Postagens populares

Pesquisar este blog

Carregando...

quarta-feira, 31 de dezembro de 2014

BRAZIL VEJA, OPS, ISTO É: CRIME DE CORRUPÇÃO LAVA JATO!

RUMOREJANDO

http://rimasprimas.blogspot.com.br

PEQUENAS CONSTATAÇÕES, NA FALTA DE MAIORES.
Constatação I
Não se pode confundir ararinha com aranhinha porque o primeiro, segundo o dicionário Aurélio, é: “Substantivo feminino. 1. Zool. Designação comum às aves psitaciformes psitacídeas, gêneros Anodorhynchus, Ara, Cyanopsitta, todas de grande porte, cauda longa e bico muito forte, e que se alimentam de frutas e sementes em geral; o segundo, segundo o mesmo dicionário é: “Substantivo feminino. 1.Zool. Designação comum a diversos artrópodes aracnídeos araneídeos, de cefalotórax e abdome não segmentados, unidos por pedúnculo estreito, quelíceras terminadas em ponta para inoculação de peçonha, abdome com glândulas ou fiandeiras que segregam seda, com a qual fazem as teias. A maioria das espécies são terrestres e predadoras de outros artrópodes”. Elementar, crianças. Portanto, não façam confusão e por via das dúvidas e, se quiserem, decorem o que foi enunciado acima.
Constatação II
Deu na mídia, mais precisamente na revista Exame, da Editora Abril: “Brasil não vive crise de corrupção”, afirma Dilma a jornais estrangeiros. “No Brasil não há intocáveis. Qualquer um que não trate o dinheiro público com seriedade e honestidade deve pagar por isso”, salientou a presidente. Data vênia, como diriam nossos juristas, mas Rumorejando acha que o Brasil vive um num clima de paz, honradez, beatitude*, serenidade, felicidade nos 3 Poderes da República. Quanto aos pagadores de impostos, estes veem, feliz, o governo aplicar este cabedal de dinheiro que arrecada em Educação, Saúde, Segurança, Estradas, Saneamento Básico e por aí afora. Vige!
*Beatitude [Do lat. beatitudine.] Substantivo feminino.
1. Felicidade eterna e suprema; bem-aventurança.
2. Gozo da alma dos que se absorvem em contemplações místicas.
3. Felicidade tranquila e serena; bem-estar.
Vossa Beatitude. 1. Tratamento honorífico dado ao Papa (1) (Aurélio).
Constatação III
Há pessoas que por serem ignorantes, mal-intencionadas, desonestas, tolas consideram seus – delas – interlocutores desse mesmo modo. Vige!
Constatação IV
Deu na mídia: “Juro do cheque especial sobe e atinge 191,6 ao ano”. Se dividirmos por 12 apenas para obter uma suposta média de juro mensal, teríamos 191,6 : 12 = 16% aproximadamente.
Constatação V
Deu no blog do xará Juca Kfouri: “Em julho de 2007, o agora ministro do Esporte, George Hilton, foi expulso do PFL por ter sido flagrado no aeroporto de Belo Horizonte com malas de dinheiro que seriam provenientes de doações de membros da Igreja Universal do Reino de Deus. Então, ele era deputado estadual e a Polícia Federal o flagrou com 11 caixas de papelão com dinheiro e cheques, algo na casa dos R$ 600 mil segundo calculou a PF à época”. Data vênia, como diriam nossos juristas, masRumorejando tem a exata impressão de que para fazer parte do atual governo a condição sine qua non é que o sujeito tenha em seu currículo a Ficha não Limpa. Vige!
Constatação VI
Deu na mídia, mais precisamente no site da Gazeta do Povo: “Da praia onde descansa, Dilma deve anunciar mais ministros”. Data vênia, como diriam nossos juristas, masRumorejando, não pode deixar de manifestar uma dúvida crucial: Descansa do quê? Quem souber, por favor, comentários no blog. Obrigado!
Constatação VII
Quando a filha passou no vestibular de odontologia, a mãe convidou as amigas para um chá de comemoração para o qual não faltou, por razões óbvias, canapês, tortas diet e não diet. Evidentemente que o assunto, dentre muitas fofocas, deslizou para dentistas. Contou a anfitriã: “Enquanto a minha filhota não se formar, eu vou continuar com o Fulano, por sinal um tipão de homem, muito lindo, que tem mãos de fada e o seu preço nos meus tratamentos nunca foram de bruxa”.
Contou, sem o menor constrangimento, uma amiga: “Pois o meu já é diferente, ele tem mãos e cobra preço de bruxa. Eu só não mudo porque ele é muito bonito e aquela cadeira que vira cama poderá talvez um dia servir para algo não só de uso eminentemente profissional...”
Contou outra amiga: “Eu não tenho queixa do meu dentista. Ele é um sujeito circunspecto, me coloca na cadeira e sem muito papo vai fazendo o que é necessário.
Um dia, resolvi provocá-lo para ver se eu o tirava daquele mutismo e perguntei: -“Doutor! É verdade que vocês dentistas quando metem a broca nos dentes da gente, vocês sadicamente têm orgasmos?” E ele, sem titubear, respondeu de pronto:
- “Lamentavelemente, não”.
-“Um tanto quanto descarado ele, vocês não acham?”
Constatação VIII
E como poetava o obcecado convencido:
“Inabilidoso
É o cara que não tem jeito
De levar uma mulher pro leito
Sem que seja um sujeito idoso”.
Constatação IX
Ainda do mesmo autor da “poesia” da constatação anterior, a quadrinha a seguir em forma de dúvida crucial:
“Um panaca assaz desajeitado
Que perde a ocasião
De desfrutar uma carnal união
É um cara atoleimado? Abobado?
Constatação X
Na vida só triunfa
Quem corre atrás da bufunfa.
Na vida só se dá mal
