Postagens populares

Pesquisar este blog

Carregando...

segunda-feira, 14 de abril de 2014

BRAZIL: RUMOREMANDO COM JUCA ZOKNER


RUMOREJANDO

PEQUENAS CONSTATAÇÕES, NA FALTA DE MAIORES.
Constatação I
Não se trata de ser reacionário e/ou conservador, mas este assim chamado escriba com seus 77 anos já completados, cujo desempenho de um modo geral e, principalmente, particular não vem sendo digno de elogios, se estivesse com intenções de alguma outra mulher, que não a legítima, e essa outra estivesse tatuada e/ou com piercing seja , ou lá onde for, fatalmente, ficaria com o seu frágil desempenho ainda pior. Vige!
Constatação II (Quadrinha para ser recitada depois da realização da Copa do Mundo no nosso país).
Quem se encontra em um apedeutismo*
Esta numa boa, numa excelente situação.
Ou está próximo, ou junto de um abismo,
Dependendo do cargo na próxima eleição?

*Apedeutismo = n substantivo masculino
qualidade, condição ou estado de apedeuto**; nescidade***, insciência****, ignorância. 
**Apedeuto = n adjetivo e substantivo masculino 
Que ou o que não tem instrução; ignorante, apedeuta (Houaiss).
***Nescidade = n substantivo feminino 
1. Ato, dito ou afirmação que traduz falta de inteligência ou ignorância; nescidade
2. Dito ou ação ilógica, absurda ou fora da realidade; contrassenso, disparate (Houaiss).
****Insciência =n substantivo feminino 
1. Ausência de conhecimento; ignorância.
2. Falta de habilidade ou de capacidade; inaptidão, imperícia (Houaiss).
Constatação III (De dúvidas bem mais do que simplesmente cruéis).
Por que será que o roubo, a fraude, a corrupção foi quase por inteiro institucionalizado, mormente em algumas áreas do nosso país? Será que é por causa dos exemplos que vem de cima? Quem souber explicar, por favor, comentários no blog. Obrigado!
Constatação IV (Coitado).
Ele teve um reles desempenho,
Quando quis se mostrar ferrenho
A mulher tocou-lhe no lombo o lenho
De gritar de dor ele ficou rouquenho. 
Constatação V
Deu na mídia, mais precisamente no site do Estadão: “Onze meses depois, lei para tratamento de câncer na rede pública não funciona”. Data vênia, como diriam nossos juristas, masRumorejando, até hoje, não conhece alguma que funcione. Se alguém conhecer alguma, por favor, comentários no blog. Obrigado.
Constatação VI
Quando o Atlético levou uma surra de 4x1, do Londrina, já no comecinho da partida, talvez logo aos dois minutos, o goleiro atleticano começou a fazer cera. Quando a situação já estava trágica e o gandula se evaporou, o goleiro corria na linha de fundo para buscar a bola, já que não tinha quem o fizesse, na intenção de que o Atlético fizesse os gols necessários para não ser desclassificado como de fato foi. Outro tipo de, digamos, castigo para um jogador é quando o seu time está perdendo de, por exemplo, 1x0 e ele é expulso por jogo violento. Aí, mesmo com o time jogando com 10 jogadores, vira o placar para 2x1, o que demonstra que o time melhorou com a sua saída. Coitado? Coitado, coisa nenhuma. Que lhe sirva de lição! Que aprenda a jogar sempre e apenas na bola! Cera? No começo da partida?!
Constatação VII (De uma dúvida crucial, recitada em quadrinha para os governos que não obedecem a decisão da Justiça). 
Os esperados precatórios
Porque estão atrasados.
E nunca são quitados,
Serão pagos nos purgatórios?
Constatação VIII
Eles experimentaram nova posição
Não aprovaram. Deu contração
Muscular súbita no maridão
E até nos lençóis e no edredom.
Constatação IX
Já existe o Dia do Sogro, da Sogra, do Amigo, dos namorados, do pai, da mãe, da avó e assim por diante. Já foi instituído pelos paulistas, com repercussão em outras cidades, o Dia da Pizza. Segundo consta, Brasília comemora duplamente, independente da data que, salvo engano, é dia 10 de junho. É também em quaisquer outros dias quando do encerramento das CPI´s...
Constatação X
Essas rivalidades entre os grandes times como Corinthians com São Paulo, ou Palmeiras, ou Santos e estes analogamente entre si. E, igualmente, no Rio Vasco, Flamengo, Botafogo, Fluminense, no Rio Grande do Sul entre Grêmio e Internacional, em Minas entre Atlético Mineiro e Cruzeiro e assim por diante nos demais Estados da Federação. Aqui em Curitiba os maiores rivais são Coritiba e Atlético. Este assim chamado escriba – que participa no facebook e fica vendo seus amigos trocarem farpas e gozações com relação a uma derrota do time antagônico – numa típica filosofia de bar, chega a conclusão que a maioria deles, quando o rival perde para algum terceiro time se põe a troçar do time rival o que se poderia dizer, sem medo de errar, eufemisticamente, gozando com certa parte do corpo alheia. Vige!
