Postagens populares

Pesquisar este blog

Carregando...

domingo, 27 de novembro de 2016

ESTADOS UNIDOS: GLOBALIZAÇÃO E INSTRUMENTALIZAÇÃO POLÍTICA DO ÓDIO!

GLOBALIZAÇÃO DO ÓDIO: CULTO, LOUVOR, ADORAÇÃO E USO POLÍTICO DO ÓDIO!


"A mais alta lei moral é que devemos trabalhar insistentemente pelo bem da humanidade" Mahatma Gandhi



Resultado de imagem para DONALD TRUMP XENOFOBIA RACISMO MISOGINIA
http://jornalggn.com.br/tag/blogs/donald-trump  EVANGELHO: BILHÕES DE DÓLARES em  raiva, ira, ódio, xenofobia, racismo, homofobia, misoginismo, belicismo, detrações, maledicências e mentiras. Eis o perfil do presidente americano eleito em 09-11-2016 e ele NÃO ESTÁ SÓ!

Marina da Silva



Toda a história da civilização, um complexo processo de construção da sociabilidade humana quer na mitologia, crenças religiosas quer no pensamento filosófico e/ou científico, a principal caraterística dos seres humanos é a carência, a necessidade do outro: homem e mulher (distinção necessária devido ao avanço ocidental da misoginia e feminicídio) são "seres sociais", carecem, padecem um do outro, uns dos outros e são os construtores de seu mundo em todas as épocas conhecidas!
Mas foi Deus quem criou tudo! Para aqueles que advogam a favor dos livros sagrados e eu uso a Bíblia Sagrada para judeus e cristãos o Antigo Testamento, Gênesis: 

"No princípio criou Deus o céu e a terra. E disse Deus: Façamos o homem à nossa imagem, conforme a nossa semelhança; e domine sobre os peixes do mar, e sobre as aves dos céus, e sobre o gado, e sobre toda a terra, e sobre todo o réptil que se move sobre a terra.
E criou Deus o homem à sua imagem; à imagem de Deus o criou; homem e mulher os criou."1

Todos os povos existentes ou que já existiram no planeta Terra tratam a questão da criação do mundo e tudo que nele há a partir da "palavra de um ser ou seres superiores", isto é, pelo criacionismo ou pelas interações físico-químicas, fenômenos estudados dentro da lógica, método do pensamento científico.2

Resultado de imagem para indigenas norte americanos
www.google.com.br O mito da criação para algumas tribos indígenas americanas vem de animais como Besouro d'água, Corvo, Serpente emplumada (com ajuda do leão da montanha,coyote, papagaio, corvo), deus Criador( criou deuses: uma menina, o deus-sol, um menino), O Grande Chefe Acima, etc. http://www.crystalinks.com/nativeamcreation.html


No processo civilizatório, a partir de dado momento histórico a razão vai se impor às explicações mitológicas (criacionistas) e o monoteísmo, crença na  existência de um único Deus sobrepujará a crença politeísta (crença em vários deuses). A Grécia é considerada o berço da civilização ocidental, ideais que se propagaram a partir da fundação de Roma  e  expansão do império e cultura greco-romana e do cristianismo, braço da crença judaica adotado no governo de Constantino 313 d.C.  e como religião oficial  do império a partir de 390 d.C. no governo de Teodósio. A História ocidental é contada tendo como marco temporal o nascimento de Jesus, o Cristo. [a.C. antes de Cristo; d.C. depois de Cristo]. 
Resultado de imagem para constantino e cristianismo roma
http://alunosonline.uol.com.br/historia/vaticano-sede-do-cristianismo-catolico.html

"Sob a inspiração do lema “um Deus no Céu, um Imperador na Terra”, Constantino proclamou em 313 o Édito de Milão, lei que garantia liberdade para cultuar qualquer deus, o que seria fundamental para a futura conversão total do império à religião. “Na prática, o Édito de Milão representou a verdadeira guinada. Teodósio apenas sacramentou um processo de algumas décadas, consolidando a tendência inaugurada por Constantino”, diz o teólogo Pedro Vasconcellos, da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP)."



