Postagens populares

Pesquisar este blog

Carregando...

sexta-feira, 27 de fevereiro de 2015

BRAZIL IMPOSTÔMETRO: IMPOSTO E RETIDO.

PROBLEMA DE EDUCAÇÃO
Resultado de imagem para IMPOSTO DE RENDA CHARGES
www.google.com.br/images. Novamente o LEÃO IR ME PEGOU NA MALHA FINA. Afff

Marina da Silva

Depois de passar muita raiva, pelo menos três vezes, para tentar descobrir o porquê de não ter recebido a restituição do imposto de renda/2013, que de acordo com meus cálculos, era-me devido, deixei a coisa de lado após a eficiente e arrogante explicação da funcionaria da Receita Fazendária.
Munida com um papelzinho que não dizia nada além de “seu imposto está na base” e depois de passar em três filas em dias consecutivos, pus fé nas entradas de 2013 e lá fui eu buscar o meu IR: imposto retido. Passei pela mesma via crucis – lá no fundão, guichê da direita e guichê da esquerda,
Quando o rapaz ia me atender, uns trinta minutos de chá de fila depois, a mulher que parecia dar-lhe treinamento aproximou-se do guichê.
Educadamente o funcionário perguntou-me qual era o meu problema ao que respondi que era justamente isso o que me interessava saber.
Então do meio de nada, assim, a mulher atabalhoadamente me cortou:
_ O que a senhora deseja da Receita? Falou-me ríspida.
_ Receber minha restituição! Devolvi seca para a proprietária do ministério da fazenda, tamanha arrogância e falta de educação.
Ela pegou meu papelzinho, leu e me avisou:
_ Seu imposto está na base. Você caiu na malha fina.
Quase lhe informei que tinha feito o primário, hoje, ensino fundamental e obviamente sabia ler.
_ Isso eu sei. Respondi mais seca ainda. O que eu não sei é o que eu fiz de errado para cair na malha fina.
_ Isso não quer dizer que a senhora fez algo errado!
_ Desculpe-me! Contei até dez antes de pular no pescoço dela. Eu quero saber qual o problema da declaração...
Ela não me deixou completar e me fez sentir uma empaca-fila.
_ Pode não ter nada de errado!
_ Mas então porque caí na malha do governo?
Ela fez um ar de entojo e não me respondeu.
_ O que eu faço? É só o que quero saber! Minha paciência já tinha ido pro saco! Quando vou ver o meu dinheiro? Insisti.
_ O governo tem até cinco anos para lhe devolver!
_ Cinco anos? Pensei incrédula. Essa aí só pode estar me tirando, fazendo hora comigo! Mas não. Outro número foi chamado e fim de papo.
Então veio 2006 inteirinho e lá ficou retida a minha segunda restituição.
_ Só pode ser o Benedito!
Novembro 2013, primeiro dia de férias, fui novamente dar plantão na Receita e resolver de vez essa pendenga.
Antes de sair, suco de maracujá, meio Lexotan e uma colher de maracujina. Passei longe das facas de cozinha ou qualquer troço inflamável ou explosivo. Sabe-se lá o que espera a gente nessas receitas da vida...
_ Eu quero os recibos das duas declarações.  O garoto além de educado, muito bonito. Pode sentar-se senhorita!
Ganhei o dia! Ele tem uns dezoito?!
_ Suas restituições estão na base!
_ No-vi-da-de! Manda outra! Só em pensamento.
_ Retire uma senha para o guichê deste lado _ o mesmo da dona do mundo _ e a senhorita vai obter os dados que precisa. Decorado, mas educadíssimo!
_ Obrigada. E _ voltei-me para ele_ obrigada pelo senhorita. Ele sorriu. Vai ficar um homem lindo...
Entro na fila, espero meus vinte minutos, recebo uma folha informando-me que meu problema é educação e devo comparecer no PMF – plantão da malha fina, no segundo andar, o fino trato da malha por especialistas.
_ Jesus seja louvado! Adeus térreo e venha o segundo andar!
_ Mas não adianta a senhora ir lá agora não, pois as senhas são distribuídas pela manhã, umas noventa, e acabam rapidinho!
_ Tem que dormir na fila? Perguntei desolada.
A moça sorriu um talvez sim.
_Ah, quer saber _ falei comigo _ em 2014 eu mexo com isso!

Ps: virou rotina cair na malha fina. Também com este nome Marina da Silva. Affff. Só que hoje não me preocupo com devolução porque descobri QUE A SUPER RECEITA CORRIGE COM ÍNDICE SUPERIOR AO DA POUPANÇA! Que a malha fina me renda uns bons trocados!