Postagens populares

Pesquisar este blog

Carregando...

sexta-feira, 31 de julho de 2015

BRAZIL JUSTIÇA PPP: "Rico, ultimamente, tem sido preso; pobre, nem falar..."

RUMOREJANDO

PEQUENAS CONSTATAÇÕES, NA FALTA DE MAIORES.
http://rimasprimas.blogspot.com.br/

Constatação I (Quadrinha de seis (Sextinha ou sextilha?) 
que deixa a gente sorumbática).
Foi com muita presteza
Com prestimosidade
Que ela repudiou
Minha atropelada afoiteza
E, de vez, descartou
A minha enaltecida virilidade.
Constatação II
É comum acontecer no futebol que um time ataca todo o tempo,
mas não conseguir fazer o colimado e tão almejado gol. E, pior ainda, 
acaba levando um gol do adversário que foi atacado todo o tempo. 
Os locutores esportivos usam a expressão: “Quem não faz, leva”. 
Já com relação aos deputados e senadores a expressão absolutamente 
não é válida. Em certos países – na maioria deles – eles não fazem e levam. 
Uma nota elevada...
Constatação III
A e-Paraná, antigamente, denominada Rádio Educativa, tem divulgado
 a música brasileira onde, além de autores paranaenses, apresenta os pesos
 pesados de compositores, intérpretes, músicos, apenas citando alguns poucos,
 como Ataulfo Alves, Pixinguinha, Cartola, Dorival Caymmi, Adoniram Barbosa, 
Abel Ferreira, Jacó do Bandolim, Paulinho da Viola, Altamiro Carrilho,
Valdir Azevedo, Noel Rosa, Vadico, Roberto Ribeiro, Silvio Caldas, 
Gonçalves, Orlando Silva, Carlos Galhardo, Chico Buarque de Holanda,
 Sergio Bittencourt, Agostinho dos Santos, Toquinho, Martinho da Vila, 
Gilberto Gil e do lado feminino Maysa, Elizete Cardoso; Dolores Duran, 
Chiquinha Gonzaga, Aracy de Almeida, Bety Carvalho, Alcyone. 
A Rádio e-Paraná, felizmente, ressuscitou a programação de música clássica, 
que havia sido, numa época, praticamente cortada pela estatal emissora. 
Na realidade, era tocada, somente, às 22 horas, o que, para muitos, não
 era suficiente. Ainda mais para àqueles que dormem cedo. Falta, agora,
 retirar os interesses políticos dos governantes que a utilizam como
 propaganda do governo. Tenho expectantemente, dito!
Constatação IV (Profeta do inverso?).
O obcecado
Ficou inicialmente,
Embasbacado,
Encantado
De ser, pela escritora,
Decantado,
Em prosa e verso.
Ela, renomada autora,
No final do texto,
Pra ele, indubitavelmente,
Controverso,
Chamou-o, no contexto,
Sem algum pretexto,
De profeta
Do inverso;
De renomado,
De célebre pateta,
Tão-somente.
Coitado!
Constatação V
Não se pode confundir obcecado com obsessivo, até porque o primeiro
 só pensa naquilo; já o obsessivo é quem persegue os seus objetivos, podendo, eventualmente, serem os mesmos do obcecado, mas não necessariamente.
 Elementar...
Constatação VI (E já que falamos no personagem...)
Sentiu o obcecado
Delas, um descaso.
Passou a ser chamado
De água-morna
E entrou no ocaso,
Num baita ostracismo,
Num baixo astral,
Com a baixa da “moral”
E também num pessimismo
Cabal,
Existencial.
Aí ao consumo de ostras apelou
E de ovos de codorna;
Viagra, cialis e levitra tomou;
Chá de catuaba adotou.
Com o tempo melhorou
Mas nunca, jamais,
O desempenho ficou como os demais
Quando tinha vinte e cinco ou trinta anos
Sem que houvessem ocorrido desenganos
E de ter ficado desapontado.
Coitado!
Constatação VII
Na encruzilhada
Da p. da vida,
Sem melhor saída
Depois de muito pensar,
Ele optou
Com a malvada
Da sogra morar.
Solenemente
Se ferrou.
Acabou
Traumatizado,
