Postagens populares

Pesquisar este blog

Carregando...

quinta-feira, 21 de janeiro de 2016

BRAZIL: JOSÉ ZOKNER E RIMAS PRIMAS

RUMOREJANDO

Minha foto
http://rimasprimas.blogspot.com.br/
PEQUENAS CONSTATAÇÕES, NA FALTA DE MAIORES.
Constatação I (De uma dúvida não necessariamente crucial).
Para quem é prepotente, pedir desculpas significa ter dobrado a coluna?
Constatação II
Não só o Brasil inteiro fica triste, compungido, macambúzio, infeliz com
 uma eventual derrota, preferencialmente acachapante, da Argentina.
 A América Latina inteira também.
Constatação III
Da Wikipédia: “Economista inglês Thomas Malthus elaborou uma teoria
 que afirmava que a população iria crescer tanto que seria impossível
 produzir alimentos suficientes para alimentar o grande número de pessoas
 no planeta. Dentre suas obras, a principal foi o Princípio da População. 
Para Malthus, a produção de alimentos crescia de forma aritmética,
 enquanto o crescimento populacional crescia de forma geométrica. 
Para ele, o mundo deveria sim ter doenças, guerras, epidemias, ele 
também propôs uma política de controle de natalidade para que houvesse
 um equilíbrio entre produção de alimentos e população”.
De Rumorejando: Em certos povos há controle de natalidade, há doenças,
 epidemias. Quanto a guerras, estas jamais cessaram no mundo. 
A produção de alimentos seria suficiente se não houvesse desperdício 
e não houvesse distorção da renda. E políticos, claro.
Constatação IV (Anúncio não obrigatoriamente da assim 
chamada Oposição que se finge de vestal, mas que também 
tem culpa em cartório).
Aguarde breve neste país novo escândalo com novas personagens.
Constatação V
Os caixas eletrônicos facilitam a vida das pessoas. Às vezes, para alguns, 
há que se ter um pouco mais de trabalho a fim de explodi-los.
Constatação VI
A lipoaspiração continua fazendo vítimas. Da violência, nem falar...
Constatação VII (De uma falácia comparativa).
E já que estão chegando os Jogos Olímpicos no Rio de Janeiro, vale lembrar
 como ficou tão claro, tão óbvio, tão axiomático quando o americano 
Jesse Owens desmistificou, em 1936, nos Jogos Olímpicos, na Alemanha, a inferioridade da raça negra e a superioridade da raça ariana como Hitler
 apregoava elas serem, também naquele evento.
Constatação VIII
Postura
Com os políticos?
Sejamos analíticos:
Merecem compostura.
O que a mídia mostra
E pouco acentua
De falcatrua
É só uma pequena amostra.
As demais, caro leitor,
Conclua:
Quase ninguém
Se abstém.
É um pavor.
Constatação IX
Olhar no espelho, eu evito.
O meu grau de intolerância
Está beirando o infinito.
Constatação X
Plantava flores no seu jardim para ver borboletas, abelhas e besouros 
volutearem em torno delas. Queria aprender a voar. Real e efetivamente.
 Nada a ver com os seus sonhos...
Constatação XI
“Você é uma mulher
Ou uma ratazana”,
Disse a mãe pra filha
“Dê um chega pra cá
E não para lá
Naquele banana.
Pois é o que ele quer.
Com isso você não se humilha.
Bote uma roupa bem decotada
Que ele virá
Que nem louco pra essa empreitada”.
Constatação XII
Eu fiquei mudo
Quando, de despedida,
A fingida
Me deu um abraço
E disse: “Como na canção,
Eu descrente de tudo
Só me resta o cansaço.
Quer saber,
Não sou seu palhaço.
Vá lamber
Sabão”.
Constatação XIII
Esse que você chama,
Que você proclama
De seu preclaro amigo,
Que é cioso
Com seu próprio umbigo,
É um mafioso,
Um mentiroso
Que eu sempre desdigo.
Constatação XIV
Na Câmara Federal, aquele deputado era duplamente comissionado:
 Fazia parte de uma comissão e eventualmente ganhava a dita cuja
 por batalhar e conseguir a aprovação de algum negócio para si, 
para os parentes e amigos.
Constatação XV
Não se pode confundir característica com casuística, muito embora 
em certos países acaracterística do seu povo não seja uma questão
 casuística. É falta de ética, moral e outras “cositas” desse jaez.
Constatação XVI (De conselhos úteis).
Não queira transferir para outrem as tuas verdades só porque você
 as considera incontestes. Elas podem ter se revelado, no passado,
 deslavadas mentiras. Analogamente, no presente e no futuro. De nada!
Constatação XVII
O retruca só retruca o seu superior quando este permite que ele seja o
 quarto jogador de um jogo de truco e esteja jogando contra ele. Em
 outros casos será considerado indisciplinado e poderá até pegar uma 
cana por insubordinação.
Constatação XVIII
O religioso lia uma parábola; o professor de geometria analítica explicava
 aos alunos a equação da parábola; no campo de futebol, um jogador de
 futebol batia um escanteio e a bola descrevia uma parábola. Por outro lado
 (qual lado?), os planetas do sistema solar descreviam órbitas elípticas. 
No interior dos corpos moléculas, átomos, mésons, prótons e nêutrons
 não ficavam atrás. A hipérbole, sem tanta notoriedade, sofria, quase
 morrendo de inveja. Coitada!
Constatação XIX (Uma historieta).
Tão logo se formou em Direito, o jovem abriu um escritório na sua pacata 
cidade natal. Criou um slogan, usando o que lhe foi aconselhado por
entendidos no assunto que era o seguinte: O Defensor das Causas Justas.
 Como gostava de se vestir com terno e gravata como é de praxe o
 uso de tal indumentária pelos advogados, usando as calças dos 
ternos bem justas, como era moda na cidade onde estudou e se formou,
 o povo logo passou a chamá-lo do Defensor das Causas Justas e das 
Calças Justas. Nos dois primeiros casos que interveio não foi feliz 
e o pessoal, maldosamente, sem que ele soubesse, passou a 
cognominá-lo de Defensor das Causas Perdidas. Era um sujeito com
 boa estampa e não faltou que as mulheres passassem a olhá-lo com
 interesse, tanto como bom partido para casamento – um doutor! 
– como um amante. Certa vez, estando na cama com uma senhora
 casada, eis que o marido aponta com o seu carro, mais cedo do que
 de costume, no portão para entrar com o carro na garagem que ficava
 nos fundos. “Vou me esconder no guarda-roupa”, ele disse todo aflito.
 “Não. Tá muito batido esse esquema. Pule a janela do quarto e saia 
pelo portão pra rua, pois ele costuma entrar pela cozinha, enquanto
 eu escondo tuas roupas”. E assim ele fez. Não faltou quem o visse
 sem as calças se esgueirando pela rua para chegar num terreno
 baldio com o mato cerrado para esperar que a cidade adormecesse
 para chegar a sua casa. Aí, sucedeu uma nova mudança no 
slogan-apodo: Defensor das Causas e das Calças Perdidas. Coitado!
Constatação XX
Segundo comentário de um amigo que trabalhou no Japão, o marido,
 quando chega tarde a casa, não leva bronca da mulher até por que 
o regime, de modo geral, é patriarcal independente de ela ter sido
 gueixa ou coisas afins. A exceção à regra, à semelhança de certos
 países e lugares é ele ser recebido qual um ‘tsunami’, pororoca
 e coisas afins... Vige!
Constatação XXI (De diálogos esclarecedores).
-Aonde que vocês almoçaram?
-Num restaurante vegetariano.
-Estava boa a comida?
-Estava.