Cinco séculos e o mais poderoso e longo império: "todos os caminhos levam a Roma!" Também é notório que são as virtudes, valores morais e militares greco-romanos que levaram Roma ao esplendor e que os vícios, corrupção, dissenção fragilizaram o império que desmoronou a partir das invasões bárbaras e deu início a Idade Média!

Resultado de imagem para cultura greco romana
www.google.com.br/images. 

No século XVI, Nicolau Maquiavel [1469-1527] se debruçou sobre o império romano para compreender os fatores que favoreceram seu esplendor por tantos séculos e quais os fatores que levaram a corrosão  e queda. Seus estudos deram origem ao "Príncipe", um guia prático para príncipes ou conquistadores receitando o que seguir e imitar  e o que desprezar e evitar se o objetivo for manter, governar, expandir principados, reinos, repúblicas  evitando ações que levem à corrosão política e social! No Príncipe, Maquiavel orienta os príncipes, mas como bom republicano e defensor das repúblicas escreveu sobre elas nos "Discursos sobre a Primeira Década de Tito Lívio". E diagnosticando a "saúde" das repúblicas reais, que existiram, ele aborda o quão corrosivo são as fofocas, mentiras, detrações, maledicências; terríveis vícios que levam ao apodrecimento e morte do corpo político e social e evidentemente à instabilidade, ruína e queda! Os mesmos conselhos são dados em o Príncipe [principados] e nos discursos Primeira década de Tito Lívio [repúblicas], obras que tratam da "arte de governar", o mesmo que política!3


Resultado de imagem para invasões barbaras no imperio romano
www.google.com.br/images. Império romano e as invasões bárbaras. Povos bárbaros eram todos os que não pertenciam ao império romano e tinham política e organização social própria. os povos germânicos foram os que maiores estragos fizeram ao império.


A corrupção e corrosão política é inevitável porque tudo o que "aqueles que querem o poder" é envolto em ganância, traição, engodo, mentira, corrupção. Então para retardar ao máximo  a instabilidade política/social e a corrosão do governo Maquiavel prescreve: não transgredir costumes, culturas, crenças religiosas; não ofender o povo continuamente; não alterar leis e aumentar impostos; ater-se ao problemas atuais e do futuro; não ter vícios descomedidos; evitar a ganância, ambição sobre a propriedade privada; buscar a uniformidade do estado; criar um FÓRUM para receber, apurar, julgar DENÚNCIAS!

A denúncia é salutar aos governos assim como as fofocas, detrações, maledicências e mentiras daqueles que querem o poder a qualquer custo levará à instabilidade e ruína! Maquiavel divide a sociedade em dois humores: os que querem o poder a qualquer custo e os que querem a liberdade (para viver, fazer seus negócios, ter um fórum para dirimir questões políticas e econômicas). Só a lei e aplicação da justiça é salutar aos governos que com um tempo tendem a uma das formas: tirania, democracia, oligarquia. Maquiavel é contra a tirania e democracia e contra as detrações, fofocas, mentiras (não para o governante e este deve ser sábio e fazer bom uso quando necessário)!
A tirania suprime a liberdade; a democracia ou governo do povo é passível de corrupção na escolha porque o povo não sabe escolher, age pela emoção e embora tenha aspirações e princípios mais nobres que os governantes são facilmente manipuláveis, principalmente pelos que querem e fazem tudo pelo poder (controle, dominação das riquezas e da violência); os homens são maus por natureza e tem tendência de esquecer quem lhes fez o bem, completa!
O que importa a Maquiavel é a permanência e prosperidade do governo no tempo e tudo é justificado em nome deste objetivo e da liberdade. 
Sua opção é pela república oligárquica e para mantê-la o governante deve usar de todos os meios disponíveis com sabedoria estratégica: violência, astúcia, traição, severidade, etc, mas só no momento da "fundação" e ou expansão! Por que é melhor ser amado do que temido e odiado pelo povo, afirma Maquiavel e é salutar reprimir os vícios desmedidos e o vício da detração e mentiras  dos governantes e auxiliares mantendo um Fórum para denúncias e aplicação da justiça. 
Como exemplo da importância da DENÚNCIA e de um Fórum legítimo para apurar os fatos, julgar e aplicar a justiça Maquiavel cita o infortúnio de Filipe II, rei da Macedônia que não apenas ignorou as queixas de um nobre que fora violentado por generais como agraciou com honras o autor dos delitos. O nobre usou a vingança e fez justiça com as próprias mãos assassinando o rei Filipe II, pai de Alexandre, o grande!

