Postagens populares

Pesquisar este blog

Carregando...

terça-feira, 25 de outubro de 2011

RUMUREJANDO...JUCA ZOKNER

PEQUENAS CONSTATAÇÕES, NA FALTA DE MAIORES.  

                                               
                                http://rimasprimas.blogspot.com/

Constatação I

Rico é doidivanas*; pobre vive como dá, como pode ou “como Deus quer”.
*Doidivanas = “pessoa gastadora, perdulária” (Houaiss).

Constatação II
Deu na mídia: “Brasil vê corrupção na Bulgária como entrave a parceria entre os países”. Data vênia, como diriam nossos juristas, mas Rumorejando acha que o roto está falando do esfarrapado.

Constatação III
Deu na mídia: “O senador Reditario Cassol (PP-RO) defendeu no dia 6 de outubro deste ano, da tribuna do Senado, o fim do auxílio-reclusão para os condenados que estiverem cumprindo pena e a adoção da pena de chicotadas contra os presos que se recusarem a trabalhar nos presídios”. Com relação aos deputados, senadores e vereadores que ganham fortunas sem trabalhar, independente das falcatruas, S. Excia. nada propôs.

Constatação IV
Rico finge que labora; pobre, é tratado como escravo.

Constatação V
Rico pratica o ócio; pobre, é vagabundo.

Constatação VI
E disse, pro idoso, a Paulina:
“Não ligue, tio. Isso acontece.
Tome aspartato de arginina
E o que viemos fazer
Aqui no motel,
Nesse lindo anoitecer,
Você nunca mais esquece.
E o seu desempenho,
Sem muito esforço,
Sem muito empenho,
Sem cãibra no dorso,
Será digno dum Prêmio Nobel...”

Constatação VII (E já que falamos no assunto...)
Com africanos e judeus ganhando o Nobel deste ano é de nenhum anti-racista ficar triste e/ou botar defeito. Já, os nazistas...

Constatação VIII (De uma dúvida crucial).
Vidro temperado é aquele que é preparado com azeite, vinagre balsâmico, sal e pimenta?

Constatação IX
Não se pode confundir apreço com apresso, muito embora eu me veja muito apresso em demonstrar que tenho apreço por determinadas gatas sem que elas, insensivelmente, nem ao menos, com vagar ou não, se emocionem com isso. Pena!

Constatação X
Deu na mídia, mais precisamente no jornal Gazeta do Povo, cá da terra, no dia 12, Dia da Criança e da homenagem a Nossa Senhora Aparecida: “O presidente da Assembléia Legislativa do Paraná tem direito a receber, desde 1992, uma gratificação pelo exercício do cargo no mesmo valor da remuneração paga aos deputados. Na prática, isso significa que há 19 anos quem ocupa o cargo de presidente do Legislativo paranaense recebe o salário em dobro. Atualmente, a remuneração de um deputado estadual é de R$ 20 mil. O decreto legislativo que garante esse salário dobrado foi assinado pelo ex-presidente da Assembléia Aníbal Khury em 23 dezembro de 1992. O primeiro beneficiário da gratificação foi o então deputado Orlando Pessuti, que comandou a Casa de 1993 a 1994. Na sequência, Aníbal recebeu o benefício durante cinco anos, entre 1995 e 1999; Nelson Justus de 1999 a 2000 e de 2007 a 2010; Hermas Brandão entre 2001 e 2006; e, por fim, Rossoni, que assumiu o cargo em fevereiro. Até hoje, portanto, cinco deputados receberam a gratificação no cargo de presidente”. O jornal Gazeta do Povo, provavelmente, esqueceu – o que foi uma imperdoável omissão – de acrescentar: viva também ‘nóis’ no Paraná...

PS: QUER MAIS? PASSE NO BLOG     http://rimasprimas.blogspot.com/