Postagens populares

Pesquisar este blog

Carregando...

segunda-feira, 4 de agosto de 2014

BRAZIL: RUMOREJANDO O BRASIL COM JOSÉ ZOKNER

RUMOREJANDO


http://rimasprimas.blogspot.com.br/

PEQUENAS CONSTATAÇÕES, NA FALTA DE MAIORES.
Constatação I
Quando eu vejo um governante se pôr a querer comparar realizações com o 
seu antecessor que ele não se refira, o que seria mais justo, assim: “Vamos ver
 quem destinou menos, principalmente para Educação e Saúde”.
Constatação II
Quando se estuda Engenharia Civil existe uma Cadeira chamada Materiais
 de Construção e no capítulo concreto armado quando do uso de cimento
 se depara com a utilização da peneira No. 200 por onde são retida as 
granulações superiores a do cimento que serão reaproveitadas. Já a da
erva-mate, os produtores deixam passar o pó – que passaria pela 
peneira no. 200 e que aumenta o volume do pacote, consequentemente
 os lucros da empresa produtora, mas que causa o entupimento da bomba. 
Ao enaltecer as propriedades do produto a firma produtora deveria
 acrescentar: “ Ferrem-se os usuários e viva ‘nóis’. Vige!”
Constatação III
Razões e proporções matemáticas: A tabua de logaritmos está para a régua
 de cálculo assim como este assim chamado escriba está para Matusalém. 
Constatação IV (Erudição).
A Terra gira sobre si mesma, sobre seu próprio eixo em 24 horas. Os habitantes,
 de modo geral não sentem este movimento de rotação da Terra. Já um 
cara bebum (rico fica ébrio; pobre, bebum) chega a sentir não só a Terra
 como também tudo o mais girando em torno dele. Vige!
Constatação V (Falta de erudição).
Todos sabem que um navio quando se aproxima da costa não permite que
 se veja de imediato todo ele, mas sim sua parte superior e assim por diante.
 Isto é devido à curvatura da Terra e consequentemente do mar. O que é
 difícil de entender é que toda a água que forma os rios, lagos, mares e
 oceanos não escoem, tendo em vista que a Terra, a semelhança dos
 planetas, está isolada no espaço. Vige!
Constatação VI (De conselhos úteis).
E para que o prezado leitor não faça mais confusão assim como este quase 
octogenário pobre escriba sempre fez: latitude é a distância de um ponto ao
 equador e a longitude é a distância de um meridiano qualquer ao meridiano
 principal, sendo este um grande círculo que passa pelos polos perpendicularmente
 a linha do equador. Elementar, minha gente.
Constatação VII (Coisas que este assim chamado escriba nunca fez e, provavelmente, quase certo que nunca fará):
Vestiu um smoking;
Calçou chuteiras;
Dançou um tango como se deve;
Ficou na barreira na hora em que o adversário bateu uma falta nas proximidades
 da área, mesmo de costas, e/ou protegendo os “países baixos”;
Defendeu ou chutou um pênalti; 
Meteu a cabeça para interromper um lançamento ou chute na área ou
 fora dela;
Atuou num campo de futebol, com bola oficial, mesmo quando fazia, 
em 1949, educação física no estádio Dorival de Brito e Silva, do, então
, meu Ferroviário;
Cantou em karaokê;
Pulou carnaval por ter o freio de mão puxado como a maioria dos 
curitibanos. Desfilar na avenida, então, nem falar;
Discursou em comício político;
Correu na São Silvestre ou em qualquer outra maratona. 
Tampouco da polícia;
Encestou, num jogo de basquete, do meio da quadra;
Deu uma cortada, no jogo de vôlei, com força tal que rachou
 a bola em duas partes;
Atravessou, a nado, o canal da Mancha e/ou a baía de Guaratuba
 e/ou o rio Belém;
Disputou um campeonato mundial, pan-americano, sul-americano,