Resultado de imagem para netflix os borgias
www.google.com.br/images. Série Netflix Os Bórgias, retrata fielmente o perído em que Maquiavel viveu.

Ao contrário de santo Agostinho que defende a bondade humana como natural e o "mal sendo o afastamento de Deus" e Rousseau para quem o "o homem nasce bom, mas a sociedade o corrompe", Maquiavel é categórico ao afirmar que a natureza humana é má e a realidade histórica em que viveu não o desmente! O exemplo de bom governante para Maquiavel é ninguém menos que o cruel César Bórgia [1475-1507], filho do papa Alexandre VI, Rodrigo Bórgia [1431-1503]! Todos os fundamentos da política moderna e atual terão como manual as prescrições de Maquiavel.

A partir da revolução comercial e expansionismo marítimo, do Renascimento filosófico científico e o retorno aos ideais greco-romanos, da Reforma protestante, etc., a razão, o antropocentrismo e o humanismo vão solapando o poder temporal da igreja simultaneamente com o surgimento e a ascensão da classe burguesa e do modo de produção capitalista. A formação dos estados modernos, as revoluções científico-tecnológicas apontam para um progresso humano sem precedentes culminando no Iluminismo e nas revoluções burguesas! 
Imagem relacionada
www.google.com.br/images.

Mas a potência humana do povo, as forças políticas e sociais humanas são apoderadas e transformadas em forças políticas pelo Estado, que atua em nome de todos, afirma Thomas Hobbes [1588-1679], porque o homem é o lobo do homem e só o Estado, o Leviatã,  pode controlar a maldade humana! Defensores do estado são muitos, mas se o Estado é um "mal maior necessário" quem controlará o Estado?
"O espírito das leis", a divisão dos poderes Legislativo, Executivo, Judiciário; o policiamento e aplicação da violência, a fiscalização dos poderes estabelecendo regras e separação entre eles preconiza Montesquieu [1689-1755]!
O Estado apoderou-se das forças essenciais humanas [forças sociais e forças políticas], os capitalistas apoderaram-se do Estado e o povo ganhou a liberdade de se vender no mercado  em pé de igualdade com quem lhes compra a força de trabalho; farsa brilhante desde o século das "Luzes" combatidas no século XIX com utopias: socialismo, coletivismo, comunismo e democracia representativa!


Resultado de imagem para primeira revolução industrial crianças
www.google.com.br/images. "O grande enriquecimento" ou o charme da burguesia se dá pela super exploração de enormes massas empobrecidas de trabalhadores, especialmente crianças e mulheres!

 Governo do povo, os ideais de igualdade ganham força na democracia, a forma odiada por Maquiavel que temia a "sem-razão, ou nonsense do povo na escolha dos seus representantes e a facilidade de manipulação das "massas" por aqueles que tudo fazem pelo poder levando à corrupção e corrosão do corpo político e social e à tirania! Realistas, republicanos, liberais, conservadores, parlamentarismo, presidencialismo, absolutismo monárquico, anarquia, voto censitário, universalização do voto, poder oligárquico, democracia representativa... 
Guerras e mais guerras, revoluções, colonialismo, lutas pela independência, neocolonialismo, imperialismo, revoluções cientifico/tecnológicas na produção criam e expandem para  o mundo "o charme da burguesia", uma era de grande enriquecimento burguês louvada atualmente por Deirdre McCloskey4 
Chegamos ao século XX arrasados por duas Grandes Guerras, o Crash da bolsa de Nova York em 1929, ascensão dos "nacionalismos" ditatoriais, disputas coloniais, guerras de independência, genocídios e vários conflitos étnicos e raciais e com o mundo dividido entre duas potências imperialistas com missões divinas opostas: URSS (Rússia) autoritarismo e terrorismo ideológico comunista e estado centralizador X Estados Unidos, defensor da liberdade, igualdade, democracia e livre mercado com o mínimo de interferência estatal! 


www.google.com.br/images. Guerras movimentam...capitais e produz "grande enriquecimento" daqueles que querem o poder a qualquer custo!


