Postagens populares

Pesquisar este blog

Carregando...

domingo, 1 de junho de 2014

BRAZIL: RUMOREJANDO COM JOSÉ ZOKNER

PEQUENAS CONSTATAÇÕES, NA FALTA DE MAIORES. 

                                
Constatação I
O masoquista
Ficou 
Entorpecido
De tão enternecido,
E compungido
Quando ela mostrou
O chicote
Que estalou
Abaixo do seu congote.
Depois, lamentou
Ressentido,
Com ar sofrido,
Magoado,
Desacorçoado
Quando ela parou,
Estancou
De bater.
Aí a chamou
De sadista,
De banana,
De sacana,
De má samaritana.
Vá lá um entender,
Compreender
A intrincada
Alma humana.
Coitada!
Coitado!
Constatação II
O cartola que não paga o salário dos jogadores e quer rendimento do time pode ser comparado mutatis mutandis (mudando o que tem que ser mudado) ao banqueiro que não contrata mais funcionários para ter um lucro maior em cada trimestre?
Constatação III
Rumorejando não costuma se expressar com rudeza. Quando aparenta fazê-lo está se referindo aos políticos que por mais que queiramos ser benevolentes e tecer elogios não conseguimos por razões óbvias. E observando o comportamento da Humanidade, constata-se que há pessoas que não conseguem se sentir bem se não disserem pelo menos meia-dúzia de grosserias por dia. Vige!
Constatação IV
Foi o pão dormido que acordou meio megalômano se achando brioche, mas, evidentemente, não o do mau-caráter Maria Antonieta?
Constatação V
Consulta aos nossos prezados leitores: Se os ET´s invadissem a Terra, você acha que ficará pior, ou melhor, para nós terráqueos? Data vênia, como diriam nossos juristas, masRumorejando acha que pior do que já está não haveria condições de ficar...
Constatação VI
Para quem tem o hábito de tomar um mate amargo, como este assim chamado escriba, não existe nem tempo, nem remédio ruim, principalmente este último...
Constatação VII (Para ser recitado, caso não tenha crianças no recinto. Tampouco pessoas com pudor exacerbado).
Ela me desdenha,
Pois nunca me fornece
A sua senha
Nem quando amanhece
Ou anoitece
Tampouco, nua, me diz: “Venha!”.
Constatação VIII
Não se pode confundir cortina de fumaça com cortina de voile, até porque o primeiro vocábulo o Aurelião, dentre outros, define como “qualquer expediente adotado com fim despistador”; já o segundo, o mesmo dicionário dá como “Substantivo masculino. 1.Tecido leve e fino, em geral transparente: cortina de voile de algodão; vestido de voile de seda”, o que não é exatamente o que acontece com os nossos governos, como, por exemplo, que, constantemente, fazem uso da cortina de fumaça principalmente para instalar uma CPI ou durante  a instalação da mesma. A recíproca é para esses casos, digamos, de resguardo pode até ser verdadeira. Depende do país, dos governantes, da existência ou não de mensalões da vida, de um contra sol, persiana e assim por diante. Enfim, de fatores endógenos e exógenos... Elementar, caros leitores!
Constatação IX (Ah, esse nosso vernáculo).
Sinto sinceramente e é sintomático que é um acinte não usar cinto.
Constatação X
Na época da ditadura militar, este assim chamado escriba trabalhava no Banco de Desenvolvimento do Paraná – Badep. Além dos telefones estarem grampeados, um polícia do Dops, que também chegou a ser delegado, e seu ajudante, veio “trabalhar” no Banco. Todos os funcionários tinham conta no Banestado, onde era depositado o salário do pessoal. Os policiais tinham acesso às contas correntes dos funcionários e chegaram a questionar alguns colegas para que justificassem eventual saldo que fosse maior do que o salário. Era a época da caça indiscriminada às bruxas em que os caçadores estavam acima do bem e do mal. Um dia repercutiu na mídia a truculência dos mandantes. Nada a ver com os funcionários do Badep que sempre tiveram comportamento ilibado. E quando ocorria algum caso, a estrutura tratava de expulsar o infrator. Bem, os mandantes de plantão, um dia, tiveram acesso à conta de um cidadão, que trabalhava como caseiro, chamado Nildo e do seu pai biológico. Claro que os mandantes, cuidando do caso, também se revelaram estar em um esquema acima do bem e do mal... Nildo provou que havia recebido a importância, considerada não condizente com o seu salário, do seu pai. A justificativa de toda a celeuma ocasionada foi, qual o regime nazista, que os julgadores, envolvidos, atenderam ao pedido, ou ordem, de instância superior. Atitude execrável, lamentável e imperdoável de todos os envolvidos. Sem data vênia...
Constatação XI (De uma quadrinha para ser recitada logo depois do término da Copa, concomitantemente com o início efetivo da propaganda política, mesmo já se sabendo, de antemão que é utópica e/ou de efeito totalmente inócuo).
O resumo do resumo
É que todo governante
Não deveria sair do prumo
Nem por um instante...
Constatação XII
E já que falamos no assunto, certa vez o ator Marcelo Mansfield, pseudônimo de Jackson Pacheco, (São Paulo, 7 de setembro de 1956), ator e humorista brasileiro se apresentou em uma peça, na qual ele era o único ator, intitulada Como Entrar Mudo e Sair Calado. Pena que o horário político não costuma seguir o título da peça. Vige!
