Postagens populares

Pesquisar este blog

Carregando...

sábado, 20 de dezembro de 2014

BRAZIL LAVA-JATO: Rico é sempre inculpado; pobre, tem que provar inocência.

RUMOREJANDO COM JOSÉ ZOKNER, O JUCA.

http://rimasprimas.blogspot.com.br/



PEQUENAS CONSTATAÇÕES, NA FALTA DE MAIORES. 
Constatação I
E como dizia o radialista e obcecado que teve de realizar determinados implantes: “Estaremos fora do ar por um pequeno período para mudança dos nossos transmissores”.
Constatação II
Deu na mídia, mais precisamente no site do Estadão: “Definir salários pode não ser tarefa simples”. Data vênia, como diriam nossos juristas, desde que não sejam auto definidas pelos três Poderes da nossa espoliada República...
Constatação III
Não se pode confundir patologia, que o dicionário Aurélio dá como: “Substantivo feminino. 1. Med. Ramo da medicina que se ocupa da natureza e das modificações estruturais e/ou funcionais produzidas por doença no organismo” com pateologia e compatelogia que o dicionário juquiniano – como contribuição aos filólogos – dá como substantivos femininos, respectivamente, significando o primeiro como ramo da construção civil que se ocupa de pátios, adros, períbolos, átrios, entrecasas, saguões e vestíbulos e a pateologia, da mesma maneira, gastronomicamente, dos patês, galicismo, usado pelos ricos, que o dicionário Aurélio dá como “Substantivo masculino. Cul.
1. Designação comum a diversas preparações culinárias de consistência pastosa e sabor marcante, feitas com carne ou com fígado, ou com carnes defumadas, etc., a que se adiciona toucinho, e que são cozidas lentamente.
2. Terrina (2).
3. Pasta (5).”
Constatação IV
Alguns exemplos de músicas que fazem este assim chamado escriba abrir os tarros (chorar). Todas a seguir podem ser escutadas através do Youtube:
Zorba o Grego de Míkis Theodorakis; Adios Nonino de Astor Piazzolla; Kol Nidrei de Max Bruch; Bolero de Maurice Ravel; Ave Maria de Franz Schubert; Saudosa MalocaTrem das Onze de Adoniram Barbosa, No Rancho Fundo de Ary Barroso e Lamartine Babo (que era a preferida do meu falecido pai); Hino Nacional Brasileiro de Joaquim Osório Duque Estrada e Francisco Manuel da Silva (principalmente quando, concomitantemente, a bandeira brasileira vai sendo hasteada porque um atleta, ou um time, foi o campeão em competição internacional).
Constatação V
E como se perguntava aquele vestibulando todo confuso por estudar muitas horas do dia: “Se você mistura um ácido com uma base resulta em sal e água. Será que se você misturar com um vértice vai dar açúcar e água?”
Constatação VI (De uma dúvida não necessariamente crucial).
Decote generoso é aquele que deixa os seios soltinhos e que os homens costumam olhar de relance? Quem souber, etc. Obrigado!
Constatação VII
Em Curitiba circula um carro de uma firma, cujo ramo Rumorejando não conseguiu detectar, com o seguinte dizer: “Veículo movido à esperança”.
Constatação VIII (Teoria da relatividade para principiantes via pseudo-haicai).
Jamais, em tempo algum; nunca,
Para quem mora debaixo da ponte,
Um albergue será uma espelunca.
Constatação IX (De uma dúvida não necessariamente crucial. Afinal não é uma dúvida de vida ou morte...).
Quando os zagueiros marcam um gol para seus times quer dizer que eles estão dando uma indireta para seus companheiros de ataque ou uma direta? Os 200 milhões de técnicos brasileiros que sabem a resposta, por favor, comentários no blog, mas, por gentileza, não todos juntos. Obrigado.
