Postagens populares

Pesquisar este blog

Carregando...

quarta-feira, 30 de dezembro de 2015

BRAZIL CORRUPÇÃO: 2015 - O ANO QUE NASCEU MORTO".

BRAZIL: ASSASSINARAM...2015!

Resultado de imagem para dilma rousseff ALIADOS
www.google.com.br/images. PMDB Eduardo Cunha, presidente da Câmara Federal (E); Michel Temer, vice-presidente da República e presidente Nacional do PMDB (centro); Renan Calheiros, presidente do Senado (D). Trio parada dura que aderiu ao PSDB de Aécio Neves pelo impeachment de Dilma Rousseff. Mama mia! 

Marina da Silva

Antes mesmo da “Virada” do ano, 2015 nasceu morto, administrativamente falando, e tudo graças à jogatina política de partidos poderosos, entre eles PMDB E PSDB, os donos do Brasil, coronéis  e barões do Norte, Nordeste, Centro-oeste, Sudeste. Uma palavra para resumir 2015? Natimorto! Sua gestação se iniciou no primeiro mandato do PT na presidência da República, prosseguiu no segundo mandato, quase foi abortada na eleição de Dilma Rousseff em 2010, a presidenta criada para esquentar o trono para Lula até 2014, e que acabou ficando com a faixa no colo, supostamente até seu impeachment em 2015! Pobre 2015, perdido nas politicagens, nas teias e tramas daqueles que compraram a reeleição alterando a Carta Magna brasileira de 1988: "EMENDA CONSTITUCIONAL Nº 16, DE 04 DE JUNHO DE 1997
Dá nova redação ao § 5º do art. 14, ao caput do art. 28, ao inciso II do art. 29, ao caput do art. 77 e ao art. 82 da Constituição Federal.
As Mesas da Câmara dos Deputados e do Senado Federal, nos termos do § 3º do art. 60 da Constituição Federal, promulgam a seguinte emenda ao texto constitucional: Art. 1º O § 5º do art. 14, ao caput do art. 28, o inciso II do art. 29, o caput do art. 77 e o art. 82 da Constituição Federal passam a vigorar com a seginte redação:. § 5º O Presidente da República, os Governadores de Estado e do Distrito Federal, os Prefeitos e quem os houver sucedido, ou substituído no curso dos mandatos poderão ser reeleitos para um único período subseqüente."

 Resultado de imagem para FHC CANSADO
www.google.com.br/images. FHC, Fernando Henrique Cardoso, também conhecido como "O príncipe...da privataria".
“O que disse FHC, então presidente da República: sempre negou o esquema. Dez anos depois, em sabatina na Folha, em 2007, o tucano apresentou uma versão um pouco diferente. Alegou que a operação não foi comandada pelo governo federal nem pelo PSDB: “O Senado votou [a reeleição] em junho [de 1997] e 80% aprovou. Que compra de voto? (…) Houve compra de votos? Provavelmente. Foi feita pelo governo federal? Não foi. Pelo PSDB: não foi. Por mim, muito menos”.”

A eleição de 2014 tinha como sempre dois grandes times cabeças-de-chave para o governo: PMDB/PT e aliados X PSDB/DEM e aliados. O Partido dos Trabalhadores, a esperança “vermelha”, chegara ao poder em 2003, posse de Lula, amparado pela super plataforma continental de apoio do PMDB, partido que domina o cenário político brasileiro desde a Era Vargas travestido em outras siglas, pondo fim ao Tucanato do seu arqui-inimigo-sócio-competidor no poder desde 1994, PSDB, um império que fez o “dever de casa” ditado pelo Fundo Monetário Internacional, salvou banqueiros com o PROER, tratou trabalhadores aposentados como escória e servidores públicos como lixo (médicos e professores, especialmente), empobrecendo a população e fortalecendo a concentração de riquezas. Esta façanha do PSDB/FHC jogou a “coroa e cetro” para o colo do PMDB na cabeça de Lula/Dilma e logrou em 2002 o sonho imperial tucano!
www.google.com.br/images. 

