Postagens populares

Pesquisar este blog

Carregando...

terça-feira, 1 de julho de 2014

BRAZIL: Rimas Primas - José Zokner (Juca)

RUMOREJANDO

                                                http://rimasprimas.blogspot.com.br/
PEQUENAS CONSTATAÇÕES, NA FALTA DE MAIORES.
Constatação I
Um jogador de futebol, também filósofo, disse, ao seu time fazer um gol no último minuto da partida, que não se deve entregar o jogo antes do fim quando se está perdendo porque este “só termina quando acaba” ou “só acaba quando termina” ou algo assim. E efetivamente o gol do jogador da Argentina, chamado Messi – que lamentavelmente não joga no meu Paraná – contra o Irã e o gol de Portugal contra os Estados Unidos confirmam tal assertiva. 
Constatação II (Teoria da relatividade para principiantes).
É muito melhor escutar uma bronca da mulher, mesmo chegando cedo a casa, do que uma breve peroração, empulhação, enrolação, enganação de um candidato, no horário político gratuito ou fora dele, em qualquer circunstância, enfim.
Constatação III
Não se pode confundir ‘enviagrado’ com embriagado, ainda que nos dois casos, concomitantemente ou não, podem ser por amor. A recíproca não é verdadeira. Dificilmente o sujeito embriagado vai conseguir atingir seus almejados sublimes objetivos, ‘enviagrado’ ou não...
Constatação IV
A gente quando corta o cabelo e apara a barba os amigos e conhecidos dizem que a gente remoçou pelo menos 20 anos. Até aí, tudo bem. No entanto, cronologicamente, é claro que nada muda, Inclusive naquilo que mais nos interessa...
Constatação V
Não se pode confundir de sabor com dissabor, até por que se te for oferecido, por exemplo, um sorvete específico de sabor x e ele não tiver tal gosto ou de sabor y, fatalmente você terá um dissabor por ter sido levado a crer naquilo que te estava sendo oferecido. A recíproca, nesse caso e em outros tantos é como é e tá acabado. Tenho democraticamente dito.
Constatação VI (De em pseudo-soneto).

            Copa do Mundo

Fiquei muito apreensivo
Quase que não saio vivo
De ver nosso Brasil jogar
Temeroso de ele apanhar.

A fim de poder melhorar
E pra fazer eu me acalmar
Tomei um amargo aperitivo
O que representou um lenitivo.

Infeliz é torcer prum time
Não tendo mais de um craque
Pra que a gente cá se anime.

Depender só de um jogador
Que apenas ele se destaque
É mau, é virar um sofredor.

Constatação VII
Não se pode confundir estipêndio* com dispêndio**, muito embora o salário mínimo em certos países que, inclusive, com os quais os governantes enchem a boca, achando que uma família pode viver com tal estipêndio, sem nunca experimentar também viver da mesma maneira. É mais ou menos como os governantes que ao invés de se tratarem pelo Sus, quando têm necessidade frequentam os hospitais comparáveis aos dos 1º. Mundo. 
*Estipêndio = n substantivo masculino 
1          Diacronismo: antigo.
paga feita a indivíduo incorporado ao exército; soldo
2          salário ou retribuição por serviços prestados
3          Diacronismo: antigo.
tributo atribuído a um indivíduo
4          Diacronismo: antigo.
imposto a que, na antiga Roma, estavam sujeitas as províncias do Senado ou do povo; tributo, contribuição (Houaiss).
**Dispêndio = n substantivo masculino 
1          aquilo que se gasta, se consome; gasto, consumo, despesa
Ex.: 
2          Derivação: por extensão de sentido.
gasto excessivo ou desastrado; prejuízo (Houaiss).
Constatação VIII (De uma historinha curta).

             Choque de muitas gerações.