Quem crê em algo fantasmal*.
*Fantasmal = Imaginário, ilusório, irreal (Aurélio).
Constatação XI
Em certos países se morre de estatística, como por exemplo, por latrocínio, assassinatos, acidentes nas estradas, não pagamento ao tráfico das dívidas de consumo de drogas, etc.
Nesta estatística não são consideradas as mortes, digamos, indiretas que seriam aquelas resultante dos desvios verbas pelos políticos, governantes, em seus próprios benefícios, provenientes da corrupção endêmica que assola o país, em detrimento de investimento em hospitais, leitos, remédios, material hospitalar, UTI´s e assim por diante.
É comum a polícia prender e a justiça mandar soltar, mormente nos casos de pessoas consideradas influentes. E viva “nóis”, digo, certos países...
Constatação XII
Em matéria de desfaçatez, que Rumorejando está estabelecendo um ranking, data vênia como diriam nossos juristas, mas o 1º. Lugar cabe para o cidadão que se propôs devolver 100 milhões de dólares que, descuidadamente, isto é, sem querer, ele embolsou e que tudo leva a acreditar que ainda estaria fazendo um excelente negócio.
Vige!
Constatação XIII
O pecado mora ao lado
É o título de uma película
Ou é o mulherão
Que aparece no pátio e na janela
Que anda nua no verão, na canícula
Em quem você gostaria de dar uma apalpadela
E que mora naquela mansão
Com o qual você está avizinhado?
Constatação XIV (Os Hermanos).
Para este assim chamado escriba, os últimos filmes argentinos que têm vindo são de primeira linha. Imbatíveis e obrigatoriamente assistíveis. Os gols do Messi também.
Constatação XV
E já que falamos de cinema, este já nominado assim chamado escriba vem revendo filmes antigos que já nem mais lembrava. Os três últimos foram Janela IndiscretaO discreto charme da burguesia e Tristana, os dois últimos de Buñuel. Este espanhol deixou sua marca de grande cineasta ao lado do sueco Ingmar Bergman, do inglês Alfred Hitchcock, do espanhol Carlos Saura, do francês Alain Resnais, dos italianos, com o neorrealismo de Vitório de Sicca, Roberto Roselinni, Pier Paolo Pasolini, Irmãos Tavianni, Dino Risi, Ettore Scola, Giuseppe Tornatore, Luchino Visconti, Michelangelo Antonioni, Marco Ferreri, Lina Wertmüller, Federico Felinni e outros mais cuja memória está traindo.
Constatação XVI
Não se pode confundir casamata que o dicionário Aurélio dá como: “Substantivo feminino.
1. Fort. Abrigo abobadado e blindado.
2. Prisão subterrânea.
3. Fort. Abrigo subterrâneo, de grossas paredes, para instalação de baterias ou proteção de materiais e pessoas.
4. Constr. Nav. Parapeito encouraçado fixo na estrutura do navio, e que serve de proteção a um canhão de pedestal e à guarnição deste” com caça mata, muito embora tenham um envolvimento, uma relação bi univocamente perfeita com assuntos que envolvem fdp´s.
Constatação XVII (Quadrinha para ser recitada a beira do mar, no réveillon, quando se joga flores para Iemanjá).
O ano de 2014 não merece ser lembrado.
Nunca se viu, no governo, tanto safado.
Será que não viria um novo ano melhorado
Onde a corrupção seria deixada de lado?
Constatação XVIII (Quadrinha para ser recitada no começo de novo período governamental).
No governo passado esqueceram-se da Educação,
Da Saúde, da Segurança e de outras mais.
Não seria bom comprar e ter uma agenda à mão
Para não se olvidar de bem governar jamais?
Constatação XIX (Quadrinha para ser recitada na posse do Ministro de Educação que afirmou que dinheiro não é importante para os professores. O importante é ensinar com amor).
V.Excia. abriu mão do seu salário,
Quando foi governador do seu estado?
Professor tem família. Não é salafrário.
Não tem Petrobrás ou outros ao seu lado.
Constatação XX (Quadrinha para ser recitada quando alguém quiser ouvir).
Com muita dificuldade, juntei uns trocados
Para atender o pedido da patroa para levá-la ao motel.
Chegando lá os quartos estavam todos ocupados.
Tivemos que esperar. Que pena que não trouxemos farnel.
RICOS & POBRES
Constatação I
Rico tem fantasia para se apresentar em desfile de escolas de samba; pobre, só tem fantasia sexual.
Constatação II
Rico é destaque na assim chamada Alta Sociedade, nas Escolas de Samba de Rio e São Paulo, pelos colunistas sociais; pobre, é destaque na coluna policial.
Constatação III
Rico não se sensibiliza com o noticiário; pobre, faz parte dele.
Constatação IV
Rico resmunga contra a alta dos carros importados; pobre, faz passeata contra a alta das passagens de ônibus, trem, metrô, etc.
Constatação V
Rico faz viagem gastronômica para conferir os considerados 10 melhores restaurantes pelo mundo; pobre, quando come, o faz, por razões óbvias, parcimoniosamente.
Constatação VI
Rico usa branco no réveillon; pobre, a mesma roupa que usou o ano todo.
Constatação VII
Rico realiza seus sonhos; pobre, convive com seus pesadelos.
Constatação VIII
Rico retempera eventual esforço num spa; pobre, retempera seu constante esforço com outro esforço.
Constatação IX
Rico mora numa mansão em condomínio fechado; pobre debaixo da ponte ou, no máximo, numa tapera.
Constatação X
Rico tem um que de poeta; pobre, só de dizer peta*.
*Peta = Mentira (Aurélio).