Constatação X
Não se deve confundir malha fina com pente fino, muito embora os dois tenham a ver com animais, ainda que de porte distintos: O primeiro com o leão e o segundo com piolho. Por favor, não trocar os retro mencionados animais ao se referir aos retro mencionados pente fino e malha fina. Também, retro mencionado, como sempre: Obrigado!
Constatação XI
Quem nunca escuta o programa Certa Vez dos meus amigos Beto Guiz e de Da. Cíntia Terezinha (antes era com o amigo Marcos Recchia), que a anteriormente chamada Rádio Educativa apresentava todos os domingos às seis horas da manhã, não sabe o que ficou perdendo. Tenho peremptoriamente dito!
Constatação XII
O sujeito
Dava a impressão
De ser enciclopédico.
Mas, na sua sapiência,
Na sua erudição,
Na sua pseudociência,
Mostrou, num português
Nada escorreito,
Arrevesado,
Atrapalhado,
Não ortopédico,
Por ser de pé quebrado,
Um conhecimento
A esmo,
Metido a psicodélico,
Maquiavélico,
Até mesmo
Mefistofélico,
Eivado
De insensatez,
Insipidez,
Repleto de talvez
A todo o momento.
Coitado!
Constatação XIII
Não se amofine!
Quando o sol se puser
Ela se define
Naquilo que você mais quer*.
*Não ficou muito claro o que “você mais quer” e que diabo de definição “ela vai se definir”, nem o local onde o “sol se puser”. Uma coisa é certa: Não deve ser naqueles lugares onde o sol jamais se põe. Se alguém souber, efetivamente onde e as demais respostas para as demais dúvidas, por favor, comentários no blog. Mais uma vez: Obrigado!
Constatação XIV
Deu certa vez na mídia: “Para o ex-governador Sergio Cabral Filho, ofensiva no Alemão não denigre a imagem do Rio”. Data vênia, como diriam nossos juristas, masRumorejando supõe que S. Excia. achava que também, o fato em si, não a enaltecia...
Constatação XV (Pseudo-haicai recitado pelo obcecado em reunião de chás beneficentes).
A excitação é algo tão nobre
Que até pode usufruir
Quem é plebeu e pobre.
Constatação XVI
Em certos países, hospitais dignos de 1º. Mundo é somente em ficção das novelas daGlobo...
Constatação XVII
Em outros certos países para se ganhar uma eleição é preciso ter dinheiro. E para se ter ou obter dinheiro é estritamente necessário utilizar a mínima, ou, no caso, a máxima: “Os meios justificam os fins”. Vige!
Constatação XVIII (“Poesia” para ser recitada em festa infantil).
O galo carijó
Disse, dando bola
Pra galinha D´Angola
Cocoricó.
A galinha ripostou:
“To fraco, to fraco”.
E ele interpretou:
“Vamos fazer um balacobaco”*.
*Balacobaco = Elemento substantivo masculino.
1. Us. na loc. adj. do balacobaco.
Do balacobaco. 1. Excelente, ótimo (coisa ou pessoa):
A festa foi do balacobaco; Que sujeito do balacobaco!
Constatação XIX
E como contava para os amigos aquele rico fazendeiro depois de sua primeira viagem de avião: Lá pelas tantas, o bicho começou a corcovear que até parecia xucro.
Constatação XX
Quando o Barão Amazonas, o almirante Barroso, enunciou a frase de que “O Brasil espera que cada um cumpra com o seu dever”, ele estava se referindo somente à batalha naval contra os paraguaios ou também aos 3 Poderes da nossa República? A dúvida deRumorejando, que pelo tem sido dado a ver atualmente, tais Poderes se consideram acima do bem e do mal e, além disso, acham que o almirante Barroso, por ser português, não tinha o direito de estender a sua frase além dos marinheiros brasileiros em guerra, sob a alegação de ingerência em nosso país?
Constatação XXI