O PT prometeu ao povo esperançado apenas o “possível” com as parcas margens de manobras permitidas pelos pemedebistas e pessedebistas; destaque para os programas FOME ZERO, Bolsa-família, Minha casa minha vida e implementos na área de Educação [universidades e escolas técnicas], PRONATEC, Programa Primeiro Emprego e na saúde os programas Saúde da família e Mais médicos.
Mas... Aderindo a prática jurássica do “Toma-lá dá cá” instituída por José Sarney, um fóssil imortal de corrupção através da compra de votos de parlamentares e pagamento de propinas, o PT- Partido dos Trabalhadores, paladino da ética, moral, bons costumes, bons exemplos, da transparência administrativa foi pego com as “cuecas” cheias de dólares no “maior escândalo de todos os tempos” para a mídia: o Mensalão 2005! Até tu Lula?
Resultado de imagem para mensalão pt condenados
www.google.com.br/images. " O maior escândalo...e blá.

Denúncias, prisões, julgamento épico e cadeia não impediram a reeleição de Lula e do PMDB no comando da nação, mas aumentaram e muito as expectativas de retorno tucano ao poder! Porém como mais forte são os poderes dos pobres, não-pobres, daqueles com o pé na linha da pobreza, miseráveis e a “nova classe média Brasil[Cde] à época, mais de cem milhões de cidadãos, Lula não apenas se reelegeu como fez sua sucessora Dilma Rousseff, a primeira brasileira presidenta da República!
Dilma assume com a pecha de “a criatura” com a missão de governar até 2014 quando da volta de Lula. Mas contrariando toda a física, biologia, matemática, psicologia, filosofia fisiologista patológica da política brasileira Lula não se candidatou para as eleições de 2014 e já que Dilma estava...deixe-a ficar com a faixa presidencial e a bomba “Lava jato” prestes a explodir em março de 2014 e  só estourou após o pleito através de acordo entre partes banhadas no Maior Escândalo de Corrupção de todos os Tempos!

Mas o que aconteceu para mudar bruscamente a posição de Lula em se candidatar em 2014? Simples...

www.google.com.br/images. São os votos de Marina Silva que elevaram as intenções de voto em Eduardo Campos e provavelmente o levariam a um segundo turno e quiça à presidência se não fosse o trágico acidente!

Mas antes: as eleições de 2014 fizeram história  com sabotagem da inscrição do partido de Marina Silva, REDE, passando pela ascensão de Eduardo Campos como opção melhor que Aécio e Dilma, apoio informal descarado de Aécio a Dilma até o trágico acidente aéreo que vitimou Campos, escalada geométrica de Aécio Neves em todas as pesquisas de opinião após morte de Campos! A decisão ficou para o segundo turno trazendo os dois candidatos com um mero empate técnico e uma campanha maniqueísta onde Dilma/Lula são os defensores dos pobres e Aécio o defensor dos ricos, leia-se classe média clássica. A divisão do país em ricos X pobres foi acirrada: de um lado a “Força” da militância petista no corpo a corpo, cara a cara, boca a boca e do outro a “Força" descomunal da mídia global anti-Lulismo/petistas. Todos os males do país, desde desemprego, queda do PIB, dívidas interna e externa, perda do diploma BBB das agências J.P.Morgan/Fitch/Standar & Poors, crise financeira global até A Corrupção virou “Culpa da Dilma”! Dilma ganhou, mas não levou! A “oposição” não aceitou a derrota, levou o povo às ruas em 15 de março de 2015 pedindo: Fora Dilma e Lula e leve o PT junto; Fora Dilma, Impeachment já, volta dos militares, volta da ditadura!
Mas voltando a Lula: se o petista tivesse entrado na disputa não haveria segundo turno em 2014! Lula é o “Cara” e não permitiu que nada do Mensalão PT colasse na sua figura, prometendo cortar na própria carne e lógico ele se referia aos mensaleiros. Foi Lula quem entregou em 2010 a “vassoura anti-corrupção” para Dilma e coube a ela amargurar e sustentar o governo PMDB e PT denunciados na operação Lava jato da PF- polícia federal. Lula não se candidatou, PMDB não lançou candidato próprio, FHC não se candidatou e os tucanos paulistas também não, deixando ao mineiro Aécio, senador, como cabeça da chapa. Por que?
Porque “no meio do caminho havia uma pedra”, aliás, quatro pedreiras donas do jogo de corrupção desviando dinheiro de obras públicas com apoio de políticos de vários partidos, entre eles: PT, PP, PMDB, PSDB (dinheiro para pagar campanhas) cabendo ao PT toda a carga midiática revanchista que deu apoio total ao assassinato de 2015 inviabilizando e desestabilizando o governo de Dilma Rousseff, não apenas reforçando como criando uma “grave crise econômica e recessão” que assolou o país em 2015!