Constatação XI (Quadrinha para ser recitada por quem assim o desejar e evidentemente para quem se dispor a ouvir).
Seu desempenho bisonho
Deixou-o tristonho
Com um temor medonho
De se tornar enfadonho.
Não foi possível, a este assim chamado escriba, averiguar a qual desempenho a quadrinha se refere. Se alguém souber informar, por favor, comentários no blog parapoder aclarar aos nossos prezados leitores. Obrigado.
Constatação XII (De dúvidas cruciais, sofridas).
Disseram todos os técnicos que, nos últimos tempos, orientaram o meu Paraná:
-“Nós não impusemos o nosso jogo”.
E nós, pobres torcedores, inquirimos o que ficou e que parece continuará no ar:
-“Que jogo?”
Constatação XIII (De outra dúvida crucial).
Quem não faz lá na frente, leva atrás? Quem souber a resposta, por favor, comentários no blog. Obrigado.
Constatação XIV
Ainda o meu Paraná: Alguns técnicos disseram “não se arrepender da estratégia adotada nas partidas”. Quem souber qual estratégia eles se referiram, por favor, comentários no blog. Obrigado, mais uma vez.
Constatação XV
Se o Brasil não for campeão, no meio da tristeza, haverá um consolo: Os políticos não poderão tirar proveito da seleção como sempre fizeram nas vitórias, tirando a atenção dos infinitos problemas não resolvidos e/ou das acusações de falcatruas e legislação em proveito próprio.
Constatação XVI
Havia
Combinado
Com a cara-metade
Um programa
Daquele 
Que, normalmente,
É praticado
Na cama.
Na hora
Julgada
Aprazada,
Ele
Tomou
Um medicamento
Assaz recomendado
Pra não piorar
A qualidade
Do desempenho.
Inda mais, agora,
Na sua idade,
Passível
–E não impossível –
De acontecer
E que provoca estresse,
Que é de fazer
Tanto mal ao coração.
Aí, ele franziu o cenho:
Eis que aparece
Uma visita
Inesperada,
Que parecia
Ter tomado
Não pouca birita,
E que queria
Bater
Papo, 
Naturalmente,
Furado.
E “só um instantinho,
Só um momento,
Tão somente”.
Ah, que vontade
De dar
Uma surra de relho,
Um sopapo
No pentelho. 
E isso quando já havia
Começado
A troca de carinho,
As preliminares...
E a visita que perorava,
Que monologava,
Que falava
Sem parar,
Só mentirada.
E até sem ares
Tomar.
E, pior, sem fazer
A mínima menção
De ir embora.
E ele, enviagrado,
Viu o efeito passar.
Que tormento!
Foi-se o bem-bom!
Ó vida malvada
Não adianta fazer nada,
Como diz a canção.
Coitado!
Coitada!
Constatação XVII (Quadrinha para ser recitada por qualquer país que não pegar nada nesta e noutras Copa do Mundo e que saiba o idioma português ou cuja tradução mantenha a rima. Quando for o caso, naturalmente).
O ataque não ataca
A defesa não defende
A seleção é meio fraca
E o técnico nada entende.
Constatação XVIII
Deu, certa vez, na mídia: “O presidente da Câmara, Aldo Rebelo, disse que a convocação extraordinária da Casa foi uma das mais produtivas da história. Mas, nos últimos 45 dias do recesso, o plenário não conseguiu atingir o quórum mínimo nenhuma vez nas sextas-feiras. Com isso, o Congresso acabou vazio e algumas decisões foram proteladas”. Data vênia, como diriam nossos juristas, mas Rumorejando acha que S. Excia. estava se referindo que foi produtiva em relação ao valor embolsado por cada parlamentar. (Perdão, o cacófato “por cada”, prezados leitores. Por incrível que possa parecer, foi intencional...).
Constatação XIX (Ainda marcado pela situação do meu Paraná que volta e meia tem dificuldades de montar um time e/ou pagar o salário dos jogadores).
Não se pode confundir apático com sorumbático, muito embora o desempenho apático do meu time, o Paraná, mormente no jogo contra o time sub-20 do Atlético, tenha deixado este assim escriba, como os demais torcedores, sorumbático, acrescido de obumbrado, desvairado, macambúzio, amargurado, desanimado, deprimido, desolado, triste, taciturno, p. da cara. A recíproca não é verdadeira. Como, por exemplo, o sujeito não ficar apático e chegar às raias do contentamento com a notícia de que a sogra virá passar uns meses na casa da família. Vige!
Constatação XX
Ela achou
O colega
De trabalho
Uma bodega,*
Quando ele pifou
Depois do malho.
E a linda ilusão
Tão bem elaborada,
Tanto ansiada,
Esfumou-se.
Esboroou-se
Com a má atuação
Do azarado. 
Coitada!
Coitado! 
* Bodega = “Bras. Gír. Coisa insignificante, reles ou imprestável” (Aurélio).
Constatação XXI (de um pseudo-soneto).