-Era bufê?
-Era.
-E cobravam por quilo?
-Não. Podia comer a vontade.
-E tinha muita gente?
-Quando a gente chegou, não. Mas quando fui me servir pela sétima 
vez, aí já estava...
-Ainda bem! Sétima vez, você falou?
-Sim. Por que está perguntando?
-Nada, não. É só para ver se eu tinha ou não entendido direito.
-Ah, bom...
Constatação XXII
Vai começar o campeonato estadual
Aonde meu Paraná vai se apresentar
Torço para que ele não se dê mal
E alguma vez ou outra também ganhar.
Constatação XXIII
E já que citamos o nome Wanderley, logo abaixo, vale lembrar o que
 ocorreu com este assim chamado escriba com relação ao amigo 
Wanderlei Silva, o lutador, que durante certo tempo nadou numa 
escola de natação também por mim frequentada. Nunca deixei de dizer, 
ao cruzar com ele, que havia batido na bunda de cara mais forte do 
que ele. Wanderlei ria e me ameaçava arrancar minha barba, mas
 isso já é outra história. Visitando a minha filha que mora nos 
Estados Unidos resolvi estender a visita para Quebec, a fim de 
visitar um grande amigo haitiano e sua mulher chinesa que lá vivem. 
Ao retornar aos Estados Unidos, após uma semana no Canada, 
o policial que me atendia, olhando meu passaporte, solicitou um
 papel que eu teria de ter preenchido. Contestei que no avião só me
 deram outro de determinar cor. Quando o policial constatou que eu 
era de Curitiba, ele me perguntou se eu conhecia Wanderlei Silva. 
Aí, contei que tínhamos sido colegas de natação e a história das 
ameaças recíprocas. Daí, em diante, o policial pediu ao seu colega 
para me acompanhar até determinado local onde havia o documento 
a ser por mim preenchido. Os comentários que o policial fez a 
Wanderlei foram extremamente laudatórios, revelando o quanto
 ele era seu admirador. Ao nos despedirmos ele fez questão de me 
acompanhar até a saída, fazendo questão de carregar a pequena
 valise que eu portava. Até hoje não cruzei mais com o amigo
 Wanderlei para poder relatar a ele todos esses fatos. Se alguém
 puder me ajudar a encontrar suas coordenadas ou transmitir 
o acima escrito agradeço, desde já, a gentileza.
RICOS & POBRES
Constatação I
Rico fica circunspecto; pobre não abre a boca.
Constatação II
Rico disserta sobre assuntos relevantes; pobre fala abobrinha.
Constatação III
Rico tem adversários; pobre, inimigos.
Constatação IV
Rico é empreendedor; pobre, é batoteiro.
Constatação V
Rico semeia uma rosa, dos ventos, e colhe uma brisa de pétalas; 
pobre, semeia uma rosa, dos ventos, e colhe uma tempestade de espinhos.
Constatação VI
Pobre dá nome para o filho com letras incomuns, como, por exemplo,
 Wanderley assim mesmo com W e Y, ao invés de com V e I; 
rico não usa o nome Wanderley por achar que é nome de pobre...
Constatação VII
Rico se fecha em copas; milionário em ouros; classe média, em espadas; 
pobre, em paus.
Constatação VIII
Obcecado rico diz para a gata que hesita em acompanhá-lo ao motel:
 “A oportunidade é careca”; obcecado pobre, educado, diz para a 
vizinha de barraco que hesita em atender o convite de visitá-lo no 
seu: “Relação amorosa adiada, é relação amorosa perdida”.
Comentário de Rumorejando: “Será que foi mesmo relação
 amorosa que ele disse? Realmente, se foi, não é um cara 
educado, mas, sim, educadíssimo”.
Constatação IX
Rico tem priapismo*; pobre brochura.
* Priapismo = Excitação sexual excessiva (Aurélio).
Constatação X
Rico ri à-toa; pobre ri, colocando a mão na boca para que
não vejam que é banguela.