Postagens populares

Pesquisar este blog

Carregando...

quarta-feira, 13 de janeiro de 2016

BRAZIL:PEQUENAS CONSTATAÇÕES, NA FALTA DE MAIORES.

RUMOREJANDO

http://rimasprimas.blogspot.com.br/
PEQUENAS CONSTATAÇÕES, NA FALTA DE MAIORES.
Constatação I (De uma dúvida crucial).
Sirigaita é o siri que toca acordeom e/ou bandônion?

Constatação II (Ah, esse nosso vernáculo).
Eu não sabia se o sabiá sabia se a sabiá sabia, ou não sabia, “assobiá”.

Constatação III (Cultura Geral).
Deu na mídia: Batman X Superman; Capitão América X Homem
 de Ferro. Eles se enfrentam em 2016 no cinema. Portanto, pode-se
 ter esperança de um confronto entre o Príncipe Submarino contra o
 Tocha Humana e/ou o Centelha. Vale lembrar aos leitores de Gibi
 que nas Razões e Proporções Matemáticas que o Tocha Humana
 está para o Centelha, assim como Batman está para o Robin. Bem, 
tomara que não sobre para a gente.

Constatação IV (Dúvida crucial, via pseudo-haicai).
De hora em hora
O saudoso
Rememora?

Constatação V
Deu na mídia: “Temer age para não perder comando do PMDB
 na Câmara”. Taí uma notícia de transcendental importância para
o futuro da Humanidade. Vige!

Constatação VI
Quem autorizou as mudanças nas tomadas elétricas deveria estar
 na cadeia
 com prisão perpetua.

Constatação VII
Não se pode confundir dragoa, que, segundo o dicionário Houaiss,
 é o feminino de dragão com dragona que, segundo o dicionário Aurélio,
é “Substantivo feminino.
1. Galão, com franjas ou sem elas, ou peça de metal amarelo, que os
 militares usam no ombro, como distintivo”, até por que nunca alguém
viu um dragão, ou uma dragoa, e muito menos, usando uma dragona.

Constatação VIII (Aparentemente paradoxal).
Há pessoas que para se sentirem feliz elas têm que estar ou, pelo menos, 
aparentar que estão infelizes, na tentativa de compartilhar
 sua – delas – infelicidade.

Constatação IX
E como justificativa o obcecado o seu proceder de ter várias amantes, 
retendendo mostrar, inclusive, cultura na alocução:
 “Elas são todas muito meigas. São antípodas da minha mulher”.

Constatação X
Não se pode nem deve confundir menina-moça com menina-dos-olhos
muito embora tenha muita menina-moça que é uma menina-dos-olhos
 para todos, exceto para as invejosas. Vige!

Constatação XI
Era um cara tão implicante, tão implicante, mas tão implicante que se
 acontecia de elogiar alguém a proporção já tinha alcançado os píncaros
 de até fazer parte do Livro Guinness de Recordes de 1:1000. Vige!

Constatação XII
E como comentava o velhinho para os seus amigos, também velhinhos: 
“A próstata é, maldosamente, a responsável e a irresponsável pela
 interrupção do sono e dos sonhos”.

Constatação XIII
Não se pode confundir vincar com fincar, até por que, como, aonde
 e o quê se fincar, corre-se o risco de deixar uma preocupação em pessoas 
que até podem chegar a vincar, como a testa, por exemplo, em pessoas
 notoriamente cismáticas e/ou incrédulas.

Constatação XIV
No filme Um coração no Inverno, o personagem do ator Daniel Auteil
 fica impassível, imperturbável, refratário às investidas amorosas da
 personagem, interpretada por Emmanuelle Beart. O enredo suscitou 
do obcecado uma indignação tal que ele comentou o seguinte numa
 roda com os amigos: “Se eu cruzasse com esse cara, eu daria uma 
bordoada nele. Onde já se viu não atender a pobre da moça. Vige!”

