomendou muito sol por
 causa da vitamina D. Ele, muito branco, tem problemas de pele. O médico
 proibiu ele tomar sol. Um amigo do casal comentou: “Casal estranho. Eles
 vão sempre à praia. Ela pra tomar sol; ele pra tomar sombra”.

Constatação XVIII
No dia 26-08-1998 o jornal O Estado do Paraná publicou: “Cidade do Vaticano – 
A iconografia cristã sobre o Paraíso está sendo contestada pelo especialista em
 hebraico Louiz Ginzberg, que argumenta que o fruto proibido teria sido um
 figo, em lugar da maça[...]. Data vênia, como diriam nossos juristas, mas Rumorejando acha que a notícia efetivamente não foi nem é transcendental
 para o futuro da Humanidade. O que foi transcendental foi o fato de terem 
descoberto o sexo, depois de terem comido a fruta seja ela qual seja, caso
 contrário a Humanidade teria terminado apenas com eles. Naturalmente,
 se outras providências não fossem tomadas...

Constatação XIX (De um pseudo-pseudo-soneto [Por que tem três 
estrofes a mais]).

     Futebol

Recua para o goleiro
O excepcional zagueiro
Que chuta a bola em seguida,
Aliviando a tensão da torcida.

A bola cai nos pés de um companheiro
Que a carrega pra frente altaneiro
Recebe o combate do adversário
Claro, durante o seu itinerário.

Com um drible meia-lua,
Tenta alcançar o seu ataque
Um deles chuta e a bola vai pra rua.

Garotos que ali estavam sem entrada
Pra ver de fora algum lance de destaque
Pegaram a bola e iniciaram uma pelada.

Dentro do campo o jogo estava tão ruinzinho
Que as duas torcidas saíram de fininho.
E foram assistir os garotos. Quanto craque!

Constatação XX
E já que falamos no assunto, quantas partidas ruins você assiste,
 prezado leitor, até ver uma que tenha valido a pena? Cartas pelo
 correio eletrônico. Obrigado.

Constatação XXI (De um epitáfio).
Aqui jaz um valente
Que, ironia do destino,
Morreu de tanto batente.