A bisavó vivia pegando no pé do bisneto para que ele cortasse o cabelo que ele havia deixado crescer como era, digamos, moda naquela época. Depois de certo tempo, ela teve problemas graves com a visão. Quando o bisneto a visitava, ela, imaginando que ele estava com o cabelo crescido, passava a mão na sua cabeça como querendo dar a impressão de afagá-lo. Um dia, ele, chateado com a molesta da bisavó, contou a ela a seguinte história que fazia parte de uma antologia adotada no seu colégio: “Sabe bisa, havia um casal que, depois de alguns anos de casado, começaram a ter desavenças e nas mais contundentes e azedas ela chamava o marido de piolhento. Quanto mais ele retrucava, mais ela repetia piolhento, piolhento. Certa vez, ele perdeu a paciência e atirou ela no poço que não era profundo e manteve a cabeça dela submersa. Quando ele soltava para ela respirar, ela gritava piolhento, piolhento, piolhento. Uma hora, ele manteve a cabeça dela mais tempo afundada, aí ela botou o braço para fora da água e fazia com as unhas do polegar e do indicador como se estivesse esmagando o piolho”. “É assim, bisa, que eu me sinto como aquele marido cada vez que você fica me afagando a cabeça”. A bisa entendeu a história e nunca mais molestou o bisneto. Aí, eles viveram felizes quase para sempre...
Constatação IX
Ela ficou 
Inflexível
Quando ele perguntou:
“Hoje será factível?”*
*Não foi possível 
Apurar o que ele quis dizer 
Com o tal do “factível”.
Rumorejando
Tá pesquisando,
A fim de saber,
Para poder
Informar
A quem se interessar.
Constatação X (Pizzaiolo).
O que tem de deputado, com a ajuda de tantos outros, tirando o seu – dele – da reta, da curva, do ziguezague, ou seja, lá, qual figura geométrica for não está nem na Enciclopédia Britânica. Muito menos em algum gibi. Vige!
Constatação XI
E como dizia o convencido, nosso já conhecido: “Eu exerço sobre as mulheres uma força gravitacional em minha direção, de maneira tal que não existe e jamais existirá, força contrária que se interponha. E não tem nada de data vênia, como se propala por determinada coluna...”
Constatação XII
E como dizia o outro convencido, nada a ver com o anterior, já que nem se conhecem, naquele papo furado pro lado da gatona: “Eu nunca preciso excitar uma mulher. Elas se excitam só de me olhar”. Inferiu a gatona, diante de tal discurso auto laudatório, passível de mal-entendido: “Cara-de-pau!”.
Constatação XIII
Deu certa vez na mídia, mais precisamente no dia 29 de março de 2006: “O ex-ministro José Dirceu e o ex-tesoureiro do Partido dos Trabalhadores (PT) Delúbio Soares prestam depoimento hoje (29) como testemunhas de defesa do deputado José Janene (PP-PR) na Câmara dos Deputados”. Data vênia, como diriam nossos juristas, mas não se poderia deixar de dizer, caso tal efetivamente tivesse se realizado, que os rotos estavam falando do esfarrapado... 
Constatação XIV
E como recitava aquele político, evidentemente em busca de votos para sua reeleição, na sua proverbial e não surpreendente demagogia, “esquecendo” ou “não se lembrando” das suas promessas da vez anterior:
“Vivo em comunhão
Com os pobres dos aflitos
Em busca de uma solução
Para os eternos conflitos”.
Constatação XV
E como dizia aquela gatona, usando expressões de antigamente: “Eu acho aquele Ministro, o tal Mantega, um pão”. 
Constatação XVI
E o obcecado disse indignado: Substituir algum governante só porque ele andou com algumas gatas? Já não se tem mais respeito nessa terra!”.
Constatação XVII
Deu, certa vez, na mídia: “A atriz norte-americana Scarlett Johansson foi eleita a mulher mais sexy do mundo, segundo uma pesquisa publicada pela revista inglesa masculina FHM” (A FHM (For Him Magazine) é uma revista mensal internacional que se dirige ao público masculino [Wikipédia]). Data vênia, como diriam nossos juristas, mas Rumorejando acha que ela merecia um prêmio principalmente pela sua atuação em Moça com Brinco de Pérola(2003), de Peter Webber. Tenho, humildemente, dito.
Constatação XVIII
Rumorejando alguma vez ou outra costuma recomendar aos seus prezados leitores um determinado livro, ou filme, ou música. Evidentemente a recomendação é assinalada pelo agrado que proporcionou a este assim chamado escriba. Uma das vezes foi o livro História da minha vida, autobiografia de Charlie Chaplin. Atualmente, terminando a leitura de Minha vida até agora, também autobiográfico, escrito pela atriz e ativista política Jane Fonda. Tanto ele, como ela, teve problemas com a repressão do seu país, os Estados Unidos, por serem considerados comunistas, negado por ambos, quando, na realidade, eles se opuseram a determinadas posições políticas e bélicas dos seus governantes como defesa de minorias raciais, guerra do Vietnam e por aí afora. Quem se der ao trabalho, digo, ao prazer da leitura vai constatar que a repressão também é uma grande filhada pu...ce. Tenho educadamente dito.
Constatação XIX (De quatro dúvidas cruciais).
Foi o Homem Aranha que se apaixonou por uma aranha marrom? É o Esqueleto que tá com osteoporose? Não é o Tocha Humana que anda meio apagado? O Super-Homem anda espichando a asa pro Capitão Marvel?! Quem souber uma ou mais respostas, por favor, comentários no blog. Obrigado.
Constatação XX
Não se pode confundir escandido* [do verbo escandir, que o dicionário Houaiss assinala = n verbo transitivo direto: 1.Medir (versos) contando as sílabas longas e breves; 2.Dar destaque às sílabas de (palavra, verso) ao pronunciá-las. Ex.: falava devagar, escandindo as sílabas] com escondido, até porque, durante a última ditadura, nas redações de jornais e revistas havia a figura execrável do censor, havia aqueles que escreviam seus textos de modo que nas entrelinhas estava escondido algum pensamento, cuja palavra mesmo fosse escandida não permitiria que o censor se desse conta. Vige!
*Escandido = n adjetivo 
1          que se escandiu
2          destacado ou salientado de maneira clara ou enfática
Ex.: palavras escandidas; gestos escandidos (Houaiss).
RICOS & POBRES
Constatação I
Rico é impulsivo; pobre, é desordeiro.
Constatação II
Rico e condescendente; pobre, é negligente.
Constatação III
Rico se destaca; pobre, é procurado pela polícia.
Constatação IV
Rico come pratos crocantes; pobre, estorricados.
Constatação V
Rico é conviva; pobre, chega coincidentemente na hora do almoço.
Constatação VI
Rico é solitário; pobre, é isolado.
Constatação VII
Rico acontece na coluna social; pobre, na policial. 
Constatação VIII
Rico divulga boas notícias; pobre, é coscuvilheiro*
*Coscuvilheiro = n adjetivo e substantivo masculino 
1. Que ou quem faz, promove, estimula a coscuvilhice, o mexerico; intrigante
2. Que resulta de coscuvilhice; em que ocorre intriga, mexerico, falatório (Houaiss).
Constatação IX
Rico é destemido; pobre, tem medo até da própria sombra.
Constatação X
Rico precisa descansar; pobre, é preguiçoso.

Site: www.rimasprimas.com.br