Postagens populares

Pesquisar este blog

Carregando...

quarta-feira, 30 de abril de 2014

BRAZIL:Rimas Primas - José Zokner (Juca)



RUMOREJANDO

PEQUENAS CONSTATAÇÕES, NA FALTA DE MAIORES.
Constatação I
A atitude de Daniel Alves, ao comer a banana que foi jogada pelos torcedores do Villarreal e a sua afirmação de que “é preciso rir dos retardados” foi um tapa de luva de pelica na cara dos racistas não só da Espanha como de todas as partes do mundo. Foi um gesto inusitado que, data vênia, como diriam nossos juristas, este assim chamado escriba acha que deverá entrar para a história. A afirmação do técnico Pep Guardiola, um cara que é de um vedetismo incomensurável, de que foi um “gesto estúpido” e de que “com educação nós podemos curar isso”, demonstra uma necessidade de aparecer e fazer média perante seus conterrâneos espanhóis. É factível educar certas pessoas que compõe a Humanidade? Antes que eu me esqueça, o Pep Guardiola que vá junto com os racistas para os quintos do inferno. Como o leitor poderá constatar, Rumorejando, a semelhança da atitude do Daniel Alves, está se comportando de maneira educada e respeitosa, não mandando os racistas e o consagrado técnico à pqp. Tenho educadamente dito!
Constatação II
Não se pode confundir legado, que o dicionário Houaiss dá, como entre outras definições, “disposição de última vontade pela qual o testador deixa a alguém um valor fixado ou uma ou mais coisas determinadas” com delegado, até porque se forem vários herdeiros poderá ocorrer, como é praxe nesses casos, brigas de tais intensidades que acabem de ter que contar com a interferência de um delegado. De polícia, é claro!
Constatação IV 
E como elucubrava aquele filósofo de bar depois de ingerir uma e outras: “A gente não é tão burro como supõe não ser e tampouco tão inteligente como a gente supõe ser”.
Constatação V (Colaboração do grande Amigo maringaense Edson Ferreira dos Santos).
Não se deve confundir "Barbatimão", que é uma planta medicinal, com baba Timão, (Meu Corinthians), que no segundo caso ficou fora da disputa final do campeonato paulista e começou mal o Campeonato Brasileiro, babando pelo titulo. (Meu também, Edson, mano velho. [ ]’s Juca).
Constatação VI
Quando um jogador de futebol anuncia que vai se aposentar da seleção será que ele tomou como parâmetro o caso dos deputados que pedem demissão quando sentem que serão cassados e, com isso, poder usar dessa imoralidade de se candidatarem novamente, já que zera, para eles, a patifaria cometida? Quem souber a resposta, por favor, comentários no blog. Obrigado.
Constatação VII (Coisas difíceis de entender. Quem entender, por favor, comentários no blog. Obrigado).
-Por que será que os supermercados não convencionam entre si que a colocação das mercadorias deveriam ser sempre na mesma posição?
-Por que será que uma determinada medida em determinado município que apresenta excelente resultado, não é acampado por todos os demais do país?
-Por que será que a mídia não é imparcial?
-Por que será que o trote, entre militares, estudantes, etc. não é proibido em todos os lugares? E a fiscalização para impedir a farra do boi, a briga de galo e por aí afora?
-O que será que pensa uma pessoa física e/ou jurídica quando falsifica um remédio e o coloca no mercado, pondo em risco a vida de pessoas?
-E o que será que pensa do seu cargo um ministro ou secretário da Saúde que faz, como seus antecessores, as pessoas ficarem numa fila, desde a madrugada para pegar uma senha, com um atendimento marcado para uma data de longo prazo? E enquanto isso, como é que fica a saúde do doente? E as vagas em hospitais? E as faltas de UTI’s?
-Por que será que as entidades financeiras, como bancos e outras te afirmam que vão creditar na tua conta um determinado valor, proveniente de algum crédito, até determinada data e não o fazem? E por que um banco, em nosso país, precisa ter um lucro tal que dobre o seu capital em um ano? Por que banco não paga imposto de renda compatível com o seu lucro pornográfico?
-Como pagar a dívida do país que já chegou na casa do trilhão de dólares? E quem vai ter que pagá-la?
Constatação VIII (Colaboração antiga do grande Amigo Renato Emilio Coimbra, lamentavelmente já falecido).
Você já viu?
-Um japonês pedindo esmolas?
-Um deputado honesto depois de eleito? (antes, todos são...)
-Um médico com letra legível?
-Um craque de futebol não casar com loura?
-Um advogado cumprir o juramento de falar toda e somente a verdade?
-Um médico dizer ao cliente que o tratamento anterior com outro médico estava correto?
-Um dentista, idem?
-Um político cumprir todas as promessas de campanha?
-Um político dar a mão, beijar e abraçar os pobres após a eleição?
-Um político apresentar um projeto que não o recompense com $$$$ ou votos?
Constatação IX (De um pseudo-soneto).

 Há males que vem para o bem. O bem-bom.

Ela me enxotou, me expulsou
Do ninho de amor do seu barraco
-“Você é adepto da pinga e de Baco
E toda a minha adega você secou”.

Achei que eu havia feito um grande favor
De tomar o vinho. Aquele de garrafão
Que produz no fígado estrago e muita dor
E ela: “Melhor que o francês de tão bom”.

Saí numa boa sem bronca e sem bater a porta,
Pois já estava de olho numa recém-nova ricaça
Que me havia convidado para ver sua horta. 