Em nome destas missões "divinas" ambas as potências cometeram e cometem atrocidades e guerras que chocaram e chocam o mundo! Todos os caminhos levam aos EUA, os donos e polícia do mundo! Com o fim da "Guerra fria" no último quartel do século XX e retorno do "liberalismo" ou neoliberalismo, os Estados Unidos se tornam potência hegemônica e mantem a missão divina de levar o "culto democrático do livre mercado e estado mínimo" para asiáticos [destaque China e Índia] banhado em muito sangue principalmente no Oriente Médio, fonte da matriz energética da expansão econômica capitalista neoliberal pelo planeta: o petróleo! Em nome do imperialismo capitalista ou comunista muitas atrocidades foram cometidas! Duas bombas nucleares sobre o Japão refreou a fúria capitalista/comunista e fez nascer o Estado Providência  nas terras europeias devastadas pelas guerras! 



www.google.com.br. "A violência não é um sinal de força, a violência é um sinal de desespero e fraqueza", diz Dalai Lama.


Um século curto, diz Eric Hobsbawn [1917-2012], para tantos eventos e para o revolucionamento  fenomenal trazido pela chamada terceira revolução tecnológica nos meios de informação, transporte, bioengenharia, robótica, produção com base na microeletrônica que ampliou para a imensidão dos continentes a expropriação e exploração capitalista da mão-de-obra, as isenções fiscais e muitas benesses dos Estados receptores, potencializando estratosfericamente o capital investido na especulação financeira, na pirataria, clonagem e super exploração da mão-de-obra! Fortunas brotam da noite para o dia na especulação generalizada e empresas formam trustes e cartéis e se apossam dos Estados, financiando campanhas políticas, comprando políticos, imiscuindo-se nos negócios do Estado, tornando-se o próprio Estado! 
O Brasil é um excelente exemplo de um processo histórico ligado ao surto de globalização a partir do século XVI (1500-colônia portuguesa), disputa colonial (invasões francesa 1555-1560; holandesa-1624;1630/1654; inglesa, aliados de Portugal), além das disputas de expansão territorial de Portugal sobre domínio espanhol dado pelo Tratado de Tordesilhas, guerras contra Uruguai, Argentina, Paraguai no período do Império; proclamação da República sob influência dos ideais da Revolução francesa, Independência dos Estados Unidos, liberalismo, Direitos Universais do Homem e do Cidadão, diversidade racial, cultural trazidos pelos europeus, escravidão de africanos, por imigrantes de várias partes do mundo; golpes militares, ditaduras, anarquismo, comunismo, "amizade" aos Estados Unidos (o Brasil é nação geoestratégica e geopolítica que fortalece o poder dos EUA no planeta desde sempre e principalmente neste século XXI após a descoberta dos mega campos de petróleo e gás natural na camada pre-sal). 
Mosaico a partir de www.google.com.br/images. Ao vivo e a cores todo o poder bélico de destruição dos Estados Unidos e aliados e NÃO HAVIA ARMAS QUÍMICAS! A desculpa para controlar a extração e precificação do petróleo, matriz energética  mundial!




Importantes lições de Maquiavel foram esquecidas pela potência Number ONE:

* VINGANÇA E JUSTIÇA; MANTER A PALAVRA E VELHACARIA. A mentira é salutar ou os conflitos devem ser levados à um Fórum legítimo? A ONU pertence aos Estados Unidos..."Onde estão as armas químicas?"

* CRUELDADE E CLEMÊNCIA. O que é melhor? Ser amado ou ser temido? (...) "uma pessoa deveria querer ser ambas as coisas, mas como é difícil reuni-las em uma única pessoa, na falta de uma delas, é muito mais seguro ser temido do que amado.(...) se não conquistar o amor, evite o ódio, porque ele pode suportar muito bem ser temido, enquanto não for odiado,(...) ele deve se esforçar apenas para evitar ser odiado,".



