Postagens populares

Pesquisar este blog

Carregando...

sexta-feira, 28 de dezembro de 2012

BRAZIL: HÁ ALGO DE PODRE NO REINO DO LIXO!


RECICLAGEM: TRABALHO SEM DIREITOS E CIDADANIA DE LIXO!

Marina da Silva



www.google.com.br/images


De todas as “formas” que o trabalho humano vem sendo usado no mundo hodierno, o empreendedorismo verde na reciclagem é uma das mais ignominiosas tanto pela extraordinária riqueza produzida (para poucos, fundamentada em discursos falaciosos) como pela brutal exploração dos trabalhadores, condenados a uma miserabilidade material e espiritual incomensuravéis enquanto geram lucros inimagináveis no garimpo de verdadeiros tesouros ”escondidos” no lixo!
www.google.com.br/images. A GRANDE JOGADA DOS SÉCULOS XX/XXI: APROPRIAR-SE DE UMA PREOCUPAÇÃO GLOBAL COM A PRESERVAÇÃO DO PLANETA PARA TRANSFORMAR SERES HUMANOS, CIDADÃOS EM ESCRAVOS DO DESENVOLVIMENTO CAPITALISTA SUSTENTÁVEL ECOLOGICAMENTE CORRETO!


Para as empresas agraciadas com o brasão verde da responsabilidade social e compromisso ambiental a palavra reciclagem é mágica, lucro líquido e certo, uma alquimia que transforma em ouro toneladas de lixo! Para os “agentes ambientais que também atendem pelo nome “catadores”, reciclagem significa sobrevivência, muito trabalho pesado, duro e uma cidadania as avessas retirada do lixo! Seu trabalho é essencial para salvar o planeta, enriquecer grupos seletos sem no entanto lhes conferir a menor visibilidade social!
www.google.com.br/images "AMA COM ORGULHO A TERRA EM QUE NASCESTE! CRIANÇA! NÃO VERÁS NENHUM PAÍS COMO ESTE!"Olavo Bilac


Noite e dia, milhões de trabalhadores, homens e mulheres, adultos, jovens, idosos, crianças, grávidas, trafegam pelas cidades carregando no lombo 500/800 toneladas de lixo reciclável em troca da sobrevivência diária e o status de gente e quiçá cidadão brasileiro!

Foto Marina da Silva. Frase escrita na parede de um dos galpões (Av. Contorno) para onde levam o fruto de um trabalho árduo, dezenas de catadores em Belo Horizonte. MG. 
 “A vida me faz um papelão e de papelão eu construo minha vida!” 

Latinhas de alumínio, garrafas pets, plásticos, papelão, papel, etc e tal também! O lixo tornou-se uma formidável oportunidade de extração de mais-valia absoluta com aval do Estado! Alijados de qualquer proteção legal, social, sanitária, desnudos da legislação trabalhista CLT e dos direitos garantidos pela Constituição de 1988 (Art. 7º), os catadores transitam por ruas e avenidas sem jornada, sem local de trabalho, sem vale-transporte, vale-alimentação, cesta básica, sem segurança. Não tem direito ao salário Mínimo e para muitos o mínimo auferido num mês não atinge um salário!
Foto Marina da Silva. Dados oficiais informam que o Brazil tem mais de UM MILHÃO de catadores(2008); entre 1990/2005 o poder aquisitivo aumentou cerca de 400%; ASMARE/BH é a primeira unidade industrial de reciclagem da América Latina de propriedade de catadores; em 2008 a Asmare era formada por 550 catadores, 80% mulheres com renda mensal entre 260 a 600 reais.


Foto Marina da Silva. Catadores de Belo Horizonte dormindo pelas ruas. O trabalho dos catadoresé tão essencial a Beagá que, se não existisse viveríamos num lixão de tão deprimente que é o serviço terceirizado de limpeza urbana! A ALMG-assembléia legislativa de Minas Gerais, pretende instituir o Bolsa-catador!

Tal qual formigas trabalham sem cessar carregando um peso centenas de vezes superiores ao próprio peso e força, sem direito a uniforme, equipamento de proteção individual-EPI, adicional de insalubridade e muito menos de periculosidade embora lidem com materiais contaminados e arrisquem a vida em meios aos carros e veículos pesados!
Não possuem o que é mais caro ao trabalhador: carteira assinada  e tem mais, não recebem hora-extra, não tem banco de horas, 13º salário e o descanso semanal remunerado!


 
www.google.com.br/images. NO BRASIL TER CARTEIRA ASSINADO EQUIVALE A CERTIDÃO DE HONESTIDADE E TÍTULO DE CIDADANIA!

Todo dia é dia de ganhar a vida expostos ao lixo e as violências urbanas, amando e se reproduzindo num meio saprófito enquanto salvam o mundo e dão sustentabilidade à dinâmica de expropriação e acumulação capitalista verde e seu ecodiscurso: ecodesenvolvimento, ecoprodutos, selo verde, cidadãos verdes, compromisso ambiental, consciência verde, alienação verde! Sedutor, o ecodiscurso encobre a exploração cruel e desumana de milhões de trabalhadores!
Na economia da reciclagem ganham os empresários (matéria-primas, mão-de-obra escrava, ajuda do governo, venda de produtos mais caros abusando do consumidor e sua preocupação verde com o planeta). O lucro cai a medida que se aproxima do lixo! 
www.google.com.br/images




Ganham as cidades com a limpeza urbana, melhoria da qualidade de vida despertando nos cidadãos a consciência e responsabilidade verdes, um discurso mentiroso que camufla a exploração dos trabalhadores expostos a um trabalho sem direito aos Direitos!




www.google.com.br/images ENQUANTO OS CIDADÃOS FAZEM SEU "DEVER DE CASA" PARA SALVAR O PLANETA O BRASIL PASSA POR UMA VERDADEIRA REFORMA AMBIENTAL DESTRUINDO ECOSSISTEMAS COMO O CERRADO, MATA ATLÂNTICA, FLORESTA AMAZÔNICA EM ATIVIDADES COMO A AGROPECUÁRIA, MINERAÇÃO, PLANTIO DE EUCALIPTOS, ETC, ETC.