Agoniado,
Ulcerado,
Finalmente
Hospitalizado,
Por estar
Esgotado
Tão-somente.
Coitado!
Constatação VIII
Segundo um grande amigo meu, torcedor do Coritiba, quando 
leu no site da Globo“Melhores momentos de Figueirense e Coritiba,
 comentou melancólico: “Creio que foi um engano do site. Aquele jogo 
só teve piores momentos. E para os dois times. Vige!”
Constatação IX
Nos dias de hoje, mais do que nunca, quando se ganha algo de presente,
 depende dos valores envolvidos, não se pode dizer que “cavalo dado não se 
nos dentes”, porque, por exemplo, no caso de presente de empreiteiros, 
pode-se afirmar, sem medo de errar, que aí tem dente de coelho...
Constatação X (De diálogos conjugais eufemisticamente acerbos).
Mulher vociferando: “Você nunca me disse que eu sou inteligente, como
 efetivamente eu sou”.
Marido, calmo: “Você já deve ter percebido, depois de tantos anos de
 convivência, que eu não costumo faltar com a verdade. Tampouco, 
sou um cara hipócrita”.
Mulher, com os olhos faiscantes: 
(Censurado. Rumorejando não possui o hábito de publicar palavrões).
Constatação XI (Teoria da Relatividade para principiantes, 
enaltecedora).
É muito melhor torcer pelo Paraná, mesmo que esteja disputando
 o Campeonato Nacional B do que torcer por qualquer outro time esteja 
onde estiver em qualquer outro lugar do mundo.
Constatação XII
Promessa de político é que nem fantasma. 
Jamais alguém acredita.
Constatação XIII (Quadrinha dedicada aos interesseiros
 e interesseiras).
Casar por interesse só
Precisa ter muita bossa
É entrar num forrobodó*
É uma patifaria da grossa.
* Forrobodó = “confusão, tumulto, balbúrdia; briga” (Houaiss).
Constatação XIV
Tomou
Uma garapa
Com gosto esquisito
E para o vendedor,
Velho conhecido, falou,
Com certo clamor:
“Parece uma zurrapa*
Mas será, ó Benedito?!”
*Zurrapa = “qualquer bebida de mau sabor; de má qualidade, 
de baixa categoria; ordinário (Houaiss).
Constatação XV (Dúvida não necessariamente crucial).
Tentar um diálogo com um cordato é estabelecer um monólogo?
Constatação XVI
Quando o obcecado leu na mídia que viagra e congêneres podem causar 
surdez, do alto de sua sapiência ponderou filosoficamente a sua teoria da 
relatividade: “É melhor ser surdo do que ter disfunção erétil, no caso de
 ser rico; ou broxa, se for pobre”.
 Constatação XVII (Isso, quando deixam o entrevistado falar).
Duas emissoras no nosso país se caracterizam por informações 24 horas
 por dia e também de entrevistas. São a CBN, da Rede Globo, e a Band News, 
do grupo da Rede Bandeirantes. Muitos dos seus entrevistadores misturam as
 estações, quer dizer o tratamento. O entrevistador se dirige ao entrevistado como
 o senhor ou a senhora. E lá pelas tantas: “Eu te pergunto”, ao invés de “Eu lhe pergunto”. Péssimos exemplos para os ouvintes e crime contra o pobre, sofrido e indefeso vernáculo.
Constatação XVIII (Quadrinha endereçada a quem de direito).
Falam mal do meu Paraná
É tudo puro despeito
Melhor que ele não há.
Por favor, mais respeito!
Constatação XIX
Não se pode confundir requintada com requentada, até porque uma comida requintada se for requentada deixa de ser requintada. A mesma
 coisa acontece na política: todo governante que realizou uma razoável 
administração e é reeleito é comparado com uma bebida requentada já 
que no segundo mandato deixa de fazer uma administração requintada
como alguns julgam e apregoam que ele fez no primeiro. Tanto que tornam
