Postagens populares

Pesquisar este blog

Carregando...

sábado, 14 de abril de 2012

BRAZIL 2010: "LO QUE LE FALTA A BRASIL PARA SER BRASIL?"




*2010:para entender o golpe contra Dilma Rousseff em 31-08-2016.



ODEBRECHET: "ONDE FOI QUE ERRAMOS?"

Mosaico a partir de www.google.com.br/images. As quatro irmãs do concreto ou Liga do cimento. "Onde foi que erramos?" E. Odebrechet



Marina da Silva

  Lo que le falta a Brasil para ser Brasil. ¿Es que Brasil no es aún Brasil? ¿ Por qué le falta algo para serlo? Por: Juan Arias 13 de abril de 2012”


Parece um questionamento filosófico abissal, mas é uma mera constatação de E. Odebrecht - no artigo “Onde foi que erramos? publicado na Folha de São Paulo/23/05/10 - de que as empresas brasileiras poderiam estar mais competitivas neste século globalizado. Como toda pergunta merece resposta e “porque sim e porque não”, não são respostas...

Caríssimo Emílio Odebrechet( eu respondendo em 2012),
Não há resposta para sua questão no Brasil colônia/império, período onde a acumulação de riquezas se dava no extrativismo vegetal (pau Brasil, cana, café, algodão, borracha,etc) e mineral (ouro, diamante, pedras preciosas)   amparada nos braços, pernas e cabeças dos escravos. Sem falar nos maus tratos e mortes por insegurança alimentar, maus tratos ou sadomasoquismo dos senhores e senhoras!
Por essas e outras é que temos que contextualizá-la ("a questão" ONDE FOI QUE ERRAMOS?) após a abolição dos negros e instituição da República. O mais grave erro, porém não único, foi fundar uma república contaminada e corrompida no parasitismo do Estado pelos clãs oligárquicos, persistindo e permitindo uma apropriação e expropriação patrimonialista do país, nos mesmos moldes do Brasil colônia perdurando ainda hoje, quinhentos e doze anos depois, século XXI! Errar é humano, você replicaria, e, persistir nos erros é toscamente BRIC (Burrice, Retardo, Incompetência, Canalhice e corrupção)! A República brasileira nasce como propriedade privada de grupos oligárquicos (lembre-se o revezamento café com leite até Vargas) que faziam e fazem das instâncias administrativas do governo uma extensão de seus currais, latrinas e chiqueiros! E acrescento, caso não saiba e não tenha feito uso deste "jeitinho de compadres" que criam uma empresa pequena de construção civil e vira mega multimilionária empresa global diversificando o roubo dos cofres públicos em conluio com tais famílias. Por exemplo, Getúlio Vargas e seu amigo Camargo Corrêa!
Mosaico a partir de www.google.com.br/images

Embora de partido único, republicano, a partilha das riquezas entre estrangeiros e principalmente nativos nunca esteve pacificada, haja vista a ascensão de Getúlio Vargas ao poder(1930)  e a instalação do Estado Novo(1935) que buscou romper com o poder dos coronéis latifundiários alavancando a industrialização do país. Uma luta ferrenha que hodiernamente se mantém na visão tacanha daqueles que defendem nossa vocação divina e eterna como fornecedores de produtos primários e que, mesmo sendo o Brasil uma das potências capitalistas emergentes, o BBB+ dos BRIC’s, [em 2007 com a descoberta do pré-sal viramos AAA+ cobiçada moeda geopolítica] devemos continuar nos desenvolvendo atrelados e sob a tutela do combalido império estadunidense!
Fraquezas teórico-filosóficas capengas, [principalmente das oligarquias PSDB, DEM, PP, nossos partidos neolibeais] que não se sustentam frente a realidade, mas estão profundamente arraigadas em políticos e/ou empresários entreguistas e chupins, locupletadores, que para garantir suas rações diárias se prostram perante a estratégia geopolítica norte-americana para as Américas: um panamericanismo abalado no Brasil com a chegada do metalúrgico analfabeto, o Lula, no Planalto eleito em 2002! Tal estado de coisas vinham desde o surto industrial durante e no pós Segunda Grande Guerra via substituição de importações; do salto dos 50 anos em 5 de JK onde muito concreto fez da ficção, Brasília; da era dos planejamentos da ditadura militar, o Brasil se vê as voltas com sabotagens geoestratégicas para manter o país subdesenvolvido e dependente: um gigante bobão e grandalhão como foi conhecido desde então na América latina e no mundo! Se o Brasil perdeu etapas importantes no processo de industrialização e a chance de andar com as próprias pernas a culpa não é do Estado, que cumpriu seu papel endividando-se astronomicamente para dotar o país de infraestruturas e propiciar milhões de benesses às multinacionais e empresários tupiniquins, empreiteiros como  vossa, ops, fdp como você; principalmente, via BNDEs. O Estado foi o indutor, condutor, facilitador e financiador do desenvolvimento capitalista brasileiro! Uma mãezona... e ainda o é! Está aí os crimes lesa-pátria da Operação Lava jato (março, 2014), um campeonato de desvios do dinheiro das obras públicas, onde sua empresa Odebrechet, é lider e de chave única!
www.google.com.br/images A dama de ferro, Dilma, pagando benção e pedindo penico a Barack, o Obama! "Consideramos que o papel dos EUA nesta conjuntura, neste mundo multilateral, é muito importante. A grande flexibilidade da economia norte-americana, a liderança na área de ciência, tecnologia e inovação, e, ao mesmo tempo, as forças democráticas que fundam a nação norte-americana tornam muito importante o papel dos EUA tanto na contenção da crise quanto na retomada da prosperidade."


