Postagens populares

Pesquisar este blog

Carregando...

segunda-feira, 9 de novembro de 2015

BRAZIL: RUMOREJANDO E CONSTATANDO...

RUMOREJANDO

Minha foto
PEQUENAS CONSTATAÇÕES, NA FALTA DE MAIORES.
Constatação I (Exemplo de interjeição de admiração e/ou indignação).
“Imprescritível!”,
O obcecado
Proclamou.
“Não é possível!
Você me rejeitou!”
“Você brox, digo falhou!”,
Ela ponderou.
Coitado!
Constatação II
Como ironizava o machista: “Todo homem é um corno em potencial; toda 
mulher, é um corno efetivo”; retrucava a feminista: “Toda a mulher é um 
corno efetivo e todo homem também”. E aí, complementava, mostrando 
erudição, citando o espanhol Joaquin Sabino, cantor e compositor espanhol: 
“Os homens enganam mais que as mulheres, mas as mulheres enganam melhor”.
Constatação III
Alega
O deputado
Da tribuna:
“Todo desajuizado,
Todo destrambelhado
Da oposição
Importuna,
É comuna
E falastrão”.
Coitado!*
*Não ficou bem claro quem é o assim referido “Coitado!” Rumorejando, no
 devido tempo, aclarará. Aguardem, pois.
Constatação IV (“Quadrinha” de onze estrofes (undeciminha?), 
dedicada ao meu sofrido Paraná e ao Atlético, este time da minha 
filha caçula que, por essa razão, já foi por mim deserdada, ainda 
que haja valores irrisórios para herdar...)  
Alguns
Times
Tem empolgação,
Todas sublimes,
De não cair
Pra Terceira
Divisão;
Outros, de não sair
Da Primeira Divisão;
Outros mais,
Eventuais,
De ser campeão.
Pra uns,
Doce ilusão;
Consideração
Negativa,
Passiva,
Pros demais.
Constatação V
Deu na mídia: “São Paulo tem mais serviço social em bairros ricos,
 diz estudo. Os dez distritos com as redes de proteção mais frágeis
 estão nas periferias e em lugares de pobreza extrema”. Alguma surpresa?
Constatação VI
Que tormento
Ter que esperar
Mesa em restaurante,
Aguardar,
No motel, um aposento
Nem que seja só por um instante,
Nem que seja só por um momento.
Constatação VII
E como se comunicava um tanto quanto resumida, mas prolixamente
 com a Diretoria da empresa a(o) Chefe do Departamento de Pessoal:
Outrossim,
Não outro.
Talvez sim
Apostar
Noutro,
Que se empenha,
Venha
A calhar.
Constatação VIII
Ainda a mídia: “Uma pesquisa da Universidade de Abertay, na Escócia,
 afirma que pessoas canhotas podem ser mais ansiosas, tímidas ou se 
sentirem constrangidas para dizer ou fazer o que querem”. Deve ser por
 essa e por outras que o obcecado canhoto nunca canta as mulheres. Ele
 sempre espera ser cantado por elas.
Constatação IX (Ser oposição em certos países...)
A luta pelo poder,
No seu fragor,
De, talvez,
Muito o que fazer.
Principalmente
Para desfazer,
Tão-somente,
O que o antecessor
Fez.
Constatação X
Rumorejando não entende nada de política, mas, data vênia, como diriam
 nossos juristas, que o Bush ajudou, através do sua desastrosa administração,
 o candidato dos Democratas, Barak Obama, a sair vencedor do pleito, 
creio que ninguém duvida. Tampouco há dúvida que o fraco governo de 
FHC, acrescido da dinheirama ao vivo que foi encontrado com a então
 candidata Roseana Sarney ajudou a eleger Lula. Vale lembrar que, nos
 respectivos países, deu e vem dando o que deu... Vige!
Constatação XI (Dúvida crucial).
Quem já está na meia-idade tá começando a ficar fod, digo ferrado?
Constatação XII
E já que falamos no assunto, como diz o meu amigo Kibrit: “Meia-idade 
quer dizer só ida”...
Constatação XIII
Ela ficou lívida,
De tão assustada,
Quando recebeu
A fatura da sua dívida
Do cartão de crédito
E do susto inédito
Quase morreu.