          Comportamento

Ele vivia na maioria das vezes silente
Onde se encontrasse em todo lugar
Parecia bem comportado, parecia estar 
Por fora, completamente ausente.

Mas não era um silêncio molestável
Como acontece com alguns poucos.
As pessoas o apreciavam como notável
Por que existem os que parecem loucos.

Um dia soltou um palavrão
E deu uma baita cuspida no chão
O que não era do seu feitio.

Diante dos olhares interrogadores
Pra saber o porquê de tais dores.
"Não deixou pra mim a herança, o meu tio".

RICOS & POBRES
Constatação I
Rico fica educadamente danado da vida; pobre, fica grosseiramente p da vida.
Constatação II
Rico tem comportamento de bom senso; pobre, tem comportamento inaceitável.
Constatação III
Rico vive na abundância; pobre, vive na insignificância.
Constatação IV
Rico é um poço de serenidade; pobre, tumultua.
Constatação V
Rico recebe empréstimo para expandir os negócios das suas empresas mesmo que sejam fantasmas; pobre é acusado de receber propina.
Constatação VI
Rico tem grandeza de sentimentos; pobre, não tem nem um pingo.
Constatação VII
Rico dá assistência; pobre, erra passe.
Constatação VIII
Rico, se não casa até determinada idade, é considerado celibatário; pobre, solteirão.
Constatação IX
Rico é investido em um cargo importante e/ou que tenha uma renumeração elevada; pobre, tem que fazer hora extra para tentar equilibrar as despesas.
Constatação X
Rico tem vida agradável; pobre vive num pesadelo.