Maquiavel o tempo inteiro está supondo que aquele que quer o poder é sábio ou governa com sábios, o que infelizmente não foi o caso dos presidentes Bushes, pai e filho que com duas guerras sem sentido e insanas, o poderio militar americano não precisaria ser usado para Tio Sam ser temido, conseguiram um aumento exponencial do ódio à América pelo mundo, americanos inclusos. Ódio leva à vingança e... 11 de Setembro de 2001, terror, mortes, horror, vingança e ódio ferem mortalmente  o povo americano que já vinham passando perrengues com a reestruturação produtiva, globalização dos empregos, fechamento de fábricas, uso indiscriminado da mão-de-obra dos imigrantes ilegais, do rebaixamento salarial e postos de trabalho de baixa qualificação em contratos cada vez mais precários, etc, etc, etc! Raiva, rancor, ira, ódio levam a ataques insanos dentro da própria nação contra...si mesmos!




Mosaico a partir de www.google.com.br/images. " Eu decidi ficar com o amor, o ódio é um fardo por demais pesado". Luther King



Como Bush  filho tal qual o pai não é inteligente nem sábio e nem fã de Luther King, apostou em mais ódio e vingança e arrasou meio mundo no Golfo pérsico e Afeganistão para capturar Osama Bin Laden, matar Saddam Hussein e reafirmar o poderio da América pelo terror. 
Deu oportunidade aos ratos americanos cuidarem da casa e um novo ataque foi perpetrado em solo americano contra o povo americano que já vinha penando desde os anos Oitenta, Noventa: crise financeira subprime em 2008! Altas jogatinas financeiras, principalmente no setor imobiliário, levou bancos, empresas, investidores e o povo  em geral à falência!  O sonho americano acabou? Yes, We can! O remédio para a crise econômica/social/cultural/política/geral: Barack Obama! O moral dos americanos que estava em baixa com o ataque terrorista, desceu abaixo de zero com a crise de especulação financeira e criou o contexto histórico para a eleição de Obama que no poder...salvou os bancos e 1% da população rica e bilionária! O governo de Obama foi de medidas salvadoras para os ricos e remédios amargos e paliativos para o resto da população bem no estilo populista dos políticos brasileiros! 

Mosaico a partir de www.google.com.br/images Donald Trump é fruto da "Era informacional", do uso da internet, das mídias sociais por super operadores da internet. " A democracia conseguirá evitar uma evolução rumo a um resultado demagógico, algo mais baseado ao apelo de massa em termos emocionais do que no processo reflexivo imaginado pelos Pais Fundadores dos Estados Unidos?" É a questão lançada por ninguém menos do Henry Kissinger em Ordem Mundial.5


O ICP- índice de confiança  nos políticos EUA foi a zero; explode sentimentos conservadores, xenofóbicos, racistas, misóginos e outros que vão culpar os "americanos de segunda classe" imigrantes, afro-americanos, muçulmanos e demais minorias por toda a desgraça da potência! Alá meu bom Alá!
Focar apenas no ataque de setembro de 2001 e a crise especulação financeira de 2008 é mero recurso didático para chegarmos ao império do discurso de ódio que bilionários, milionários ou meros oportunistas no mundo inteiro irão usar para chegar ao poder. Seres ignóbeis, sem passado político, gritadores de obviedades e ódio que se colocam como salvadores da pátria no mundo inteiro! Impossível entender a ascensão de Le Penn na França; Boris Jonhson na Inglaterra; Donald Trump nos EUA; o golpe de estado no Brasil e  do banditismo  político (2016) e as eleições de políticos como o pastor Crivella (RJ) e do cartola de futebol Kalil (BH) citando meros exemplos? Claro que sim, se você não se esforçar um pouco e tentar aprender e estudar sobre História, Geografia, geoeconomia e geopolítica mundial! É preciso fugir da preguiça intelectual e da enxurrada de informações na internet para resistir à manipulação política do ódio e retornar aos ideais mais humanos, igualitários, pacíficos e de amor aos povos e ao planeta!  


Resultado de imagem para ideais da independencia americana
www.google.com.br/images. Um povo que inspirou e inspira nações no mundo todo perdeu seu rumo e permitiu que ódio, vingança, punição substituíssem os ideais da Declaração de Independência da América que inspiraram e inspiram o mundo!


