Postagens populares

Pesquisar este blog

Carregando...

quinta-feira, 12 de dezembro de 2013

BRAZIL: RUMOREJANDO


PEQUENAS CONSTATAÇÕES, NA FALTA DE MAIORES.
Constatação I
Em certos países, a impunidade é de maneira tal que ser honesto é sinônimo de burrice, ignorância e panaquice...
Constatação II
Perguntou o septuagenário para a gatona, que estava nadando na raia ao lado, na escola de natação: “Quanto você nada em uma hora?” “Três mil e trezentos metros”, respondeu a gata sem titubear. “E o senhor?” “Eu sofríveis, sofridos, sôfregos quinhentos metros”.
Constatação III
Deu na mídia, mais precisamente no Estadão: “Só 2,5% dos paulistanos vivem em áreas totalmente urbanizadas. Índice feito com base no Censo aponta que Consolação é o bairro com mais domicílios completamente servidos de iluminação, pavimentação, arborização urbana e saneamento”. Se a capital do estado mais rico do país está nessa situação, dá para imaginar como se encontram os demais municípios do país. Enquanto isso, nos três Poderes da República, mesmo com salários elevadíssimos, estouram uma profusão de fraudes diariamente. Vige!
Constatação IV
O dublê é um sósia virtual? Ou um clone virtual? 
Constatação V
Assim como os locutores esportivos costumam dizer que a partida se aproxima dos 45 minutos finais e ela ficará por conta do arbitro que determinará quantos minutos de prorrogação, este assim chamado escriba, na sua idade provecta, já está por conta dos seus médicos, do risco de um eventual excesso de qualquer espécie e dos fármacos dos remédios por ele aviados, digo, para não suscitar mal-entendidos, prescritos.
Constatação VI (Quadrinha para ser recitada numa escola curitibana ou fora dela).
Esse nosso curitibano triste inverno
Na atual primavera, já quase verão,
Está sendo absolutamente sempiterno*
Sem aparecer o sol de tanta aspiração.
*Sempiterno = Adjetivo. 
1.Que não teve princípio nem há de ter fim; eterno. 
2.Que dura sempre; perpétuo, contínuo. 
3.Antiqüíssimo. 
4.Filos. Diz-se de acontecimento que se integra à eternidade, concebida esta como a totalidade dos eventos passados, presentes e futuros (Aurélio).
Constatação VII
Chegou, com o agravante,
De ser na madrugada.
Cambaleante.
Tropeçando,
Se arrastando. 
Havia
Bebido
Não água tônica,
Ou guaraná.
A mulher,
Ainda acordada,
Triste, fria,
Amuada,
Enfadada,
Irritada,
Amofinada,
Como não se quer.
Semelhante
Ao time do Paraná,
No passado,
Pois parecia
Nunca ter vencido
Alguma porfia.
Coitada!
Coitado!
Constatação VIII (De uma simples dúvida).
Era o cidadão que vinha “costurando”, em alta velocidade, no trânsito, que tinha uma decalcomania escrita no para-brisa traseiro “Deus me guia”?
Constatação IX 
Será que o ator Mario Moreno, o Cantinflas, iria imaginar que a sua característica de usar as calças, digamos, bem abaixo da cintura iria, algum dia, virar moda feminina no Brasil?
Constatação X
A pessoa grossa sempre vai achar que é suficientemente fina; a pessoa fina sempre vai achar que não é suficientemente fina.
Constatação XI
E como lucubrava aquele filatelista meio filósofo: “Nesses tempos de tirar proveito em tudo, uma pessoa decente será tão decente até o dia de deixar de sê-lo. Uma pessoa indecente dificilmente deixará de sê-lo”.
Constatação XII (Com palavras e fatos repetitivos).
Levantai
Os assentos
Dos assentos
Ó gente
Acomodada,
Vai-não-vai,
Sossegada.
Não ficai
Qual
Um omisso.
Com isso,
Eu juro,
Eu assumo,
Sem esconjuro,
O compromisso