Na impossibilidade de esconder a situação degradante dos catadores no estado de Minas Gerais, políticos (deputados e governo) estão em debate desde 2011 – "Lixo e cidadania” e quase chegaram ao consenso bolsa-catador, uma bolsa-esmola no estilo bolsa-família com o intuito propósito objetivo de justificar a exploração do trabalho desta “brava gente brasileira” explorada pelo poder público e empresas privadas, uma expropriação vergonhosa e uma acumulação “suja”!

Em 2008 o país possuía 700 mil catadores, em 2010 mais de 1 milhão de trabalhadores e apenas 40 mil formalizados em cooperativas. Vivemos o boom do lixo! Agentes ambientais com a missão de salvar todo o mundo(capitalista), a mídia se entrega descaradamente à acumulação suja defendo os ecovalores da reciclagem agora em novelas: "Viver a vida" e "Passione"; mas a apologia ao lixo não é recente -Regina Duarte já foi  "A rainha da sucata”)! O que mudou no atual boom do lixo é a super exploração dos catadores e de todos os que vivem o “ciclo do lixo" na base da pirâmide (os catadores e/ou cooperativados), o crescimento geométrico de trabalhadores nesta atividade sem a menor proteção trabalhista, a naturalização da atividade vendida como trabalho digno, o empreendedorismo e importância da salvação do planeta!
Sexta potência capitalista, o Brazil não possui políticas públicas para os trabalhadores do lixo. Não existem regras oficiais para a legalização dos catadores e impera a ilegalidade, falsas cooperativas, associações, ong’s e og’s suspeitas!
                            

www.google.com.br/images. "E UM BANDO DE GENTE IMPORTANTE ENVOLVIDA..." Salve RPM! Salve Paulo  Ricardo!

Juiz rejeita denúncia contra Palocci no caso da 'Máfia do Lixo' A denúncia, de 2006, apontava um suposto esquema de pagamentos de propina por parte do Grupo Leão Leão, concessionário da limpeza urbana no município, e envolvia o ex-prefeito e atual deputado federal Antonio Palocci Filho (PT-SP), à época ministro da Fazenda, além de outros nove acusados.”25 DE OUTUBRO DE 2011 - 0H00 


www.google.com.br/images "“Investir na reciclagem não é apenas um ato de consciência ambiental, mas também econômica", prega o Instituto AKATU.


A fortuna do lixo é tão grande que o governo já tomou medidas para acabar com a farra e bagunça nos  lixões e organizar a distribuição dos lucros e royalties do lixo! o que não impede que máfias criem "as laranjas do lixo", empresas ligadas a grandes empreiteiras colonizando o serviço de limpeza urbana nos milhares de municípios do país!



Institui a Política Nacional de Resíduos Sólidos; altera a Lei no 9.605, de 12 de fevereiro de 1998; e dá outras providências. 

Em 2008 o país possuía 700 mil catadores, em 2010 mais de 1 milhão de trabalhadores e apenas 40 mil formalizados em cooperativas. Vivemos o boom do lixo! Agentes ambientais com a missão de salvar todo o mundo(capitalista), a mídia se entrega descaradamente à acumulação suja defendo os ecovalores da reciclagem até em novelas: "Viver a vida" e "Passione"; mas a apologia ao lixo não é recente - Regina Duarte já foi  "A rainha da sucata”!
 O que mudou no atual boom do lixo é a super exploração dos catadores e de todos os que vivem o “ciclo do lixo" na base da pirâmide (os catadores e/ou cooperativados), o crescimento geométrico de trabalhadores nesta atividade sem a menor proteção trabalhista, a naturalização da atividade vendida como trabalho digno, o empreendedorismo e importância da salvação do planeta!
Sexta potência capitalista, o Brazil não possui políticas públicas para os trabalhadores do lixo. Não existem regras oficiais para a legalização dos catadores e impera a ilegalidade, falsas cooperativas, associações, ong’s e og’s suspeitas!
                            

"Empresa comprava lixo hospitalar dos EUA para revender no Brasil"

No início de outubro a Receita Federal apreendeu dois contêineres com 46 toneladas de "tecido de algodão com defeito". Em um deles havia também seringas, catéteres e luvas usadas. Todos saíram do porto de Charleston, na Carolina do Sul, para a empresa Na intimidade Ltda, com sede em Santa Cruz do Capibaribe (PE). Os tecidos importados de hospitais norte-americanos com manchas similares às de sangue e secreções humanas eram vendidos a quilo no Brasil. 


"Itália investiga elo da máfia com lixo no Brasil.
A brigada antimáfia da Itália confiscou ontem € 13 milhões em imóveis, carros de luxo e um galpão do "rei do lixo" Cipriano Chianese, 57 anos, do notório no clã da Camorra, no norte da Itália. Seria o testa de ferro de Franco Caccaro, de 49, presidente da TPA, de trituração de lixo, atuante em vários países, inclusive no Brasil. Um diretor da TPA Trituradores em São Paulo, Emilio Zambello, 85 anos, nasceu em Pádua, como Caccaro." 

www.google.com.br/images. HÁ ALGO DE PODRE NO REINO DO LIXÃO! GRUPOS SE MATAM PELA RIQUEZA INIMAGINÁVEL VINDA DO LIXO!