“Mercado prevê a pior recessão da economia em 85 anos
Além do tombo do PIB neste ano, instituições financeiras projetam pela primeira vez recuo também em 2016. Queda em dois anos seguidos não ocorre desde a crise de 1929” http://www.em.com.br/app/noticia/economia/2015/08/18/internas_economia,679374/mercado-preve-a-pior-recessao-da-economia-em-85-anos.shtml
 “Entenda a recessão técnica do Brasil. País volta a registrar dois trimestres de PIB negativo. Expectativa do mercado é que o PIB irá cair mais de 2% em 2015.” http://g1.globo.com/economia/noticia/2015/08/entenda-recessao-tecnica-do-brasil.html

“A crise política instalada em Brasília, cujo desfecho ainda não é conhecido, suspendeu decisões importantes, gerou desconfiança entre os investidores e contaminou os mercados.(...) Foram diversas notícias negativas: recessão, inflação alta, taxa de juros elevada,aumento da conta de luz, ondas de demissões e dólar acima de R$ 4 pela primeira vez desde a criação do Plano Real. Mas não é só. Com um rombo nas contas públicas, o Brasil perdeu o grau de investimento, espécie de selo de bom pagador, conquistado a duras penas durante o governo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. 
http://economia.uol.com.br/noticias/bbc/2015/12/29/tempestade-perfeita-quatro-fatos-que-fizeram-de-2015-o-ano-das-mas-noticias-economicas.htm

Capitaneado pela rede Globo o Brasil entrou numa gravíssima RECESSÃO TÉCNICA depois de logrado os movimentos Fora Dilma que foi estrondoso em 15-03-15 e perdeu o gás nos meses seguintes. Mas recessão com inflação? O paradoxo é o que nomeio Pessimismo Esperançado:

    “Conduzindo bravamente a “porcaria“ da discussão Willian Waack representa “o cérebro” e seus planos infalíveis (FMI) para dominar o Brasil. Sugestões? SABOTAR O GOVERNO DILMA até 2018! Uma aliança entre PMDB/PSDB com uso intensivo da mídia levará o governo Dilma ao mais alto “estresse”! A mídia terá o papel principal na “psicologização” do imaginário popular para derrubar a porcaria: “É bom que sejamos pessimistas para sermos otimistas”; que piore muito!” A porcaria no Poder. Marina da Silva

 Sobrou a "utopia" Impeachment, uma ameaça Odebrecht ao PT caso fosse imputada culpa nos desvios do Erário entregue a esta empresa que não só mama o dinheiro público há dezenas de anos, como se infiltrou no governo e passou a decidir quais as obras e as quais empresas elas seriam destinadas desde a Era FHC! O problema da lógica impeachment estava, no entanto, no PMDB, partido mais promíscuo e corrupto na operação Lava jato tendo como presidente do senado Renan Calheiros e presidente da Câmara Eduardo Cunha, ambos citados no esquema de corrupção Lava jato!
Dilma foi ameaçada de impeachment tanto pela Odebrecht, passando pelo PSDB/Demos e aliados como e principalmente por facção corrupta do PMDB que resolveu trair a aliança PMDB/PT pelo pacto Temer, Cunha, Renan Calheiros.
A psicologização global do “piorar tudo” para desbancar o PT matou 2015, para alguns “O ano perdido”; atravanca o progresso da operação Lava jato, cujos alvos atuais são o PMDB e PSDB e escancara não só o poder político como a força PMDB que, mesmo tendo como líderes do Senado e Câmara dois grandes caciques citados nos crimes de corrupção Lava jato pretendem enterrar 2015 juntamente com Dilma no improvável julgamento de impeachment em março de 2016.