2008. Crise sub-prime, epicentro EUA. No Brasil de Lula e Dilma, a crise dos Estados Unidos (2008) não passou de "uma marolinha", foi um período frutífero para a população brasileira mais necessitada e trabalhadores de baixa renda! Milhões de brasileiro chegavam a classe C exatamente neste ano, assim como a descoberta dos mega campos de petróleo e gás natural! E olha, o que o PT fez para os pobres em 13 aos de governo até o golpe de estado em 31-08-2016, não chega aos bilhões roubados e que estão sendo apurados pela Polícia Federal. E estou falando apenas das propinas pagas pelas empreiteiras, com destaque a sua Odebrechet que capturou o governo e os representes do povo, eleitos com a confiança e crédito da população brasileira.
www.google.com.br/images. Uma merreca de nada! Foi o que o PT conseguiu repassar à população mais carente do país e serviu para justificar o golpe neoliberal!


Se FHC ajudou os bancos com o PROER nos anos noventa, Lula salvou empresários brasileiros da “nossa grave crise financeira mundial dos EUA”, uma marolinha! E passou a mesma missão, cumprida com fidelidade canina, para sua sucessora, a presidenta Dilma Rousseff. Como o senhor ousa reclamar?
Onde foi que erramos? A pergunta que não quer se calar? Clientelismo, coronelismo, nepotismo, fraudes, desvios do erário, escândalos financeiros, especulações de todos os tipos, empresas fictícias, crimes lesa pátria nas milhares de obras públicas inacabadas ou que sequer saíram do papel, uso abusivo de incentivos (FHC, o Mister Cardoso, inventou e colocou em prática ainda nos anos Noventa, o capitalismo Co-responsável, sustentando uma acumulação e concentração de riquezas absurdas via PPP’s_Parceria Público Privada, o mesmo que roubar dos pobres brasileiros e entregar para os ricos) e principalmente incompetência e miopia de políticos manipuláveis, vermes rastejadores, corruptos! 

www.google.com.br/images. "SE GRITAR PEGA LADRÃO NÃO FICA UM..." Salve Bezerra! No quadro acima, exceto a presidenta deposta Dilma Rousseff que jamais foi citada em qualquer ato espúrio na Operação Lava Jato e Lula, que embora investigado, preso, encurralado por Sérgio Moro, STF e MPF ,SEM PROVAS (até o momento em que reescrevo este artigo) e os manifestantes ao centro, demais políticos são corruptos conhecidíssimos da nação! 28 legendas estão envolvidas com  A liga do cimento: PSDB, PP, PMDB, DEM, PR, PRB!  Apenas o PT interessa às investigações!




E ainda,o país é refém da cultura de "levar vantagem em tudo" e a alternância de locupletadores a cada eleição, sem um projeto de nação soberana, sobrevivendo da dilapidação do Estado em negociatas, subornos e propinas! Muda-se a sigla, os corruptos são os mesmos!
 “É da tradição da política brasileira reinventar o país a cada década. Parece que optamos por construir aqui uma civilização do curto prazo”. Erro abominável que levou o país a uma concentração de renda brutal (tese do bolo crescer para repartir depois), a uma desigualdade social gritante, a disparidade no desenvolvimento regional (centro-sul desenvolvido e demais regiões, medievais), a um empobrecimento e miserabilidade de grande parte da população como estratégia política de encabrestamento eleitoral. 
www.google.com.br/images.  O voto eletrônico tira do cidadão o direito de criticar, xingar e até mesmo desabafar como se fazia na cédula de papel! A resposta está chegando em 2016: somos milhões de brasileiros que demos BASTA DE CORRUPÇÃO E FICHA LIMPA JÁ! VOTANDO EM BRANCO, NULO OU NEM PARTICIPANDO DA ELEIÇÃO!