Constatação XV
O livre arbítrio, o dogma e outros conceitos explicados e/ou estabelecidos
pelas religiões judaicas e cristãs devem ter sido adotados para justificar
 certos fatos e procedimentos inexplicáveis à luz da razão. Data vênia, 
como dizem os nossos juristas, mas para este assim chamado escriba tais
 respostas não deixam de parecer a solução mais simples de algo questionável 
 que é algo ainda sujeito a chuvas e trovoadas e, com perdão dos que
 creem, esdruxulo.

Constatação XVI (Falando da frágil paz ou dos preparativos
 das guerras).
Os tratados
Antes solidificados,
Foram abandonados,
Mal falados,
Vilipendiados,
E acabaram liquidificados.

Constatação XVII (Meio ambiente).
Dizia o jardineiro,
Poetando:
“O pinheiro
Solta grimpas*
Supimpas;
Solta pinhão
Que é uma obra-prima
De formatação
Da mãe natureza
Ou Daquele lá de cima.
Com toda a certeza,
Foi gerado com poesia
Com rima
Que, nos campos,
Naquela era
Havia
Outra atmosfera:
Pirilampos
Piscando;
Sapos coaxando;
Corujas crocitando;
Cigarras cantando;
Grilos
Com seus estrilos.
É, tudo isso,
Toda essa cena,
Algum dia,
Ainda se via.
Pena!
*Grimpa = Ramo do pinheiro.

Constatação XVIII
A frequência
Naquele bar
É uma indecência,
Disse a solteirona,
Sentada na poltrona,
Olhando pela janela
Do quarto dela.
Só tem homem acompanhado,
Com cara de enfastiado,
Que comigo não daria par.

Constatação XIX (Tragédia do cotidiano).
Com o passar do tempo, com o avanço cronológico da idade,
 os cônjuges continuaram a dormir na cama de casal. Mas havia 
como uma espécie de muro de Berlim virtual no meio do assim 
chamado leito nupcial: Ele nem, ao menos, chegava a passar a
mão na abundância dela; ela nem chegava a roçar no seu maior
patrimônio. Coitados!

Constatação XX
Desacato a uma autoridade é quando você não chama:
-Um juiz de meritíssimo;
-Um reitor de magnífico;
-Um cardeal, ou bispo de reverendíssimo;
-Um deputado ou senador de Vossa Excelência, ao invés de
 nominar, como os franceses, que se reportam a todos os cidadãos,
sem distinção, de senhor e senhora.

Constatação XXI
Estava num baita dilema,
Sem dúvida um problema,
Queria provar por teorema,
Sem ser apelativo,
Se uma prevaricação
Ajudaria
A reciclar a libido, ou não
O que seria,
Em caso positivo,
Uma excelente solução.

Constatação XXII (Poeminha atrapalhado, aloprado sem muito
 pé e muito menos cabeça).
Constrito,
Depois de ouvir
Um grito
Sair
Da boca do lobo
Ou da boca-de-lobo
Já nem me lembro mais
Ando esquecido demais
Confuso,
Meio bobo,
Obtuso
Será que é o fuso?
Ou o horário de verão
Puxa! Que confusão
Vou ficar é calado
Antes que eu seja internado
Em vários asilos,
Por causa dos meus grilos,
Sem
Que alguém
Tenha pena de mim.
Fim.

Constatação XXIII
E como dizia a solteirona – nada a ver com a outra solteirona, 
citada acima – para uma terceira solteirona, sua amiga: 
“O carnaval está se aproximando. Aguardemos, pois, a indecência 
da profusão de bundas e seios que estarão à mostra. E, com toda
 a certeza, para que nenhum obcecado botar defeito. Vige!”

Constatação XXIV
Um dos exemplos de humanismo, amizade e paixões do povo
 italiano é o que se pode encontrar nos livros do escritor
 Giovanni Guareschi, principalmente naqueles cujos personagens
 principais são o padre Dom Camilo e o comunista Peppone.
 Leitura obrigatória, como diriam os críticos.