De novo rumo
Sem igual:
Que o juro
Dará uma baixada
E vós vereis,
Até o fim de 2026,
Que o lucro,
Nada xucro,
Do banqueiro,
Jamais meeiro,
Cumulativo de renda,
Assaz pornográfico,
Tampouco
Seráfico,
Dará uma tremenda
Baixada,
No geral,
Ou um pouco
Menor,
Ainda que maior
Do que um reles real...
Constatação XIII (De uma dúvida crucial).
Paquerar
Uma mulher
Que é só curvas
É como pescar
Em quaisquer
Águas meio turvas?
Constatação XIV
Deu na mídia: “Um dia, o então ministro da Coordenação Política, Aldo Rebelo, disse: "não me sinto fritado porque não sou peixe". Data vênia, como diriam nossos juristas, masRumorejando acha que os chefes de cozinha não concordam com a assertiva de S. Excia. Afinal de contas, não só peixe pode ser fritado, como também pode ser cozido, comido cru, tranquilamente, (sashimi, sushi), assado, ensopado e de outras maneiras que nesse instante não ocorreram aos mencionados chefes de cozinha que a coluna houve por bem consultar.
Constatação XV
Eu, um andarilho,
Maltrapilho,
Mas com muito brilho, 
Num afogadilho,
Ofertei a ela um junquilho
Com intenção dum namorilho
E, sem empecilho,
Cometi um pecadilho:
Deitei-a no chão de ladrilho.
Tirei, dela, o espartilho.
E, de rendas, o peitilho.
Ela achou que eu ia ensarilhar o gatilho,
Porém sobrou tanto lombilho
Que eu saí correndo qual um tordilho.
Ainda escutei: “Por que tanta pressa, meu filho?”
Que sarro! Ou, sem trocadilho,
Que sarilho!
Constatação XVI
Segundo alguns expertos no assunto, cada povo tem determinadas características. Por exemplo, o italiano é considerado anárquico; o alemão, disciplinado; o americano, infantil; o francês, amante das artes; o inglês, com senso de humor. E assim por diante. Nós, brasileiros, estamos com a pecha do famigerado “tirar proveito em tudo”. No restaurante, a conta não vem correta e, quando reclamada, o argumento é que foi engano; no supermercado, o preço na caixa nem sempre corresponde ao da prateleira. Culpa do computador que “esqueceu” de fazer a devida correção; o cartão de crédito debita por “engano”; o banco comercial também; a conta de luz, água e telefone vêm com incorreções. Dificilmente a favor do usuário. No posto de gasolina, às vezes, há pressa, sem prévio aviso, em girar o marcador sob a desculpa de atender outro carro. Será que sempre foi assim? Quem souber a resposta, por favor, comentários no blog. Obrigado.
Constatação XVII
Deu, certa vez, na mídia: “O subcomandante Marcos, líder do Exército Zapatista de Libertação Nacional (EZLN), se dirigindo a um grupo de 200 pessoas na comunidade de Chiapa de Corzo, no Estado de Chiapas (sudeste do México) pediu hoje a seus seguidores que não votem nas eleições presidenciais de 2 de julho, deste ano, pois, segundo ele, as eleições não vão mudar nada". Data vênia, como diriam nossos juristas, mas Rumorejandonão conseguiu apurar se o subcomandante se baseou, ou obteve “know-how”* para tal assertiva, nos exemplos do seu próprio país e/ou das eleições dos demais países da América Latina... 
*Perdão, prezados leitores, pela expressão em inglês. É que o México está muito próximo dos Estados Unidos, com o qual, aliás, faz fronteira e que, numa guerra, foi espoliado de terras com petróleo...
Constatação XVIII