A cidadania e a dignidade humana foram restringidas ao voto e este a mero justificador de corruptos no poder. Um círculo vicioso que mantém alto grau de miséria, um estado fisiologicamente necessário para a dominação e manutenção do status quo! O que está se conseguindo com o retrocesso de tudo que o Lulismo plantou de bom Para Todos desde 2003 com a não aceitação do resultado das eleições 2014 que elegeram Dilma Rousseff para mais um mandato até 2018 e foi usurpado pelo PMDB de Michel Temer, Renan Calheiros, Eduardo Cunha, os principais bandidos citados, investigados, provas de montão e soltos e governando a nação! Cunha foi preso, o senhor me dirá, mas os brasileiros sabem que é apenas um artificio jogado a partir de Sérgio Moro para justificar encarcerar Lula, sujar sua ficha e impedí-lo de se candidatar em 2018! Para Lula só é possível duas alternativas: PRESO OU MORTO!

Com um Estado como este para que se preocupar em criar e manter empresas competitivas?  O mercado interno é  cativo, o fluxo de riquezas encaminhado por suas empresas e de sua Liga de corrupção. Para que se preocupar com competição? 
Sua pergunta poderia ter sido feita em 1990.
A resposta poderia já estar encaminhada a partir em 1989; eleição de Collor e a abertura irrestrita, imediata da economia, processo aprofundado por FHC e as privatizações! Era o neoliberalismo e a globalização batendo a porta e deixando muitos empresários chupins de calças nas mãos. Mas mesmo assim ainda se permitiu nos anos 80-90 a farra especulativa que fez surgir uma classe de ricos emergentes! A fase desmame não foi fácil e levou a grita geral: não nos deram tempo para preparar para a competição! E agora José? Questionam aqueles que pregam o Estado Mínimo e fazendo o máximo com muito pouco ou nada!
Para Odebrecht “Terá mais oportunidades a empresa que se mantiver competitiva e souber criar as condições para isso”, mas é necessário “dar mais oportunidades às grandes empresas competitivas” pede. Entre as doações o senhor pedia:

·       *  “Educação em todos os níveis, com ênfase para a profissionalizante”. Detalhe: cerca de 2/3 da PEA é de trabalhadores informais e empreendedores; 1/3 são formais e estão distribuídos no serviço público, e nos setores de comércio e serviços, grande parte como terceirizado (leia-se empregos que não exigem muita qualificação, trabalho precário) e os técnicos altamente qualificados não se sujeitam ao mínimo como salário (em SP a média não chega a 2 ½ mínimos e MG não atinge 2);

·        * “Disponibilidade de financiamentos de longo prazo, em quantidade e com custos atraentes”, leia-se competitivo mamando no Estado. Esta tal sustentabilidade...

·        * “Marcos regulatórios estáveis, previsíveis e de longo prazo”. Estabilidade, previsão e longo prazo no capitalismo onde mais do que nunca “tudo o que é sólido se desmancha no ar”?

·        * “Redução do custo Brasil” (ultrapassada, FHC F* com os direitos trabalhistas); 

*. "reforma política” (kkkk), “redução do tamanho do Estado (burrice e contramão), depois de set/2008 a onda é de regulação via Estado até no Estado onde até o povo odeia Estado: os EUA! Obama ainda é o presidente dos Estados Unidos, reelegeu-se usando discurso petista e de outros partidos de esquerda e é chamado de paternalista!
PARTNER
http://online.wsj.com/article/"Is It Public, or Is It Private?"November 9, 2009

Increasingly when it comes to giving, it's a little bit of both

 A variety of local, state and federal initiatives have sprung up to provide incentives for nonprofits and philanthropists to donate to a particular cause, largely through government grant programs that match private donations. Public authorities have also created offices of social entrepreneurship to promote innovative programs, work with private donors and fund those programs that become successful.

 "PAÍS RICO É PAÍS SEM MISÉRIA".


Quer ser competitivo mesmo? Criar oportunidades e lucros do NADA? Estão abertas as inscrições com EBX e o quarteto fantástico AB-Inbev. Os custos são sociais, mas...e daí? Olha o conselho que eu dei em 2012? Afff
 
www.google.com.br/images Carlos Brito o CEO Ab- Inbev. Ele é o cara que transformou as melhores cervejas do planeta em um "líquido que desce redondo" e estufa e dá gases! SAÚDE!