Coitada!
Constatação XIV
E já que falamos no assunto, se o prezado leitor algum dia precisou falar 
com as empresas de seu cartão de crédito e não teve um chilipaque, ele 
pode enfrentar outras desditas. Os atendentes, depois do périplo da gravação
 de disca o número tal ou qual, simplesmente desligam para que se tenha a 
impressão que a ligação caiu e a gente não possa falar o que precisa e 
desista pelo cansaço. E viva “nóis”!
Em tempo: Não adianta se queixar ao bispo, nem ao pastor. Tampouco, 
ao rabino.
Constatação XV (De conselhos úteis. De nada).
Se você inferir
Que é um assalto
Não pule, nem de salto
Se não, você pode se ferir.
Passe toda tua riqueza,
Pois se mostrar moleza
Tua família pode ficar na tristeza
Já que os caras bestuntos*
Podem se irritar
E, sem mais delongas, te enviar
Pra sociedade dos pés juntos.
*Bestunto = “capacidade mental limitada, inteligência curta” (Houaiss).
Constatação XVI
Dica para quem quiser escutar boa música através da Internet: Winamp 
e depois clicar em Shoutcast Radio. iTunes também tem milhares de 
opções. De nada!
Constatação XVII
Rumorejando está instituindo o Prêmio Nacional da Inocuidade. O maior
 prêmio vai para o Senado que, entre outras inocuidades, aprovou o aumento 
do número de vereadores no país, ao invés de diminuir, com um acréscimo 
de despesas de cerca de 5 bilhões de reais por ano. E, claro, fatalmente 
aumentará o número de ectoplasmas e fraudes em alguns casos nos 
municípios onde atuarão. E viva “nóis”!
Constatação XVIII
Se o jogador de futebol Ronaldinho Gaúcho, com a sua idade, considerada
 avançada pelos entendidos, não recuperar física e tecnicamente seu 
maravilhoso futebol, o Fluminense, Queretaro, do México e outros também
 poderão concorrer ao Prêmio Particular da Inocuidade. No entanto, poderão
 recuperar o capital empatado com o “marketing”, através de venda de
 camisetas às torcidas e coisas afins. Já a dos vereadores...
Constatação XIX
Deu na mídia, mais precisamente no site da Globo: “Assessoria nega que 
Bárbara Evans esteja namorando: ‘Ela não está com ninguém’”. Taí mais
 uma notícia, dentre tantas semelhantes, de transcendental importância para
 o futuro da Humanidade. Vige!
Constatação XX
Deu na mídia, mais precisamente na Gazeta do Povo, no dia 28 de outubro, 
próximo passado: “Paraná deu 23 chutes no ABC* sem marcar”. Dúvida crucial: 
Será que o meu time esqueceu que ganha o jogo quem fizer mais gols que 
o adversário? Ou esqueceu como se deve fazer gols, se é que alguma vez 
já soube? Quem souber, por favor, comentários no blog. Obrigado.
*Time de Natal capital do Rio Grande do Norte.
Constatação XXI (Teoria da Relatividade para principiantes, acrescido de conselhos úteis).
Até por razões de saúde, é muito melhor concordar com tudo que a tua mulher
 diz do que contrariá-la.
Constatação XXII
O vocabulário de um contabilista, evidentemente, está sempre ligado com
 expressões inerentes a sua profissão: fluxo de caixa, ativo, passivo, 
imobilizado, patrimônio líquido, lucro operacional, despesas financeiras
 e por aí afora. Colega de trabalho deste locutor que vos fala, digo digita,
 no Banco de Desenvolvimento do Paraná. S.A. – BADEP, contabilista
 de profissão estava fazendo uma visita a uma empresa industrial, gerida
 familiarmente por dois irmãos. Lá pelas tantas o colega pergunta: “E qual 
é o ativo da empresa?” A resposta de um deles veio de pronto: “O ativo
 sou eu. Este meu irmão aí não é de nada”.
Constatação XXIII