Antes, ela fez questão de mostrar o dormitório.
E como a vida da gente é muito curta e escassa
Achei o convite amável, gentil e assaz laudatório.
..

Constatação X (De outro pseudo-soneto).

               Aula de Física

Para driblar a minha frequente solidão
E o vazio que eu sempre sinto no coração
Arrumei um amor daqueles sem ilusão
Mesmo que se tratasse de uma mera paixão.

Porém a parte pudenda ficou sem reação
Diante da viva nudez daquele mulherão
Aí eu fiquei totalmente estático sem ação.
A Terceira Lei de Newton até no bem-bom?

Seria também a Primeira Lei, a inercial, ou não?
Ou talvez a Segunda Lei = massa x aceleração?
O fato que o caso, gravíssimo, me deixou na mão.

Pedi pra a mina o seu beneplácito, o seu perdão.
E que ela tivesse paciência, calma e resignação,
Que na próxima vez eu melhoraria minha atuação.

Constatação XI
Não se pode confundir bairro com barro, muito embora, dependendo do prefeito, que tenha seu interesse desviado de suas funções e obrigações, deixa o bairro sem receber pavimentação seja asfáltica ou de qualquer outro material, a fim de que a rua não represente perigo de escorregões, quedas dos pedestres ou de carros se atolarem no mencionado barro.
Constatação XII (Quadrinha que pode ser recitada por pessoas de provecta idade, cuja única vantagem, naquela altura da vida, é ter atendimento especial na fila dos bancos, juntamente com mulheres grávidas e outras mais pessoas).
Brochura é o símbolo da decadência humana,
Mormente se ocorre amiúde ou toda semana.
Quando acontece não dá para dizer Hosana*.
Tampouco apregoar por aí que é algo bacana.

*Hosana = n substantivo masculino
1. Rubrica: liturgia católica.
Hino de ação de graças, especialmente aquele cantado nas cerimônias católicas no domingo de Ramos.
2. Rubrica: liturgia católica.
Ramo que os fiéis levam para benzer no domingo de Ramos
3. Rubrica: música.
Composição ou cântico sobre esta seção do texto do Benedictus e do Sanctus
4. Derivação: por extensão de sentido.
Saudação jubilosa, aclamação ou cântico de louvor
Interjeição 
5. Exclamação de alegria, de triunfo; salve (Houaiss).
Constatação XIII (Quadrinha dedicada para quem não tem determinados hábitos).
O sujeito era considerado o rei do empirismo.
Nunca havia lido um livro sequer na p da vida.
Suas perorações e divagações eivadas de achismo.
E a participação nos papos de maneira intrometida.
Constatação XIV (Quadrinha que me foi enviada por um obcecado, que me pediu anonimato, utilizada em suas abordagens e que, segundo ele, com uma estatística de quase 100% de sucesso).
“Se você viesse pra cama comigo
Eu poderia morrer muito feliz.
Seria uma morte gloriosa, te digo
Como eu sonhei e sempre quis”.
Constatação XV (Quadrinha, também utilizando o, digamos, sufixo em ão, para ser recitada por todos os habitantes do nosso país, principalmente logo após o hino nacional que acertadamente é executado antes das partidas de futebol, muito embora, na maioria dos lugares sem a respectiva letra o que, se introduzida, ajudaria a gente decorar, uma vez por todas, o nosso hino).
O que chama da nossa abandonada gente a atenção
A inconsciência dos governos para a Educação,
Também para a Saúde que está uma negação
E a Segurança que não assegura a população.
Constatação XVI (Quadrinha para ser recitada para si mesmo quando for o caso de se sentir frustrado por uma peremptória negativa).
Ela não quis ser hóspeda do meu coração
Alegando que já se achava comprometida.
Quando me inteirei que era com um vilão
Concluí que ela era uma mulher destemida.
Constatação XVII
A candidata ao governo do Estado do Paraná, pelo Partido dos Trabalhadores, Gleisi Helena Hoffmann declarou que “a Oposição não tem proposta”. Data vênia como diriam nossos juristas, mas este assim chamado escriba, septuagenário, quase octogenário, não se lembra de quaisquer candidatos para quaisquer cargos políticos, de alguma proposta objetiva e exequível que não tenha se perdido em promessa e/ou mentira. Mais uma vez, pode-se afirmar com toda convicção: O roto está falando do esfarrapado. Lamentável! E, claro, viva “nóis”.
RICOS & POBRES
Constatação I
Rico tem coirmão; classe média tem rival; pobre, tem desafeto.
Constatação II
Rico está concernido na relação dos que pagam ou deveriam pagar imposto de renda; pobre faz parte dos que estão isentos, mas, de uma forma ou de outra são os que mais pagam. Também, o pato.
Constatação III
Rico é imaginativo; pobre é mal intencionado.
Constatação IV
Rico é idiossincrático; pobre, maníaco.
Constatação V
Rico é contabilista; pobre, guarda-livros.
Constatação VI (Outra colaboração do grande Amigo maringaense Edson Ferreira dos Santos).
Rico passa as férias no Candeias (clube); pobre passa as férias nas cadeias.
Constatação VII
Rico é minucioso; pobre, carece de fundamento.
Constatação VIII
Rico é iluminado; pobre, é desbotado.
Constatação IX
Rico saboreia; pobre, tem gosto estragado. 
Constatação X
Rico é animado; pobre, é songamonga.

Site: www.rimasprimas.com.br