 a votar no infeliz, digo em quem nos deixa infeliz. A recíproca não é 
necessariamente verdadeira. Se num relacionamento o cidadão dá uma requentada 
na mulher, que andava meio fria, através de uma viagem para uma praia deserta, daquela que dá pra ficar pelado sem que ninguém veja, ou onde se pratica 
o naturismo, fatalmente deverá advir uma reciclagem no envolvimento, 
tornando a relação, se não requintada, ao menos factível, exequível, possível, praticável, realizável. Para quem não tá lá essas coisas nas finanças, o que neste momento a situação econômica do nosso sofrido país está vivenciando, 
um motel daqueles que, quer se queira ou não, tudo induz a um final feliz poderá 
ajudar a se obter o desiderato almejado e a gente poderá cantar o epinício* 
do dever cumprido...
*Epinício = “hino triunfal; poema ou cântico feito para comemorar uma vitória ou qualquer obra em que se manifesta o regozijo por um acontecimento” (Houaiss).
Constatação XX
Deu certa vez na mídia após um feriadão: “Estradas paulistas têm menos mortes,
 diz PM. Durante os quatro dias de feriado prolongado, São Paulo registra 976 acidentes, com 36 mortos e 539 feridos”. Com esse número de mortes e feridos lamentáveis, fica evidenciado, através da Teoria da Relatividade para principiantes, que a irresponsabilidade dos motoristas, principal causa dos acidentes nas estradas, continua vigendo. Tava na hora de tirar a carteira de Habilitação de muita gente, proibindo que voltem a dirigir, como a nova Lei que acabou de ser implantada.
Constatação XXI (Dúvida não necessariamente crucial, via pseudo-haicai).
Foi a barata
Que disse pro barato:
“Aqui, você é persona non grata”?
Constatação XXII
O lucro do banqueiro é diretamente proporcional à tarifa dos bancos e
 também diretamente proporcional às filas dos usuários porque eles não
contratam funcionários. Portanto, inversamente proporcional ao número 
de atendentes e caixas. E viva “nóis”, quer dizer, eles, os banqueiros.
Constatação XXIII (De informações úteis).
Aviso aos tomadores de chimarrão: Na feira de produtos orgânicos, que se realiza também aos sábados, no Passeio Público, cá em Curitiba, é possível encontrar 
erva-mate cultivada em sistema agro florestal. Não vem com mistura; é farinha,
 digo, erva de outro saco. Respeitosamente recomendo. 
E, claro, outros produtos desse jaez também.

RICOS & POBRES
Constatação I
Rico amealha bens; pobre, dívidas.
Constatação II
Rico, com auxilio de uma máquina de calcular financeira,
faz as contas do que é mais vantajoso: pagar à vista ou, com juros, à prestação; 
pobre não tem opção.
Constatação III
Rico é obliterado* de algum lugar (emprego, colaboração com jornal, etc.); 
pobre, é “ponhado” pra fora.
*Obliterado = 1. fazer desaparecer ou desaparecer pouco a pouco; apagar(-se); 2. fazer sair ou fazer deixar de existir; destruir, eliminar, suprimir (Houaiss).
Constatação IV
Rico é ambíguo; pobre, é atrapalhado.
Constatação V
Rico é eventualmente cordato; pobre é sempre maria-vai-com-as-outras.
Constatação VI
Rico assoma; pobre, invade.
Constatação VII
Rico se apaixona; pobre, se acostuma.
Constatação VIII
Rico fica inadimplente; pobre vai pro Seproc.
Constatação IX
Candidato rico pratica a "captação ilícita de sufrágio", mais conhecido 
por compra de votos; candidato pobre tá ferrado.
Constatação X
Rico, ultimamente, tem sido preso; pobre, nem falar...