E já que falamos no assunto, rico gere seus negócios calculando o seu 
ponto de equilíbrio ou os que costumam a intercalar nas suas – deles –
 alocuções, querendo mostrar erudição, o break even point; pobre usa 
a fórmula: o que entra é o bolso esquerdo; o que sai, o bolso direito. 
Sempre, no caso, o bolso direito é < que do bolso esquerdo (< = menor que).
Constatação XXIV
Deu na mídia: “Crédito consignado fica mais caro para aposentados e 
pensionistas do INSS”. Alguém poderia informar qual a razão que sai 
governo, entra governo e cada governante não procura impedir os altos 
salários dos aposentados dos três Poderes, mormente os deputados, 
senadores, juízes e desembargadores, por exemplo?
Constatação XXV (Dúvida crucial via duplo pseudo-haicai).
Todo pastor, rabino ou padre
Que batiza os nossos filhos
Passa a ser nosso compadre?
E se ele passar a ser, incontinente,
Será que ele não fica esquecendo
A cada ano de dar um presente?
Constatação XXVI
Chutei
O escanteio
Eu mesmo
Fiz o tento.
A bola, a bailar,
Fez no ar
Traços
Esparsos.
Que portento!
Corri, a esmo
Pros abraços
Lá, no meio
Do gramado.
Outrossim
Outro não,
Acordei
Extenuado,
Foi-se a vibração.
Coitado
De mim...
Constatação XXVII (Dúvida crucial cuja resposta serve para 
subsídio de cultura inútil).
Será que em Cartagena,
Há doze mil anos lunares
Já se jogava a megassena?
Constatação XXVIII (Poeminha catastrófico. Por causa do tema, 
não da falta de rima...)
A crise calou fundo em nossos corações
Também no bolso nosso de cada mês
Aqui, ali, lá, acolá do pobre freguês
Trazendo junto tristes recordações.
Constatação XXIX (Poeminha de deslembranças).
Lá fora me dou conta que neva
Lá dentro, penso em Eva.
Não a do pai Adão,
Mas a que me deixou na mão.
Constatação XXX
O apito do navio
Era tão triste e alto
Que não lembrava
Um bulício
E sim um contralto
Quando cantava
O solo mio.
Constatação XXXI
E como se recordava aquele delegado de policia – cada vez mais atônito
 com a ascensão dos crimes em nosso país – da frase do escritor, filósofo
 e pensador russo Alexander Herzen (1812 – 1870): “Os nossos tempos
 para nós na Rússia foram sempre piores daqueles que nos precederam”.
Constatação XXXII
Deu no Google: "Mata a cobra e mostra o pau" tem um significado 
corriqueiro e sobejamente conhecido. “Refere-se a alguém, que tenha
 realizado um feito significativo importante e prova a sua façanha”. 
Data vênia, como diriam nossos juristas, mas Rumorejando acha que 
é passível de mal-entendidos, isso lá é...
Constatação XXXIII
Numa corrida desabrida,
Ela se chegou só languidez,
Sensual, voluptuosa
E lhe deu uma lambida,
Muito da carinhosa.
Ele sacudiu o rabo
E sem o menor menoscabo
Retribuiu, com desfaçatez,
Com uma leve mordida.
Ah, o amor, os dois
Pensaram
E, depois,
No canil,
De modo sutil,
Se amaram
Candidamente,
Caninamente.
Constatação XXXIV
Não era um chiste
Nem achei graça
Fiquei triste
E até me deu ânsias
Tive que tomar
Um copo de cachaça
Quando deixei de matear
O meu, até então
Inseparável,
Sociável
Chimarrão
Por instâncias
Do meu médico mandão
(Não confundir com mandrião).
Sou um apenado,
Um pobre coitado!
Constatação XXXV (A primeira e talvez a maior de todas 
até agora...)
Deu na mídia: “Banqueiros sentem 'remorso' por crise, disse, certa vez 
o presidente do Citigroup”. Data vênia, como dizem nossos juristas, mas Rumorejando considera uma mentira daquelas que as de pescador
 e de marido que chega tarde a casa não chegam nem perto. Afinal, 
remorso é coisa do coração...