Não ocupar-se do próprio povo nos governos de Reagan, Bushes, altamente belicistas e praticantes da política externa de intimidação pelo terror permitiu que ratos nativos e/ou estrangeiros  solapassem internamente a economia dos EUA em jogatinas especulativas no mundo financeiro criando um espírito de esperteza e astúcia totalmente inverso dos ideais que fundaram a América e o American dream! Os EUA tornaram-se o maior cassino do mundo, deixando a população à mercê de bandidos ultra egoístas que lesaram a população e solaparam o sistema financeiro denunciados nos filmes: O lobo de Wall Street e A grande aposta! 
"Estado? O que é isso?(...)Estado chama-se o mais frio de todos os monstros frios. Friamente também ele mente; e esta mentira rasteja de sua boca: Eu, o Estado, sou o povo". Assim falou Zaratustra.6
Roubados, os americanos vacilaram nos valores que mais acreditavam: o trabalho criativo, árduo, recompensa! A crise e descrença nestes valores e sem apoio e traídos pelos próprios representantes eleitos imiscuídos nas jogatinas e com o aumento exponencial do desemprego, perdas econômicas, catástrofes como o Katrina e aumento da violência geral e ataques contra minorias em particular o terreno para a exacerbação do nosense enriquecido com a destilação proposital do ódio estava fértil para sentimentos ignóbeis e abjetos: superioridade racial, ataques à minorias, especialmente negros, imigrantes, islâmicos, enfim, à toda escória que se imiscuiu na pele, alma e coração, na cultura e ideais considerados nobres e caros aos americanos! À apatia e desesperança geral juntou-se o homem lobo do homem à tarântula e ocupou o mais alto posto da nação: Donald Trump, presidente da República! Um mega bilionário com interesses empresariais privados em todos continentes e principalmente em países geoestratégicos  e geopolíticos aos interesses dos americanos! O que resta aos americanos? Uma dominação de republicanos que para garantir o status quo de domínio da nação elevaram ao poder uma figura abjeta e usando de meios espúrios para inverter o resultado das eleições como mentiras nas redes sociais e um uso, no mínimo imoral, do FBI contra os democratas? É possível controlar Donald Trump a partir do Congresso ou todos se venderão ao imperador Trump que como Rodrigo Bórgia colocou imediatamente a família real plantada em cargos importantes? Deus salve a América! E se puder, o Brasil também! 









1. Sobre o assunto ver "E Deus os abençoou, e Deus lhes disse: Frutificai e multiplicai-vos, e enchei a terra, e sujeitai-a; e dominai sobre os peixes do mar e sobre as aves dos céus, e sobre todo o animal que se move sobre a terra." https://www.bibliaonline.com.br/acf/gn/1Gênesis 

2. Sobre o assunto ver: "Para que a diferença entre a interpretação dualista e a monista fique clara, apresentaremos antes algumas versões dualistas para a origem do Universo. Segundo a visão dualista, num dado momento, o Universo, inclusive a Terra, foi criado por uma ou por múltiplas entidades divinas. As principais doutrinas de várias culturas do mundo apresentam versões que variam entre si, mas fundamentalmente descrevem o surgimento da Terra e do Universo como uma manifestação sobrenatural, ou melhor, uma manifestação que transcende nosso conhecimento atual. Há também, como veremos adiante, alguns pontos em comum."http://jornalggn.com.br/blog/luisnassif/os-mitos-sobre-a-origem-do-universo 


3. Sobre o assunto ver: Blog Discutindo a História. "Além de escrever a história de Roma aos seus moldes, Lívio a enxerga com outra importância: para ele à história permite reencontrar modelos que já se foram. O seu texto histórico é a representação idealizada no embate entre bons e maus exemplos. Então, emerge a função da sua historiografia na busca da consciência romana, uma maneira de elevar a moral de sua época após décadas de guerra civil, voltar às raízes profundas dos valores humanos e políticos no período incerto da história romana. Abrange sua narrativa as origens troianas da cidade, a sua fundação e o período da monarquia, ou seja, uma época sobre a qual não existia nenhuma documentação histórica, apenas os relatos míticos da tradição."  http://discuthistoria.blogspot.com.br/2011/05/tito-livio.html
4. Sobre O charme da burguesia e Deirdre McCloskey leia aqui no blog: 
5. Sobre o assunto "Era informacional" ler Ordem Mundial: Tecnologia, equilíbrio e consciência humana, cap. 9. H. Kissinger.
6. Assim falou Zaratustra. Friedrich Nieetzsche.