Postagens populares

Pesquisar este blog

Carregando...

sexta-feira, 29 de janeiro de 2016

A CURIOSIDADE MATOU...O GATO!

CONVERSA ALHEIA
Resultado de imagem para ouvir conversa alheia é crime
www.google.com.br/images. É crime!
Sérgio Antunes de Freitas

Todos condenam aqueles que ouvem as conversas alheias!
Mas não sabem que muitos desses curiosos são, na verdade, vítimas dos conversadores sem coração.
A vítima clássica é o ascensorista que, muitas vezes, fica sem saber o desfecho de um caso de suspense, porque, no clímax, quem conta a história desce do veículo.
Eu fui uma dessas vítimas, ainda que involuntariamente.
Estava me abrigando da chuva, embaixo de uma marquise pública, quando chegou um sujeito já falando ao celular. Dizia:
- Sim, o Auro, a Cristina, o Pedro, o Donizete...
(Deve ser um grupo de amigos, talvez na combinação de um encontro – pensei.)
- Hoje de manhã, eu estive com o Marcos, o Silveirinha e o Glauco. Até falamos sobre a Maria da Penha!
(Reunião de trabalho?)
- Estavam juntos, o Ari, o Meirinho e, como é mesmo o nome dele? Ah, o Ribamar!
(Tá bom, mas o que vocês vão fazer?)
- Exatamente! E também com o Levi, a Abigail, o Clóvis, Marzagão, aquela turma, sabe?
(Pombas! Esse sujeito conhece todo mundo do universo!)
- Também, também, o Tonico e o …
(Tinoco...)
- … Andrelino.
(Errei!)
- Tem também o Cosme eu o …
(Nessa, eu não caio de novo!)
- … o Damião. Lembra dos dois baixinhos que não se largavam?
(Não é o meu dia!)
- E o Deuclídio?
(Ôpa! Esse eu conheço. Não deve existir dois Deuclídios no Brasil!)
- Morreu do quê?
(Pombas! Lá vai minha chance de descobrir a conversa!)
- Não. Ninguém me avisou e olha que eu estive com a Jurandi, o Fausto, a Naiara e a Toninha na semana passada.
(Bem, o de cujus pode ser um mote para eu perguntar ao conversador sobre o falecimento do amigo em comum e puxar conversa, para descobrir do que se trata!)
- Claro, claro! O Antônio Pedro, a Fátima e a Marieusa.
( Esse sujeito vai quebrar as próprias finanças com essa conversa de meia hora ao celular)
- Ah! E o Tertuliano!
(Já ia esquecendo o Terto, heim?)
- O Genaro, o Leco e a Terezinha.
(Eles devem ser gestores da lista telefônica.)
- É só falar com o Miziara, que ele entra em contato com a Ceci, a Verusca, a Manuela e o Tarcísio.
De repente, a chuva amainou e o sujeito saiu correndo para o estacionamento. Sem pode correr atrás dele, eu fiquei sem saber o teor da interlocução.
Um desconhecido, que também estava passando o sufoco da curiosidade, virou-se para mim e disse com um olhar de cumplicidade:
- Ele estava brincado de multidão, né?

Sérgio Antunes de Freitas
25 de janeiro de 2016