Postagens populares

Pesquisar este blog

Carregando...

quarta-feira, 30 de novembro de 2011

O JEITINHO BRASILEIRO


Marina da Silva

Cada vez mais trabalhadores subempregados, desempregados, fora do mercado de trabalho formal vêm dando um jeitinho para driblar a miséria nos milhares de bicos da vida contemporânea, entre eles, o de catar, no lixo, materiais recicláveis como papelão e latinhas. O jeitinho antes traduzido só como a forma não ética de tirar proveito cede lugar para o modo de agir do trabalhador para fugir da pobreza e do desemprego.
Brasileiro é sacana, esculachado, tupiniquim! O jeitinho é eternizado na lei de Gerson: “Gosto de levar vantagem em tudo certo”? A banalização é tanta que muitos acham ser correto lucrar em tudo, desde furar fila do SUS ao desvio do dinheiro público!
 Esse modo antiético de agir, é uma longa construção histórica, muito ligada à forma como os administradores do país, desde o descobrimento, tratam o povo e a coisa pública. As disputas políticas em Brasília pela presidência da Câmara e do Senado, as inúmeras CPI´s, os mensalões, o PAC atual- programa acelerado de corrupção (nos ministérios do transporte, agricultura, esporte, trabalho, etc)  são mostras de como os donos do poder tratam como suas as coisas da nação. Mas esse modo de fazer as coisas, essa política do “é dando que se recebe” não é exclusiva do Brasil. Cada nação no mundo tem o seu jeitinho e o Brasil não lidera o ranking da corrupção.
                                                                  http://www.google.com.br/

Há ainda que se destacar que o jeitinho não é somente a lei de Gerson! Há o jeitinho  de levar vantagem em tudo que ultrapassa a vida política, invade a praça, o trabalho, a casa corroendo e tornando degradadas, as relações sociais humanas; mas há o jeitinho de resolver as coisas sem lançar mão de ações ilícitas, imorais, corruptas.
Quase 193 milhões de brasileiros, um imenso território cheio de riquezas, PIB de trilhões em dólares, 7ª economia mundial, possui as duas maiores empresas da América Latina: Petrobrás e Vale (do Rio Doce), crescimento econômico superior a 7.5% (2010), auto-suficiente em energia limpa, deitado em esplêndido berço pré-sal de petróleo e gás natural, etc também, este é o Brasil! Mas que Brasil é este? Quem, senão os brasileiros com o seu jeitinho vêm gerando toda essa maravilhosa prosperidade, fermentando com suor, sangue e vida este bolo?
www.google.com.br/images CADÊ AS RIQUEZAS QUE OS BRASILEIROS CONSTRUIRAM?

Auto-suficiência em produção de energia, alta tecnologia para prospecção de petróleo em alto mar, em construção de hidrelétricas, pioneiro em investimentos em energia limpa (álcool, biodiesel, energia solar, da água, dos ventos, dos raios e até do lixo).
 Uma potência econômica: esta é a cara do Brasil que já deu certo! Mas qual é a verdadeira cara do povo que vem, apesar das falácias e difamações, construindo esta poderosa nação?  Que gente é esta que transforma em ouro até o lixo?
Está na hora de mostrar que além do jeitinho malandro, os brasileiros têm competência e disposição, de, não somente driblar a miséria, a exploração do trabalho, mas de trabalhar e produzir riquezas.

Marcha contra os corruptos em Belo Horizonte, uma onda do movimento Occupy wall street

Yes nós temos: o jeitinho brasileiro de acreditar que o bolo das riquezas será dividido para todos, de rebolar para não morrer de fome, para não perder a esperança, fé, dignidade, cidadania; o jeitinho que não descansa e não desiste nunca; de trabalhar duro e de achar que Deus, apesar de tudo, é realmente brasileiro! Só nos falta dar um jeitinho nas bandalheiras, roubalheiras e mentalidade tacanha da maioria dos políticos do país, que insistem em manter uma miséria e pobreza (cabresto para o gado eleitoral) para elevamos a nação e o povo a uma vida de potência!