Constatação XXV (De dúvidas cruciais).
Foi o concerto para a mão esquerda, de Maurice Ravel, que foi
 vetado pelos políticos da assim chamada Direita? E foi durante 
a execução de Os pinheiros de Roma, de Ottorino Respighi, que
 caíram umas grimpas na cabeça do regente? E, mais ainda,
 foi naValsa das flores, de Piotr Ilich Tchaikovsky que a rosa
 brigou com o cravo, debaixo de uma sacada?

Constatação XXVI (De uma dúvida crucial via pseudo-haicai).
Mudança de atitude
Da regra do jogo, durante
O seu transcurso, é ilicitude?

Constatação XXVII
Foi a polva que, no bem-bom, disse pro polvo:
“Bem, isso de agora passar um dos tentáculos
Na minha bun, digo, nuca, depois eu resolvo”?

Constatação XXVIII
Foi o caminhante,
Seguindo a trilha,
Que, de repente,
Apareceu
Numa ilha
E nada mais entendeu?

Constatação XXIX (Ah, esse nosso vernáculo).
O rei quando estava sentado no trono lhe deu vontade de sentar 
no trono e com voz tronante pediu licença à corte e saiu correndo
 numa velocidade de um mésotron.

Constatação XXX
Ela clareou os dentes como soe acontecer com os atores e atrizes globais.
 No entanto, ela era por natureza azeda, digna de se candidatar a um 
concurso de Miss Azedume. Jamais, em tempo algum, se permitia um
 simples sorriso. Quando muito, um amarelo. Rir, então, nem pensar.
 Quando lhe perguntavam por que nunca ria, até para mostrar os dentes
 clareados, ela respondia que sim. Que ela ria. Mas, por dentro.

Constatação XXXI
Há vários tipos de surra que a gente leva na vida. Mormente àquelas antes das novas leis vigentes no país que em criança não se pode bater. As físicas e as psíquicas. As físicas, por exemplo, se enquadram naquelas de chinelo e/ou tapa na poupança, como castigo de uma traquinagem e/ou maldade feita. A da professora que dava “bolo” que consistia em bater coma régua na palma da mão se a gente não houvesse feito a lição. Ainda pode-se citar o trote – alguns violentos – e o malfadado bullying que também deixa sequelas para o resto da vida. A do leão de chácara, normalmente um cara duplamente quadrado. Explica-se: por burrice e por medir 2m x 2m, ou seja 2 metros de altura por 2 metros de largura que acha que você não está se comportando devidamente ou em outros locais similares, mas condenáveis pela moral da vizinhança.
Com relação às psíquicas, pode-se citar:
A do chato que quer te doutrinar, fazer proselitismo, convencer de algo seja no futebol, na religião ou na política e, pior, não te dando chance de você se esgueirar, tendo em vista que não põe ponto, vírgula ou ponto e vírgula na sua enfadonha peroração;
A do vizinho que trata mal o piano e do adolescente que instalou na garagem da sua casa um jogo de bateria e tenta acompanhar uma música que colocou no equipamento de som na altura de decibéis que em país desenvolvido daria cadeia;
Da maioria dos programas da televisão;
De certos locutores e comentaristas esportivos;
Do técnico de futebol que tenta explicar, tergiversando, por que o seu time foi derrotado;
Do vendedor que quer te empurrar um produto, o qual você absoluta e definitivamente não está interessado. 
(Continua indefinidamente...)

RICOS & POBRES
Constatação I
Rico cria expectativa; pobre se atrasa.
Constatação II
Rico é colaborador, pobre delator (Colaboração de Marina da Silva 
“Juca estava assistindo "Entre aspas" sobre a medida provisória da
corrupção e me lembrei de Pobres e Ricos para o ministro que
 defendia a medida. Rico é colaborador, pobre delator
 (o ministro chama delação premiada de colaboração e lei anticorrupção
 de lei da empresa livre).
Constatação III
Rico dá conselho; pobre, é palpiteiro.
Constatação IV
Rico sensualiza; pobre é pervertido.
Constatação V
Rico tem coluna; pobre, espinha.