Deu na mídia, mais precisamente no site da Globo: “A Contadoria Geral da União (CGU) identificou irregularidades em contratos que juntos têm o valor de R$ 30 milhões em pagamentos feitos entre 2010 e 2013 pela Confederação Brasileira de Voleibol (CBV)”. Data vênia como diriam nossos juristas, mas Rumorejando acha que o raciocínio dos dirigentes deve ter sido a seguinte: Se para os autores do mensalão estão sendo atenuadas pelo STJ as penas impostas, provavelmente nada acontecerá para nós dirigentes. A mídia, mais uma vez, o que é imperdoável, esqueceu-se de acrescentar: viva “nóis”...
Constatação XXII
Deu na mídia mais precisamente no site do Estadão: “Brasil repatriou 1% de dinheiro da corrupção bloqueado no exterior. Chefe de órgão ligado ao Ministério da Justiça duvida da capacidade de recuperar dinheiro da Lava Jato”. “Lentidão da Justiça é principal fator da demora”. O que se segue parece pertinente ao assunto. Por isso, Rumorejando pede permissão de repassar aos seus leitores o que recebeu de um amigo por e-mail e que já circulou anteriormente:
“REPASSANDO, POR UM PAÍS MAIS JUSTO !!!”
 Esta é uma Matéria que vale a pena repassar e solicito que divulguemos com entusiasmo, chega de nepotismo e de interesses ardilosos!
Nesse ínterim, propomos que outras questões, tão importantes quanto, sejam inseridas no referendo:
• Maioridade penal aos 12 anos? SIM!
• Voto facultativo? SIM!
• Apenas 2 Senadores por Estado? SIM!
• Reduzir pela  metade o número de Deputados Federais; Estaduais e Vereadores de todo país? SIM!
• Acesso a cargos públicos exclusivamente por concurso? SIM!
• Reduzir (por Lei) os 39 Ministérios para no máximo 20? SIM!
• Exigência do 3º grau completo para os cargos de Presidente/Vice da República, Governadores, Senadores? SIM!
• Exigência do 2º grau completo para os cargos de Deputado Federal/Estadual e Vereadores? SIM!
• Fidelidade partidária absoluta? SIM!
• Férias de 30 dias para os políticos e juízes? SIM!
• Ampliação do Ficha-limpa? SIM!
• Fim das mordomias de integrantes dos três poderes, nas três esferas? SIM!
• Cadeia para quem desviar dinheiro público. Elevando-se para a categoria de crime hediondo? SIM!
•Atualização do código penal e processo penal? SIM!
• Fim dos suplentes. O político que sair dará lugar ao mais votado, independente do partido? SIM!
• Redução (por Lei dos 20.000 funcionários do Congresso para um quarto? SIM!
• Fim do voto secreto ou em lista fechada? SIM!
• Financiamento público das campanhas? NÃO!
• Horário Eleitoral e voto obrigatório? NÃO!
•Um BASTA, na politicagem rasteira que se pratica no Brasil? SIM !!!
Constatação XXIII
Rumorejando augura aos seus leitores e seus familiares um Feliz Natal com muita saúde e nos demais dias subsequentes também.
RICOS & POBRES
Constatação I
Rica se despe; pobre, tira os farrapos.
Constatação II
Rico nunca corre risco; pobre, vive na corda bamba.
Constatação III
Rico jejua; pobre, passa fome.
Constatação IV
Rico come rocambole; pobre recombola, digo, rebola para comer.
Constatação V
Rico é sempre inculpado; pobre, tem que provar inocência.
Constatação VI
Rico assiste desfile de moda em Paris; pobre assiste o carnaval em Curitiba.
Constatação VII
Rico faz a sesta; pobre, faz serão.
Constatação VIII
Rico promete e não cumpre; pobre, não promete. Só cumpre.
Constatação IX
Rico participa de torneio de xadrez; pobre, participa no xadrez.
Constatação X
Rico pratica a retribuição: pobre, a represália.