 nacional, regional, estadual, municipal, etc. de qualquer modalidade esportiva;
Abordou nem foi abordado por alguma gata famosa ou não;
Trabalhou em cinema, teatro e televisão. A não ser como lanterninha;
Ganhou em quaisquer loterias, bingos, tômbolas, etc. ainda que fazendo,
 eventualmente, a sua fezinha.
Tomou chimarrão com açúcar;
Perdeu no jogo de truco, por não achar adversário;
Jamais, mesmo quando não era vegetariano, como hoje, comeu um filé
 mignon com molho de camarão e nem melancia com leite;
Misturou cerveja com vinho;
Plantou bananeira;
Equilibrou-se na corda bamba, mesmo se ela estivesse no chão;
Surfou no Hawaí ou praticou o skate na Praça do Cemitério Municipal,
 em Curitiba, ou alhures. Ver o item anterior sobre equilíbrio;
Jogou no cassino de Las Vegas, pois nunca foi para lá e, é bom que se diga,
 ainda que pareça que as uvas estejam verdes, como de fato estão, nunca
 pretendeu estar;
Bateu-papo com algum presidente da República;
Recitou, nem na mais tenra idade, “batatinha quando nasce se esparrama
 pelo chão. nenezinho quando dorme, põe a mão no coração”;
Tomou banho (ou chuveiro) debaixo da Garganta do Diabo, nas
 Cataratas do Iguaçu.
Tampouco nas Cataratas do Niágara, já que nunca foi para lá;
Resolveu, de cabeça, uma equação do 2°. grau. Do 3º. nem pensar, ou a raiz 
quadrada ou cúbica, derivadas e integrais nem, tampouco decorou a tábua de
 logaritmos ou a lista telefônica. (A tabuada, sim);
Participou com o Plácido Domingos e/ou Luciano Pavarotti e/ou com o xará, 
José Carreras numa ária qualquer; cantar, de qualquer espécie, nunca foi o caso;
Respondeu, quando perguntado, que não precisava cuidar do carro;
Discutiu religião, futebol e política;
Chamou pra briga um leão de chácara.
Deixou de votar, ainda que o fizesse, por razões óbvias, com muita má vontade;
Deixou de pagar imposto de renda e/ou qualquer outro.
Discutiu com fiscal e/ou guarda.
Foi apartar briga com receio que poderia sobrar para o aparteador.
Constatação VIII (Colaboração do Amigo maringaense Edson Ferreira dos Santos). 
-Pobre tem F.G.T.S. ( Fundo de Garantia por Tempo de Serviço ); rico,
 também tem F.G.T.S. (Fundos Guardados Tudo na Suiça ).
-Rico tem Previdência Privada; pobre, a sua (nossa) Previdência está quase 
na "privada".
-Rico tem freezer para guardar filé; pobre, tem congelador para guardar picolé.
Constatação IX (De diálogos femininos).
1ª Amiga: -“Você viu o que deu na mídia: que, na China foi encontrado fragmentos
 de um sutiã e um par de chinelos bordados de quase mil anos de idade”.
2ª Amiga: - “Será que alguém vai reclamar a sua propriedade no Departamento
 de Achados e Perdidos?”
1ª Amiga: -“Acho que não, porque a dona estaria confessando que não era
 muito bem dotada, porque os fragmentos do sutiã têm um enchimento de algodão”.
2ª Amiga: “Ah, bom, quer dizer, ah ruim, quer dizer...”
Constatação X
E como dizia o obcecado para suas inúmeras namoradas: “Quando se estuda
 latim, a gente aprende o Nominativo, Genitivo, Dativo, Acusativo, Vocativo
 e Ablativo. E você, minha querida, é o lenitivo para minhas não poucas desditas”. Contestação de uma delas: “Deixe de ser blablablativo”.
Constatação XI
A Lucinda
Tava luzindo
Com a luz linda
Da lua indo e vindo.
Constatação XII (“Poesia” para ser recitada em festa infantil com a indispensável presença dos adultos).
A doce Maria,
Com alegria,
Rapidamente engole
Uma maria-mole.
Mais, ela comeria,
Se pudesse...
No dia-a-dia,
Nunca esquece,