Constatação XIII (De uma inconteste verdade rimada, sem pretensões de qualquer espécie de se arvorar em poeta, com relação às pesquisas de opinião pública).
Acho que não faz sentido
Eu nunca ser escolhido
Pra opinar aos pesquisadores
Sobre o triste desempenho
Dos nossos governadores
Que me fazem franzir o cenho.
Constatação XIV
Não se pode confundir inserido, no sentido de introduzido, com enxerido que o Aurelião dá como “Que se intromete naquilo que não lhe diz respeito; intrometido”, embora haja muitoenxerido que acaba inserido numa família, na maioria das vezes, rica e que, também na maioria das vezes, frequenta a dita alta sociedade, com o intuito de gozar as benesses dessa, para muitos, elevada condição socioeconômico-financeira. A recíproca para esses casos de provável golpe do baú depende da resposta de quem nasceu antes: o ovo ou a galinha. Elementar, minha gente.
Constatação XV
Deu na mídia, mais precisamente foi publicado no facebook: “Há ETs na Terra trabalhando com os EUA, diz ex-ministro canadense. Paul Hellyer afirmou reconhecer ao menos quatro espécies de seres extraterrestres que habitariam o planeta”. E Segundo Karen Hudes, uma ex-executiva do Banco Mundial, alienígenas de cabeça alongada e inteligência excepcional controlam o Vaticano e a economia...” Data vênia, como diriam nossos juristas, não faltarão antissemitas que dirão que os alienígenas são judeus. Vige!            
Constatação XVI
Não se pode confundir paisagem com passagem, muito embora se você tiver condições de pagar uma passagem, seja lá através de qual meio de transporte for utilizado, você poderá visitar um lugar com bela paisagem, inclusive frequentado por gatas em trajes sumários, ou não, inseridas na paisagem com vistas para outra espécie maravilhosa de natureza, como rio, mar, montanha, etc.
Constatação XVII
E já que falamos no assunto, Rumorejando sugere, com todo o respeito aos filólogos, o seguinte: Que se passe a escrever palavras com s que têm o som de z com esta letra. Assim, por exemplo, paisagem passaria a ser escrito com z, ficando paizagem; aí, eliminar os dois esses, usando apenas um, como, em outro exemplo, passagem passaria a ser escrito pasagem. Eventualmente poder-se-ia escrever com ç (ce cedilha), dependendo se com um s ou com ç em função da etimologia da palavra. Elementar, minha gente.
Coisas que precisam ser inventadas ou reinventadas.
-Remédio, digamos pandêmico, que se espalhe pelo Planeta Terra contra a corrupção.
-Remédio que cure o execrável “dá lá toma cá” dos acordos políticos.
-Político que não diga, só por dizer, que “serei sempre oposição, mas não deixarei de apoiar projetos de interesse do Brasil”.
-Remédio que combata o nepotismo nos três Poderes da República.
-Convocação extraordinária do Congresso sem remuneração, destinando o dinheiro principalmente para Educação, Segurança e Saúde.
-Remédio contra a propaganda enganosa tanto do Setor Privado como Público.
-Carro que não funcione quando acionada a partida por alguém que ingeriu bebida alcoólica.
-Provedor que não envie e-mail’s com até 96 horas de atraso.
-Cartões de crédito a prova de clonagem e cuja empresa não lance débitos indevidos.
-Idem, idem, bancos comerciais e as empresas que administram as contas de luz, água,    telefone. 
-Pessoas que não se julguem acima do bem e do mal.
-Proibição e controle efetivo da figura do cambista.
-Programas de televisão que incentivem a cultura e os bons costumes.
-Que não se ultrapasse os decibéis permitidos pela legislação quanto a casas de espetáculos, propaganda comercial, trios elétricos, etc.
-Restaurante quando inaugurado e que passa a vender comida feita na hora e gostosa, para os paladares mais exigentes, e que cobre barato e que, depois, não cobre caro, baixando sumariamente a qualidade.
-Que a corrupção seja abolida da face da terra, juntamente com o corruptor (sonhar, não custa).
-Além da corrupção, que seja abolida da face da terra as guerras.
RICOS & POBRES
Constatação I
Rico determina, ordena; pobre, solicita, pede. 
Constatação II 
Rico tem patota; pobre tem bando.
Constatação III
Rico tem inquietude; pobre, bicho carpinteiro.
Constatação IV
Rico, quando está se expressando, pode ficar inefável*; pobre, fica entupido.
*Inefável = “que não se pode exprimir por palavras; indizível” (Aurélio).
Constatação V
Rico tem cabeça; pobre, cachola.
Constatação VI
Rico tem cachimônia*; pobre, tem coco.
*Cachimônia = n substantivo feminino 
Uso: informal.
1. Cabeça ('centro do intelecto'); inteligência; mente.
2. Agudeza de espírito; sagacidade, perspicácia.
3. Capacidade de lembrar-se; memória.
4. Calma, paciência (Houaiss).
Constatação VII
Rico tem cisma; pobre, é criador de casos.
Constatação VIII
Rico tem cuca; pobre, bestunto*.
*Bestunto = n substantivo masculino 
Uso: informal, pejorativo.
Capacidade mental limitada, inteligência curta (Houaiss).
Constatação IX
Rico tem quengo*; pobre, tem grimpa**
*Quengo = Substantivo masculino
4. Derivação: por metáfora.
Capacidade intelectual; inteligência, talento.
**Grimpa = Uso: informal.
Extremidade superior do corpo; cabeça (Houaiss).
Constatação X
Rico ordena peremptoriamente; pobre pede humildemente.

Site: www.rimasprimas.com.br