Postagens populares

Pesquisar este blog

Carregando...

quinta-feira, 23 de janeiro de 2014

BRAZIL: MULHERES



Alô mulheres de agora!

Zé Pí

www.google.com.br/images. Tati quebra-barraco

Depois de certa quilometragem, andando e rodando aqui e ali, tenho observado a nova era do comportamento sexual humano; sem discriminar nenhum gênero fiquei motivado a escrever minhas duvidosas observações.
Nós homens, perdemos não sei como, nossas características animalescas de irmos à caça das fêmeas também conhecidas como mulheres!
Assuste não.
www.google.com.br/images. A eterna Gilda, Rita Hayworth.

O que parecia nos favorecer, nos dias de hoje, tem nos prejudicado na seleção e acolhimento daquela que jogasse conosco o jogo delicioso da sedução, do prazer e perpetuação da espécie; aquela que deveria ser o endereço certo do nosso cromossomo X para nascer meninas ou Y para meninos. Antes, gastávamos horas, dias, meses e anos para chegar junto, agarrar pelos cabelos e levar para nossa caverna também chamada de lar.
www.google.com.br/images. Piteco, personagem de Maurício de Sousa.

Uma cruzada de pernas, um decote mais atrevido, uma remexida no penteado, um olhar insinuante, nos dava a temperatura correta para avanços e recuos nas nossas intenções.
Hoje elas têm facilitado tanto nossa escolha que ficamos indecisos, diante da exposição de peitos, bundas, vulvas e nenhum sinal de inteligência. Pegamos o que o mercado tem a oferecer e a história de seis meses para pegar na mão e mais uns seis para um beijinho rápido e vigiado no portão ou um toque mais atrevido, ficou no passado.
www.google.com.br/images. Novela Salve Jorge, funk, ostentação e meninas expostas  a tudo...mas só no Complexo de favelas do Morro do Alemão! E no asfalto mano?!

Mesmo as mais vividas do calendário têm jogado esse tipo de jogo feio e sem nenhuma sedução. Competem, entre elas, quem cede mais, é mais ousada, se oferece rápido, para ser escolhida. E sem generalizar, observei que desse comportamento resulta no aumento da fila das mães solteiras e evasão escolar. As consequências sobram para uma criança que não teve chance de escolher o pai ou a mãe. Se derem sorte serão filhos dos avós.
www.google.com.br/images

Não ensinei e nem me ensinaram beijar, aprendemos juntos com todas as dificuldades e facilidades, tudo regado ao máximo de respeito, pois se uma tentativa não desse bom resultado, um amigo tinha sua vez sem nenhum demérito, constrangimento ou publicidade do que é íntimo da outra pessoa.



www.google.com.br/images. Lulu é um aplicativo onde mulheres podem avaliar os homens e dar notas. Polêmico, os homens criaram um aplicativo para avaliar as mulheres e também dar notas.
www.google.com.br/images. A rede social, filme que retrata Mark Zucerberg, "pai do facebook". Mark "construiu um site e colocou duas fotos de dois homens e de duas garotas. Os visitantes do site tinham de escolher quem estava "quente" e de acordo com os votos haveria um ranking.


Hoje tudo vai parar nas redes sociais ao vivo e em cores.
Não há respeito recíproco e sem nenhuma cortesia, descrevem-se tamanhos, formas e desempenhos do homem ou da mulher com quem se partilharia o corpo e a mente.
Que saudade das namoradas de antigamente!


www.google.com.br/images. Orgulho e preconceito, obra de Jane Austin adaptada para o cinema.