Deu na mídia: “Três meses depois de entrar em vigor, a lei, que pretende acabar com as filas nas agências bancárias, parece ter ficado, apenas, no papel. Os clientes que precisam de algum serviço nos caixas têm de esperar 18, 20 e até 25 minutos na fila em dias úteis. A Federação Brasileira de Bancos (Febraban) informou que está estudando, junto com os bancos, várias medidas para melhorar o atendimento. Para o Sindicato dos Bancários de São Paulo, Osasco e Região, através da palavra do seu presidente, só existe uma solução: "Tem de contratar mais funcionários".  Data vênia, como diriam nossos juristas, mas o presidente da Febraban deve ser banqueiro. Afinal, o lucro tem que continuar de maneira tal que os bancos praticamente dobrem o seu capital a cada ano... Até quando vai perdurar esse o lucro pornográfico dos bancos? Quem souber, por favor comentários no blog. Obrigado. E – em tempo, claro – viva “nóis”...
Constatação XIX
E já que falamos no assunto, o então presidente do HSBC, segundo a mídia, não hesitou em exibir suas meias, onde está escrito ‘Confie em mim, eu sou um banqueiro’. Data vênia, como diriam nossos juristas, mas Rumorejando acha que confiar em banqueiro é semelhante em confiar nos nossos assim chamados representantes no Congresso. Valha-nos a todos nós, pobres e simples mortais, dos bancos e políticos.
Constatação XX
Veja,
Invariavelmente,
Ele, claro que não,
Foi bem compreendido,
Pois tomou
Uma única cerveja,
Durante o batente,
E a sessão
De pessoal,
De modo irracional,
Até se olvidou
Que era um empregado
Desprendido
E o botou,
Incontinente,
Na mesma hora,
O desafortunado
Pra fora,
Mandado
Embora,
Despedido,
Tão-somente.
Coitado!
Constatação XXI
Não se pode confundir traste com desastre, muito embora, se você chegar a casa, em horas avançadas da noite, também chamada de alta madrugada, com batom na camisa, perfume que não o da tua legítima, com o teor etílico bastante elevado, trazido pelos assim chamados amigos e abandonado na soleira da porta da tua casa para ser recolhido por quem assim o desejar, você corre o risco de ter de enfrentar um terrível desastre, quando a santa da tua mulher ainda dizer no final da bronca: “Ponha-se daqui para fora seu traste e nunca mais me apareça pela frente”. E, pior, sem admitir qualquer tentativa de justificativa. A recíproca, para esses malfadados casos conjugais, ou, talvez, extraconjugais, não é necessariamente verdadeira. Vai depender de determinadas condições metafísicas, de pressão e temperatura e, como diriam los hermanos argentinos, de “otras cositas más”. 
Constatação XXII (De uma dúvida muito crucial).
Deu, certa vez, no site Congresso em Foco: "O presidente da Câmara, deputado Aldo Rebelo (PCdoB-SP), saiu em defesa do projeto de lei do deputado Nicias Ribeiro (PSDB-PA) que aumenta de 513 para 521 o número de deputados. Data vênia, como diriam nossos juristas, mas ao invés de diminuir o número ainda querem aumentar? Afinal, para quê? Quem souber a resposta, por favor, comentários no blog. Obrigado.
RICOS & POBRES
Constatação I
Rico fiscaliza; pobre, cuida.
Constatação II
Rico é intransigente nos seus pontos de vista; pobre é flexível.
Constatação III
Rico é folclórico; pobre é grotesco.
Constatação IV
Rico tem abdômen; pobre, bandulho.
Constatação V
Rico é corporativo; pobre, é mafioso.
Constatação VI
Rico é dadivoso; pobre, é gastador.
Constatação VII
Rico é prodigioso; pobre, é vulgar.
Constatação VIII
Rico é progressista; pobre, é atrasado.
Constatação IX
Rico é profundo; pobre, é retardado.
Constatação X
Rico é ponderado; pobre, é porra-louca.
E-mail: josezokner@rimasprimas.com.br
Site: www.rimasprimas.com.br