No que é muito caxias,
De rezar uma Ave-Maria.
Salve, salve todas as Marias.
Constatação XIII
Minha perplexidade
Chega ao apogeu
Com a frequência,
Com a assiduidade,
Numa confidência, 
Da palavra “eu”. 
Constatação XIV
Segundo um septuagenário, quase octogenário, conhecido nosso, dado a
 lucubrações das propriedades da adição do tipo “a ordem das parcelas
 não altera a soma”, algumas atrizes, globais, ou não, são o somatório de
 múltiplas parcelas, entre as quais:
-Uma simpatia irradiante;
-Uma beleza esfuziante;
-Um corpo exuberante;
-Uma sensualidade inebriante;
-Um talento marcante
Que deixa o cara estonteado,
Assanhado,
Vitaminado,
Esperançado,
Ainda que suado,
O bastante,
Para provocar um fugaz levante,
Somente por um instante...
Coitado!
Constatação XV (Teoria da relatividade, dupla, para principiantes).
É muito melhor ter todos os dentes naturais do que algumas pontes, pontilhões,
 viadutos, jaquetas ou alguma outra infraestrutura bucal. Caso não seja possível, 
é muito melhor quebrar um dente postiço do que um dente natural. Também
 elementar, minha gente...
Constatação XVI
E já que falamos no assunto, o septuagenário, quase octogenário elucubra com
 seus parcos botões: “Como é que esses americanos sabem que a gente necessita
 de viagra, cialis ou levitra tal é o número de ofertas que chegam via e-mail? CIA? FBI?,
 ou o controle do Brasil e, portanto, têm o e-mail de todos os brasileiros.
Constatação XVII (Quadrinha para ser recitada em qualquer lugar que seja apropriado para a prática recitativa).
Desde que o meu Paraná
Não levantou o campeonato
Passei a não me sentir um piá
Assim prova o meu retrato.
Constatação XVIII (De dúvidas ultra-cruciais).
Por que será que o goleiro Rogério Ceni não foi convocado pra seleção brasileira
 já que, além de um excelente goleiro, é o maior batedor de falta de todos os tempos? 
Alguém se lembra do Brasil, afora a do David Luiz, ter feito algum gol de falta nessas 
duas últimas malfadadas Copa do Mundo? Quem souber as respostas, por favor, 
comentários no blog. Obrigado. 
Constatação XIX (Epitáfio).
Aqui jaz um escritor,
Que escrevia a esmo
Apenas teve um único leitor
Que só foi ele mesmo.
Constatação XX
Deu na mídia, mais precisamente no Estadão: “Brasil registra uma tentativa de fraude
 a cada 17,2 segundos no mês de junho”. Comentário de Rumorejando: “Só 17, 2 segundos? Será que não daria para melhorar* este tempo? Vige!”
*Não ficou suficientemente claro que, a melhora estaria representada por menor
 ou maior tempo. Tampouco se existe algum ranking a nível mundial, nacional, 
estadual, municipal sobre o assunto. Se alguém souber, por favor, comentários
 no blog para que possamos informar aos nossos prezados leitores.

RICOS & POBRES
Constatação I
Rico tem caprichos; pobre é birrento.
Constatação II
Rico tem isenção; pobre, taxação.
Constatação III
Rico é fascinado; pobre é tarado.
Constatação IV
Rico é analítico; pobre, é atrapalhado.
Constatação V
Rico assiste os jogos nas cadeiras numeradas; pobre, quebra as cadeiras da
 arquibancada.
Constatação VI
Rico recebe convite para participar de casamento de gente que aparece na 
coluna social; pobre, só é convidado para a cerimônia da igreja (Desde que
 o casal não tenha se ajuntado, amigado, ou coisas desse jaez).
Constatação VII
Rico vota em rico; pobre também.
Constatação VIII
Hindu rico é dândi; hindu pobre se veste como Mahatma Gandhi.

E-mail: josezokner@rimasprimas.com.br 
Site: www.rimasprimas.com.br