Postagens populares

Pesquisar este blog

Carregando...

quarta-feira, 23 de março de 2016

BRAZIL: POLIEDRO POLÍTICO

O POLIEDRO
www.goolge.com.br/images.

 Sérgio Antunes de Freitas

Se dispuséssemos todas as opiniões pessoais ou de grupos em uma figura geométrica, certamente, teríamos um poliedro irregular de múltiplas facetas.
No espaço infinito, ele teria a forma de uma ameba, com suas faces polidas e brilhantes, como no espectro da luz, um arco-íris em três dimensões.
A verdade estaria no centro de gravidade do sólido, que se deslocaria ininterruptamente, fazendo com que as opiniões se deslocassem também, com maior ou menor intensidade, de acordo com sua proximidade ao centro geométrico.
À medida que uma faceta buscasse se aproximar da verdade, todo o corpo receberia uma pressão que tenderia a movimentá-lo. Ter-se-ia a evolução da matéria, do conhecimento, do espírito de todas as faces.
Entretanto, quando uma faceta tentasse atingir outra faceta oposta, haveria uma convulsão interna, visto que a toda ação corresponde uma reação oposta e de igual intensidade, como nos ensinou Newton.
Isso comprometeria a evolução e o corpo ficaria estático, estagnado. Não haveria progresso. Entretanto, todas as facetas próximas daquelas no eixo das forças contrárias sofreriam com os deslocamentos físicos, neutralizadas no conjunto, mas com graves desconfortos às células, pois ficaria quebrado o equilíbrio do conjunto.
Em resumo, isso não seria vantajoso para ninguém.